A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Nissan Sentra ganha versão Nismo com acerto esportivo e motor turbo, mas…

Se você clicou neste post é porque sabe o que significa o nome Nismo agregado aos carros da Nissan. A divisão esportiva da marca japonesa foi criada em 1984 e, desde então, é a responsável por seus carros de corrida, pelas versões mais radicais de seus esportivos de rua e também das versões esportivas dos modelos mais comportados.

Este último é o caso de seu mais novo lançamento: o Sentra Nismo 2017. O modelo foi apresentado nesta última quarta-feira durante o Salão de Los Angeles com um motor 1.6 turbo de 190 cv e uma série de modificações mecânicas para aperfeiçoar seu comportamento dinâmico.

2017 Nissan Sentra NISMO

Ele é baseado no Sentra SR Turbo americano, que usa o mesmo motor 1.6 turbo de 190 cv. Sim, a potência permaneceu inalterada, mas esta é a única semelhança com o modelo comportado. Começando pelo câmbio, a Nismo instalou uma caixa de seis marchas e oferece como opção o câmbio Xtronic (CVT) reprogramado para ter respostas mais rápidas ao chamado do acelerador.

2017 Nissan Sentra NISMO

A suspensão também é específica do Nismo: o modelo recebeu amortecedores monotubo na traseira e um conjunto de amortecedores e molas com mais carga na dianteira. Com isso a altura de rodagem foi rebaixada em 10 mm. Os freios são os mesmos do SR, e usam discos de 297 mm na dianteira e 292 mm na traseira.

Por fora o Sentra Nismo também recebeu um spoiler traseiro, para-choques especiais com tomadas de ar e defletores para otimizar o arrefecimento do motor e dos freios, saias laterais e um pseudo-difusor na traseira. As rodas são de 18 polegadas e calçam pneus Michelin Pilot Sport II.

No lado de dentro a direção elétrica foi reprogramada para oferecer mais feedback em altas velocidades, diferenciando-se desta forma da versão SR Turbo. A relação também está mais direta, tornando os comandos mais precisos. Os bancos usam revestimento de alcantara, assim como o volante, que tem até um marcador de centro no topo do aro. O quadro de instrumentos agora tem um conta-giros com detalhes em vermelho, assim como o console central e as costuras dos bancos.

Em geral o carro é interessante — especialmente com o motor turbo casado com o câmbio manual de seis marchas –, mas é impossível olhar para a ficha técnica do Sentra Nismo, para o histórico da Nismo com os Z-Cars e os GT-R, e não pensar que a divisão poderia ter ido mais longe com este Sentra.

2017 Nissan Sentra NISMO

Veja só: há quase 10 anos a Nissan lançou o Sentra SE-R com motor 2.5 de 180 cv para encarar o Honda Civic Si, então com seu motor 2.0 de 197 cv. O Civic ganhou uma nova geração e trocou o 2.0 por um motor 2.4 mais torcudo e mais potente, chegando aos 206 cv.

2008-nissan-sentra-se-r-photo-198337-s-986x603

Agora, a Honda está preparando um Civic Si com motor 1.5 turbo ainda mais potente que o antecessor, mas a Nissan se limitou a fazer um acerto dinâmico mais refinado ao Sentra SR Turbo — justamente agora que ela tem à disposição o excelente 1.6 turbo MR16DDT, um motor que chegou aos 200 cv no Clio Renaultsport e aos 215 cv no Nissan Juke RS Nismo. Será que não dava para ter usado as peças da prateleira do Juke RS Nismo?

Esta, aliás, não é a primeira vez que a Nismo fica aquém das expectativas dos entusiastas: a divisão esportiva já lançou suas versões do March, do Juke e do Note sem alterações de potência, limitadas apenas ao acerto dinâmico. Claro, um carro mais afiado é melhor que nada, mas será que a Nismo não está desgastando sua imagem ao lançar esportivos com potência de versões comportadas?

Matérias relacionadas

Ferrari 488 Pista Spider, Citroën C4 Cactus no Brasil, 40 anos de ABS e as novidades da semana no FlatOut e no Youtube do FlatOut

Leonardo Contesini

Brasil é o país com maior número de carros blindados no planeta

Leonardo Contesini

BMW M poderá ter modelos híbridos e autônomos no futuro

Leonardo Contesini