A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Mercedes-AMG C63 R será uma resposta nada sutil ao BMW M4 GTS

Lembra quando a Mercedes-AMG falou que pretendia expandir sua linha para 40 modelos até o fim da década? Pois eles mal lançaram a versão roadster do AMG GT e já estão desenvolvendo uma nova versão para o C63. O trabalho deve estar puxado em Affalterbach.

Embora pareça o Mercedes-AMG C63 de alguém com mau gosto para tuning, este carro das fotos é o protótipo do futuro AMG C63 R, uma versão voltada para as pistas que os engenheiros da AMG decidiram criar para não deixar o M4 GTS ser a resposta óbvia para quem procura um carro de rua com talento de sobra para track days.

mercedes-amg-c63-r-coupe-spy-pics

Foto: Motor1

Além da asa traseira em total desarmonia com o restante do carro, o C63 R usará um splitter maior e mais aerodinâmico na dianteira e um novo difusor traseiro. A carroceria não deverá ser modificada, uma vez que os C63 AMG já têm para-lamas mais largos que seus irmãos comportados.

2018-mercedes-amg-c63-r-coupe-comes-to-crash-the-bmw-m4-gts-party_7

Foto: Autoevolution

Sob o capô estará o conhecido V8 4.0 biturbo já usado pelo AMG GT, GLC e C63 convencional. Ele deverá apenas ganhar alguma reprogramação para modificar a pressão de trabalho do turbo de forma que a potência chegue na casa dos 550 cv — 40 cv a mais que o C63 S. A imprensa europeia fala ainda em um sistema de cárter seco, que já é usado nos AMG GT, mas ainda não há nenhuma confirmação. O ganho não precisará ser tão expressivo porque ele passará por uma dieta que irá eliminar alguma gordura localizada, como indica a tampa do porta-malas de fibra de carbono.

Com as modificações, o AMG C63 R deverá chegar aos 100 km/h na casa dos 3,5 segundos.

Matérias relacionadas

Esse cara pegou 30 anos de cadeia por fazer um “test drive” de 3.500 km e duas semanas em um Porsche Panamera

Dalmo Hernandes

Placas do Mercosul podem ser suspensas até a metade de 2019 – entenda de uma vez por todas a controvérsia

Leonardo Contesini

Novo seguro popular será até 40% mais barato. Só tem um porém…

Leonardo Contesini