A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Eunos Cosmo: o cupê de luxo com Wankel de três rotores que marcou os anos 90

Os ícones japoneses da década de 1990 nunca estiveram tão em alta. Eles têm uma fiel base de admiradores desde o começo dos anos 2000, mas agora têm status de clássicos – alguns, como o Skyline GT-R R32, já completaram trinta anos, e outros estão prestes a fazê-lo. E é por isso que as fabricantes estão investindo em revivê-los – veja a Honda, que trouxe de volta o NSX, e a Toyota, que reviveu o Supra e planeja fazer o mesmo com outros modelos clássicos. Nesta história, a Mazda poderia entrar com o RX-7, que teve sua última e mais icônica geração, a FD, fabricada entre 1992 e 2002. Suas linhas arredondadas e elegantes eram belíssimas, mas o trunfo estava debaixo do capô: diferentemente dos rivais, o RX-7 não tinha pistões – em vez disso, ele usava um motor rotativo Wankel, com rotores triangulares girando dentro de uma câmara em forma de epitrocoide (um oval com laterais ligeiramente côncavas). De funcionamento macio e muito girador, o motor Wankel é famoso por seu ronco agud

Matérias relacionadas

Por que “Mercedes”-Benz? A origem judia dos carros favoritos dos oficiais nazistas

Leonardo Contesini

A história do Miura, o Lamborghini que inventou o supercarro moderno

Dalmo Hernandes

Mazda 787B, o primeiro e único japonês a vencer as 24 Horas de Le Mans

Dalmo Hernandes