A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Lotus Corvette: o C4 ZR1

Desde o lançamento do carro em 1953, existiram apenas cinco engenheiros-chefe do Corvette. O cargo hoje é ocupado por Tadge Juechter, efetivamente o pai do C7 e do C8. O primeiro deles foi o cara para quem a posição foi criada originalmente: Zora-Arkus Duntov. O Corvette nasceu antes de Duntov ser contratado, mas foi ele que, por pura força de vontade (teoricamente não tinha nada a ver com o Corvette, hierarquicamente) tornou o tépido roadster de dois lugares em um carro esporte de verdade. Foi Duntov que colocou um V8 com câmbio manual no Corvette (inicialmente era seis em linha e auto), foi Duntov que preparou ele para competições e levou o aprendizado de pista para o catálogo de produção normal. Sem Duntov, o Corvette original teria morrido em seu terceiro ano de vida. Ou virado um cupê de luxo com quatro lugares como seu antigo rival, o Thunderbird da Ford.

Matérias relacionadas

Furious five: o ronco espetacular do Audi 90 IMSA GTO 1989

Dalmo Hernandes

Pronto Spyder: o roadster de motor central-traseiro que poderia ter salvo a Plymouth

Dalmo Hernandes

As 21 versões mais raras dos carros brasileiros

Leonardo Contesini