A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Melhor da Semana

Melhor da semana: avaliação do T-Cross, Mercedes C63 AMG no Brasil, o fim do Taurus e mais!

Passou a semana sem internet? O Windows começou a fazer atualizações automáticas e só terminou sábado à noite e por isso você não conseguiu visitar seu site favorito? Não tem problema. Aqui está nosso resumo semanal com tudo o que rolou de mais importante nos últimos dias.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

 

 

Mercedes-AMG C63 2019 no Brasil em três versões

A Mercedes-AMG lançou no Brasil a linha 2019 do C63. Os modelos chegam com o facelift promovido no final do ano passado em três configurações diferentes: C63, C63 S e C63 S Cupê. Os preços são R$ 500.000, R$ 547.000 e R$ 556.000, respectivamente.

 

Todos eles são equipados com o motor V8 biturbo de quatro litros, que tem 476 cv no C63 e 510 cv nos C63 S, combinado ao câmbio de nove marchas e embreagem dupla AMG Speedshift. Com esse conjunto, o C63 vai de zero a 100 km/h em 4,1 segundos e tem sua velocidade máxima limitada em 250 km/h. O C63 S vai de zero a 100 km/h em 4 segundos na versão sedã e 3,9 segundos na versão cupê. Nos dois, a velocidade máxima é limitada eletronicamente em 290 km/h.

A principal mudança na linha 2019 é um sutil facelift que mudou  o conjunto óptico, que ganhou um novo arranjo interno, e a grade dianteira que passa a adotar o estilo “Panamericana” com aletas verticais como nos outros AMG recentes.

Por dentro, a principal novidade é o par de telas que compõem o chamado Mercedes-Benz User Experience, ou MBUX. Uma das telas substitui o quadro de instrumentos e a outra, posicionada no centro do painel, exibe as informações de áudio, vídeo, navegação, câmeras e ajustes do carro. Além do MBUX, o C63 também ganhou um novo volante, com almofada circular e novos comandos para o sistema MBUX.

 

Jeep Renegade em versão inspirada no Willys CJ

A Jeep iniciou nesta semana a pré-venda do Renegade Willys, série limitada a 250 unidades que homenageia o clássico Willys CJ. O modelo é baseado no Renegade Trailhawk Diesel, com tração 4×4 e câmbio automático de nove marchas.

A edição especial vem com pintura verde Recon, um adesivo “4 Wheel Drive” na traseira imitando os grafismos dos CJ militares, adesivos “Willys” em estilo stencil militar nos para-lamas e o logotipo do exército americano no capô e nas colunas C. Por dentro o Renegade Willys tem a estrela militar bordada nos bancos e uma plaqueta com a numeração da edição. O modelo é oferecido por R$ 146.990 e os compradores do Renegade Willys receberão uma maleta no formato de uma jerry can, que vem com uma jaqueta militar tipo parka feita pela Osklen, uma garrafa térmica Stanley e uma dog tag com o nome do modelo

 

McLaren Senna GTR ganha versão de produção

A McLaren apresentou neste final de semana a versão de produção do Senna GTR. O modelo foi apresentado na forma de conceito em março do ano passado, durante o Salão de Genebra, mas somente agora ganhou a versão de série, que será limitada a 75 unidades. Embora seja equipado com o mesmo V8 biturbo de quatro litros do Senna regular, o GTR  tem 25 cv a mais, chegando aos 825 cv. Além disso, ele é substancialmente diferente do conceito de 2018, ganhando um pacote aerodinâmico ainda mais radical que o do modelo de rua.

O spoiler e o splitter dianteiros são maiores, há dive planes (ou canards), geradores de vórtice, uma asa ativa ainda maior que a do carro de rua e um novo difusor traseiro. De acordo com a McLaren, o Senna GTR produz 1.000 kg de downforce a 250 km/h (200 kg a mais que a versão de rua) enquanto pode gerar 3g de desaceleração (20% a mais que a versão de rua). 

Com a potência extra e uma redução de 10 kg (obtida com a remoção dos airbags, freio de estacionamento, abafadores do escape e substituição do vidro lateral por policarbonato) a McLaren confirmou que ele será mais rápido que o Senna regular, porém não divulgou dados de desempenho. Serão feitos 75 exemplares do Senna GTR, cada um custando US$ 2 milhões. Todos já foram vendidos. 

 

BMW M confirma motorização do novo M3

O chefe de planejamento de produto da divisão M da BMW, Carsten Pries, revelou que o novo M3/M4 usará o S58, que estreou nos novos X3M e X4M, um seis-em-linha de três litros. Tanto o M3 quanto o M4 terão duas versões do motor, uma de  480 cv e 61 kgfm no modelo de entrada e uma de 510 cv e o mesmo torque no M3 Competition.

