A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

As posições e comandos de pilotagem mais estranhos de todos os tempos

Há uns dez anos fiz uma viagem de 1.600 km com um carro emprestado. Um carro do qual gosto, mas não a ponto de pagar para tê-lo na garagem e dirigi-lo diariamente. E apesar do ótimo conjunto de motor e câmbio, do consumo frugal e do espaço para cinco pessoas, cheguei em casa quebrado. Minhas costas sofreram com o bendito banco e com a posição em relação aos comandos. Foram 10 horas de estrada por trecho, na mesma posição incorreta. Doeu. Doeu mais que meus olhos toda vez que olhava para o volante de um Chevrolet Celta. Aquela coluna de direção deslocada era inaceitável mesmo em um carro de baixo custo como ele. Será que não tinha como dar um jeito nisso? Imagine passar 10 horas ao volante de um Celta, com um braço mais esticado que o outro. Hoje quase não há mais carros ergonomicamente errados. Ao menos não a ponto de te machucar. Os Jaguar atuais têm o comando dos vidros no lugar errado, mas não é nada que vá torcer seus dedos na hora de abrir as janelas. É apenas inconvenient

Matérias relacionadas

É assim que você configura e personaliza seu Rolls-Royce

Dalmo Hernandes

Qual é o perfil do comprador do Bugatti Veyron?

Leonardo Contesini

350 GT: primeiro de todos os Lamborghini levava um ano inteiro para ser fabricado

Dalmo Hernandes