A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Lendas de Le Mans: Bugatti Type 57 Tank e as vitórias de 1937 e 1939

Um dos carros mais raros e valiosos do planeta é o Bugatti Type 57SC Atlantic – só existem dois deles, ambos fabricados em 1938. Um foi comprado por Ralph Lauren em abril de 2013 por US$ 40 milhões (cerca de R$ 125 milhões), tornando-se um dos carros mais caros já vendidos. Contudo, ele não é a única versão que existe do Type 57, que até já venceu as 24 Horas de Le Mans nos anos 30. Lançado em 1938, com uma carroceria de magnésio que exibia belíssimas linhas projetadas por Jean Bugatti, filho do fundador da marca Ettore Bugatti, o Type 57SC Atlantic foi o último grande carro que a Bugatti fez antes de o mundo entrar em guerra. Sua linhagem começou em 1934, quando o primeiro Bugatti Type 57 foi fabricado. Equipado com um oito-em-linha de 3,3 litros e 135 cv que seria usado naquele mesmo ano no Bugatti Type 59 de competição, o Type 57 era visto pela marca como um supercarro. Um carro, várias carroceri

Matérias relacionadas

Andando de lado com os Frazer Nash “Chain Gang”

Marco Antônio Oliveira

Este cara usou sua Toyota Tundra para socorrer vítimas dos incêndios da Califórnia – e agora ganhou uma picape nova

Dalmo Hernandes

Qual é o perfil do comprador do Bugatti Veyron?

Leonardo Contesini