A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Motos

Motos que eu teria: a valente e imutável Yamaha TW200

O post sobre a Harley-Davidson e seu declínio entre os jovens rendeu bastante discussão – e eu falei sobre como eu adoraria desejar uma H-D novamente. Sendo um rapaz que cresceu ouvindo rock and roll, a imagem de rebeldia de uma Harley me atraiu bastante dez ou 15 anos atrás. Mas também não é de hoje que aprecio as motos de trilha, uso misto (ou dual-sport) e outros tipos de motocicletas que tenham vocação para deixar o asfalto de vez em quando – ou quase sempre. Antes mesmo de querer uma Harley-Davidson eu admirava com os olhos brilhando as Yamaha DT e YZ que os vizinhos dos meus avós esmerilhavam pelas estradas de chão batido do interior de São Paulo, e entrava em debates acalorados com meus primos sobre qual era a melhor (mesmo sem entender nada). A compra da Crosser só sacramentou minhas preferências. Nessa veia off-roader, uma das motos que eu mais gostaria de ter no mundo é a Yamaha TW200. Ela tem a estética perfeita – tanque "vulcão" todo de lata, carenagem lateral insp

Matérias relacionadas

Meio V8 em duas rodas: a grande aventura da Motus

Marco Antônio Oliveira

Super Blackbird: a história da Honda CBR1100XX

Dalmo Hernandes

Triton: a moto “híbrida” que se tornou um ícone das cafe racers nos anos 60

Dalmo Hernandes