A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Meus 10 carros zero-quilômetro favoritos de até R$ 100.000

Cem mil reais é muito dinheiro, sem dúvida. Mas infelizmente, falando de carros novos hoje em dia, incrivelmente é um teto bem baixo. A um ou dois anos atrás, tinha muita coisa legal, sofisticada, chique, ainda abaixo dele: perua Golf Variant. Peugeot 208 GT. Honda Civic com câmbio manual. Até Renault Fluence GT, com dois litros, turbo e câmbio manual existia. Mas o público parece não se importar mais com esses carros tão queridos do entusiasta. Câmbio automático, suspensão mais alta e pneus enormes dominam o mercado completamente. O entusiasta está cada vez mais resignado ao mercado de usados, e parece nem ligar mais para carro novo. Na verdade, todo mundo está comprando usado; a recente explosão das lojas de usados de locadoras prova isso. Muita gente vê as vendas diretas aumentando como aluguel de carro aumentando, e isso pode estar acontecendo, mas pode ser apenas também uma população empobrecida se virando com usados fornecidos por locadoras depois de um ano de uso. Particularme

Matérias relacionadas

Este foi o primeiro carro a chegar aos 100 km/h – e que criou o famoso teste “0 a 100”

Dalmo Hernandes

Lendas do WRC: MG Metro 6R4, o patinho feio do Grupo B que tinha motor de supercarro

Dalmo Hernandes

The Lauda Legacy: como um homem e seu carro podem mudar a história do automobilismo – e de uma vida

Leonardo Contesini