Assim como os irmãos SUV, o M3 terá tração nas quatro rodas, mas nele terá um modo de tração dianteira como no novo M5. A geração G20 também será a primeira do M3 a usar cambio automático, a conhecida ZF 8HP, na geração anterior o M3 usava transmissão de dupla embreagem. Para os puristas há a possibilidade de um M3 CS, com tração traseira e cambio manual.

 

Yamaha MT-09 2020 lançada por R$ 43.690

A Yamaha lançou nesta semana a linha 2020 da MT-09, que traz novos faróis duplos e uma nova rabeta, que não tem mais o suporte da placa – este agora é fixado no cubo da roda traseira.

A MT-09 agora vem com o sistema quick-shift, que permite trocar marchas sem usar a embreagem com a moto em movimento, e controle eletrônico de tração. A naked também traz freios ABS de série nos freios dianteiro e traseiro – estes, com discos de 298 mm e 245 mm, respectivamente. Outra mudança aconteceu na suspensão dianteira, que adotou amortecedores ajustáveis em carga, compressão e retorno.

Por outro lado, o motor permanece o mesmo: um três-cilindros de 847 cm³ com comando duplo no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e 115 cv a 10.000 rpm, além de 8,9 kgfm de torque a 8.500 rpm. Com o câmbio de seis marchas, o conjunto é suficiente para levar a MT-09 de zero a 100 km/h na casa dos três segundos baixos, com velocidade máxima de 210 km/h. Através de um seletor, é possível alternar entre diferentes modos de condução – Standard, A e B – que modificam as respostas do acelerador eletrônico. As novidades aumentaram o preço da MT-09 de R$ 39.990 para R$ 43.690.

 

YouTube do FlatOut

Nesta semana tivemos mais um FlatOut Midnight Extra Stage, a versão “pure sounds” dos nossos episódios, agora com o Civic VTI B16 turbo!

 

Exclusivo para assinantes

Nesta semana, os assinantes e crowdfunders tiveram acesso à nossa avaliação do Volkswagen T-Cross:

Clique na imagem para ver o post

Contamos a história dos lendários volantes Moto-Lita:

Clique na imagem para ver o post

Também conhecemos a história do Boschert B300 Gullwing, o sucessor do 300SL Gullwing que a Mercedes não fez:

Clique na imagem para ver o post

Relembramos a trajetória de Charlie Whiting na F1 — e entendemos por que ele era tão admirado por seus colegas:

Clique na imagem para ver o post

Com o fim do Ford Taurus anunciado nos EUA, aproveitamos para relembrar a trajetória do sedã, que chegou a ser o líder de seu segmento no mercado americano e acabou se tornando um carro de locadora — mas não antes de vir ao Brasil com relativo sucesso:

Clique na imagem para ver o post

Contamos a misteriosa história da morte do inventor do motor diesel, que até hoje nunca foi muito bem esclarecida:

Clique na imagem para ver o post

E contamos a história do Spirit of Ecstasy, o icônico ornamento de capô da Rolls-Royce:

Clique na imagem para ver o post

 

Especiais do FlatOut

Nesta semana conhecemos o Honda Civic com turbo de F-Indy que é o recordista de tração dianteira em Tsukuba e em outros dois circuitos:

Clique na imagem para ver o post

Contamos a história de Junichi Tanaka, fundador da Jun Auto Mechanic que nos deixou nesta semana passada:

Clique na imagem para ver o post

 

Vimos os dois primeiros projetos do novo Supra MK5 equipados com o lendário motor 2JZ:

Clique na imagem para ver o post

Conhecemos também o BMW E30 restomod da Redux Leichtbau, com seu motor turbo de 390 cv:

Clique na imagem para ver o post

Conhecemos a versão moderna do DeTomaso Pantera: o Ares Panther, que é baseado no Lamborghini Huracán:

Clique na imagem para ver o post

Também conhecemos em detalhes o novo esportivo da Lynk & Co, feito pela empresa que conhecemos como Polestar, responsável pelos esportivos da Volvo:

Clique na imagem para ver o post

E fechamos a semana com uma pensata sobre a real necessidade de um novo sistema de placas:

Clique na imagem para ver o post

 

Project Cars

Nesta semana tivemos um novo capítulo do Project Cars #248, o Corrado G60 do Fabiano Silva, que encontrou um exemplar verde pouquíssimo rodado do Corrado no Brasil, e não resistiu à tentação, ainda que estivesse com a dianteira batida.

Clique na imagem para ver o post

Matérias relacionadas

Os carros do SEMA Show, placas do Mercosul liberadas, um GT-R de 1.000 cv e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut!

Leonardo Contesini

Melhor da semana: os novos Mercedes CLA, Porsche 992 Cabrio e Huracán Evo, FlatOut Midnight, Concorde e mais!

Leonardo Contesini

Melhor da Semana: os novos Toyota GR Supra e Shelby GT500, o interior do novo Corvette C8, Volks e Ford juntas novamente e mais!

Leonardo Contesini