A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Nissan Z Proto revelado, Corolla Cross registrado na Argentina, o novo Bentley Continental GT Mulliner e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Nissan Z Proto é apresentado com visual retrô, motor V6 e câmbio manual

A espera acabou – ou ao menos parte dela: a Nissan apresentou ontem o Z Proto, versão conceitual do esportivo que sucederá o veterano 370Z, que já está entre nós desde 2009. O carro foi revelado ontem, junto com a confirmação de algumas especificações técnicas – e também deixou algumas perguntas no ar.

Embora seja uma versão conceitual, é bem possível que a versão de produção não se afaste muito do Z Proto – que, como a Nissan já havia anunciado, mistura elementos de diferentes eras da linhagem dos Z-caras. O perfil deixa evidente que se trata da mesma plataforma usada pelo 370Z, especialmente na linha do teto e no formato da área envidraçada.

O restante do carro, porém, é radicalmente diferente. A dianteira traz faróis inspirados no 240ZG, versão japonesa do 240Z que tinha bolhas de acrílico nos faróis. A grade retangular, por sua vez, é um aceno direto ao 240Z original – e também remete ao 350Z, que na época do lançamento tinha a grade no mesmo formato. E a traseira é uma homenagem ao 300ZX Z32 da década de 1990, com a face preta e lanternas retangulares.

Olhando de perto, o desenho da traseira é bastante sofisticado, com uma moldura preta translúcida e efeito tridimensional nas lanternas. O perfil do carro também é bastante agradável, com um friso cromado na parte superior da área envidraçada que torna mais clara a referência ao 240Z original.

A dianteira, porém, pode dividir opiniões: as formas parecem um tanto grosseiras, como se estivessem inacabadas (ainda que o padrão interno da grade amenize esta impressão). Claro, é um conceito e ainda há tempo para modificações – e, além disso, pode ser que à medida que nos acostumamos com a imagem do Z Proto, começemos a apreciá-lo melhor. Além disso, o que está embaixo é o que importa – só fato de um esportivo com câmbio manual e tração traseira ser lançado a esta altura já merece comemorações.

O interior não traz revoluções no design – está em dia com o que se espera de um esportivo lançado nos anos 2020, com central multimídia em destaque no console central, saídas de ar horizontais, três mostradores analógicos no topo do painel e quadro de instrumentos totalmente digital. Mas o que realmente nos deixa felizes é a presença do pedal de embreagem – o que certamente fará a Toyota considerar a adição de uma caixa manual para o GR Supra (o que não deve ser tão trabalhoso, visto que a própria fabricante admitiu que existiram alguns protótipos funcionais com câmbio manual).

Quanto à mecânica, a Nissan confirma que o carro usa o V6 biturbo de três litros da Infiniti, mas ainda não diz se ele terá mesmo 400 cv – o que justificaria o nome 400Z, usando a potência como referência e não mais o deslocamento. Também não revela exatamente quando a versão de produção será mostrada, mas diz que ele será um dos dez lançamentos previstos para os próximos 20 meses. Rumores dizem que ele será um dos últimos a ser apresentados – o que o colocaria em algum momento de 2022. (Dalmo Hernandes).

 

Corolla Cross é registrado na Argentina

A Toyota está mesmo preparando a chegada do SUV Corolla Cross ao Mercosul. Ele agora apareceu em registro na Argentina. Isto indica que seu lançamento no Brasil não deve demorar muito mais – até porque, conforme noticiamos ontem, a fábrica da Toyota em Sorocaba já começa a ser preparada para produzir o crossover, que usa a mesma plataforma TNGA do Corolla sedã.

As imagens de registro mostram o Corolla Cross na versão Hybrid Smart, que usa um motor 1.8 híbrido mais um motor elétrico que, juntos, entregam 122 cv. Para o Brasil, espera-se que ele traga o mesmo motor 2.0 de 177 cv, mais câmbio CVT.

De acordo com os colegas do Motor1, o Corolla Cross nacional deverá ter entre-eixos de 2,70 m, como o sedã – um pouco maior que os 2,64 m da versão asiática, conferindo à versão brasileira mais espaço para os ocupantes do banco de trás. Sua chegada está prevista para algum momento entre março e abril de 2021. (Dalmo Hernandes)

 

Bentley Continental GT Mulliner é apresentado

O Continental GT, cupê de caráter esportivo da Bentley, acaba de ganhar sua nova versão de topo – o Bentley Continental GT Mulliner, que ganha diversos toques estilísticos exclusivos.

De cara, nota-se a grade dianteira com nova padronagem – a chamada Double Diamond, que também aparece nas entradas de ar do para-choque. Além disso, o Mulliner tem rodas de 22 polegadas com calotinhas centrais autonivelantes (o “B” no centro da roda fica sempre na direção certa), retrovisores com acabamento em prata acetinado com luzes de cortesia e saias laterais iluminadas.

Por dentro, o console central tem acabamento em aço escovado com padrão de diamantes e o obrigatório relógio Breitling. Já o acabamento dos bancos e portas tem novas costuras “Diamond within Diamond” (nota-se um tema recorrente aqui, não é?) – uma espécie de matelassê duplo, com losangos dentro de losangos. A Bentley se orgulha bastante deste acabamento, ressaltando que cada losango é composto por 712 pontos de costura individuais – somados, são quase 400.000 pontos em todo o interior, incluindo revestimentos de porta e bancos. De acordo com a Bentley, o processo de desenvolvimento da padronagem levou 18 meses.

As opções de personalização incluem acabamento folheado em madeira com 88 opções de cores, que podem combinar com componentes do lado de dentro ou do lado de fora do carro.

O Continental GT Mullliner será apresentado publicamente no Salon Privé, em Londres, no dia 22 de setembro. Ele poderá ser encomendado a partir de outubro e equipado tanto com o W12 de seis litros e 635 cv quanto com o V8 biturbo de quatro litros e 550 cv. As entregas devem acontecer no início de 2021. (Dalmo Hernandes)

 

Porsche apresenta nova pintura para o 911 RSR em Le Mans

A Porsche apresentou ontem (15) a pintura especial que o 911 RSR usará nas 24 Horas de Le Mans, que acontecem neste fim de semana. Os dois carros usarão cores em homenagem aos 50 anos da primeira vitória da fabricante nas 24 Horas de Le Mans, em 1970, com o Porsche 917K.

O carro vermelho, de número 91, tem o mesmo esquema de pintura vermelho e branco – que foi inspirado pela bandeira da Áustria – usado pelo 917 vencedor, conduzido por Richard Attwood e Hans Herrmann. Além disso, quando se olha o carro de cima, é possível ver listras que formam o número “1970”. Já o carro número 92 segue a mesma ideia, porém com preto em vez de vermelho.

A Porsche trará os mesmos pilotos que correram na edição passada das 24 Horas de Le Mans. O carro 92 trará Michael Christensen, Kévin Estre e Laurens Vanthoor – o trio vencedor na categoria GTE-Pro de 2019. Já o carro 91 terá Gianmaria Bruni, Richard Lietz e Frédéric Makowiecki revezando ao volante.

As 24 Horas de Le Mans 2020 começarão no dia 19 de setembro, sábado, às 9:30 – horário de Brasília. E, como já é tradicional, estamos preparando uma matéria especial com tudo o que você precisa saber para acompanhar a corrida. (Dalmo Hernandes)

 

Jaguar F-Pace ganha leve reestilização para 2021 e versões híbridas

A Jaguar mostrou ontem (15) o F-Pace reestilizado. Quatro anos depois do lançamento, o SUV britânico ganha uma leve atualização no visual externo, com novos para-choque e capô – que agora avança até o topo da grade – e faróis com assinatura de LED redesenhada. Já a traseira tem lanternas mais baixas e retilíneas, também com novos elementos internos.

O facelift trouxe mais mudanças do lado de dentro. O painel de instrumentos é totalmente novo e, em linha com as tendências de design atuais, ganha um visual mais esguio e horizontal, saídas de ar reposicionadas e central multimídia totalmente nova, com tela maior e efeito “flutuante” – de fato, o interior do F-Pace já estava começando a ficar datado.

A nova tela é enorme, com 14,1 polegadas (antes eram 10 polegadas). E uma mudança bem vinda foi a adoção de uma alavanca mais tradicional para trocas de marcha – o seletor giratório não era dos mais práticos. Fora isto, há novos volantes e comandos para o ar-condicionado.

As versões também foram reorganizadas. Agora, Jaguar F-Pace 250 e 250S trazem o motor 2.0 turbo de 250 cv. O 250S é um híbrido leve, enquanto o 250 passa a ser a única versão não-eletrificada.Já a versão S 340 tem seis-cilindros de três litros comsupercharger e 340 cv – agora com sistema híbrido plug-in. O R-Dynamid S 400 tem o mesmo conjunto, porém calibrado para entregar 400 cv. O câmbio é sempre automático de oito marchas.

A maior novidade fica por conta da versão P400e, com sistema híbrido plug-in. Com motor 2.0 turbo mais um motor elétrico, ele tem 404 cv e é capaz de ir de zero a 100 km/h em apenas cinco segundos – além de prometer 50 km de autonomia no modo totalmente elétrico, ideal para uso urbano em curtas distâncias. (Dalmo Hernandes)

Matérias relacionadas

Do AMC Eagle à Volvo XC70: uma breve história das peruas aventureiras

Dalmo Hernandes

TVR Speed 12: o insano supercarro de 960 cv que quase foi o mais rápido do mundo

Dalmo Hernandes

Os carros mais legais lançados em 1988 – que poderão ser importados para o Brasil em 2018

Dalmo Hernandes