A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Novo Compass ganha data de lançamento, Band assume transmissão da Fórmula 1, os novos Mercedes-Benz GLS e GLA e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Jeep anuncia data de lançamento para o novo Compass

 

A Jeep anunciou ontem (4) a data de lançamento da linha 2021 do Compass. Ele será um dos modelos mais importantes para a marca nos próximos anos – afinal, o Jeep Compass é atualmente o líder em sua faixa de preço, figurando inclusive entre os mais vendidos de 2020, e precisa de um sucessor à altura para encarar os novos Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos. Agora, porém, sabemos que ele será revelado no dia 4 de abril. A data não foi escolhida por acaso: é o dia “4×4”, segundo a Jeep.

Além do novo Compass, o nome do novo Jeep de sete lugares será revelado no mesmo dia. Os dois utilizarão o aguardado motor 1.3 turbo que a FCA anuncia há tempos – e a Jeep também dará alguns detalhes no dia 4 de abril. Esperava-se que o Renegade fosse estrear este motor na Jeep, mas a empresa declarou que usa outras estratégias para alavancar as vendas de seu modelo de entrada.

Jeep Grand Commander chinês, que pode indicar estilo do modelo brasileiro

Vale lembrar que, antes mesmo do Compass, o motor 1.3 turbo será aplicado à nova Fiat Toro, que ganhará sua reestilização de meia-vida e, além da dianteira redesenhada, vai receber também uma nova central multimídia vertical inspirada pelas picapes da Ram.

 

Rede Globo não vai transmitir Fórmula 1 em 2021

A Rede Bandeirantes anunciou hoje (5) que adquiriu os direitos de transmissão da Fórmula 1. A emissora informou que se trata de um acordo multiplataforma, ou seja, inclui não apenas os canais de TV, mas também as estações de rádio. O contrato é válido para as temporadas de 2021 e 2022, podendo ser renovado ao fim do período. Detalhes da negociação não foram revelados.

A notícia é uma reviravolta em uma história que já se arrastava, ao menos, desde agosto de 2020, quando a Globo anunciou pela primeira vez a desistência da Fórmula 1, citando como principal razão o valor pedido pela Liberty Media, dona da Fórmula 1, para a renovação do contrato – que foi encerrado no fim de 2020. Uma nova oferta foi feita no fim do ano e as negociações continuaram após as festividades de fim de ano, mas não houve acordo.

Já se falava em uma possível negociação entre a Band e a Liberty Media, mas acreditava-se que a rede não teria recursos para adquirir a Fórmula 1. Contudo, é preciso levar em conta que o Brasil é o maior mercado de audiência para Fórmula 1 em todo o planeta. Além disso, a Band já havia adquirido os direitos sobre as transmissões da Stock Car e da Fórmula Indy – agora, a Fórmula 1 vem para fechar a grade automobilística da Band, que também contratou o jornalista Reginaldo Leme, ex-companheiro de Galvão Bueno nas transmissões dominicais, para formar a bancada de apresentadores e comentaristas.

 

Mercedes-Benz lança novos GLA 200 e GLS 450 no Brasil

A Mercedes-Benz anunciou a chegada de dois novos SUVs ao Brasil – modelos que ocupam posições opostas no espectro. O GLA é o menor e crossover da Mercedes no Brasil, e um dos mais acessíveis. O  GLS, por outro lado, é seu modelo de topo e custa perto de R$ 1 milhão.

O GLA vem na versão única, a princípio: GLA 200 AMG Line, equipada com um motor 1.3 turbo de 163 cv e 25,5 kgfm de torque, ligado a uma caixa de dupla embreagem e sete marchas. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 8,7 segundos, com velocidade máxima de 210 km/h. Os modelos AMG Line trazem visual mais esportivo, com para-choques, rodas e outros elementos inspirados nos AMG genuínos.

A lista de equipamentos inclui o sistema de assistente virtual MBUX, duas telas de 10,4 polegadas, central multimídia com comandos por voz, estacionamento automático, carregador de smartphone por indução, faróis full-LED e teto solar panorâmico. O preço parte de R$ 325.900 – quase 10% a mais que o GLB 200 de sete lugares, que usa o mesmo motor, mas não tem o mesmo perfil de cupê.

Por quase o triplo do preço, chega a outra novidade da Mercedes: o GLS 450 2021, que custa R$ 917.900. O SUV topo de linha dos alemães foi apresentado lá fora há dois anos, e chega em versão única equipado com um seis-cilindros em linha de três litros com dois turbos e 367 cv, mais um motor elétrico de 22 cv. O câmbio é automático de nove marchas e leva a força para as quatro rodas através do sistema 4Matic.

Medindo 5,20 metros de comprimento, 2,15 m de largura, 1,82 m de altura e 3,13 metros de entre-eixos, o GLS 450 é um carro grande, comportando sete ocupantes, até 2.400 litros para bagagem, e ainda tem um tanque de combustível com 90 litros de capacidade.

Evidentemente o interior acompanha a cifra pedida, com duas telas de 12,3” lado a lado, uma para o quadro de instrumentos e outra para a central multimídia; iluminação ambiente com 64 cores; nove portas USB; carregador por indução; massageador nos bancos; porta-copos com aquecimento e resfriamento; head-up display; e um pacote de itens de segurança que inclui frenagem automática de emergência, assistente autônomo de estacionamento com câmera de 360° e farol alto adaptativo.

 

BMW M3 será lançado no Brasil em maio

A BMW anunciou a data de lançamento para o BMW M3 no Brasil: o sedã esportivo alemão fará sua estreia em maio. O dia exato ainda não foi revelado, porém.

O BMW M3 será vendido no Brasil apenas na versão mais potente, a Competition, com 510 cv no motor seis-em-linha biturbo de três litros, câmbio automático de oito marchas e tração nas quatro rodas – nada de tração traseira e câmbio manual para nós.

Obviamente o preço também não foi divulgado, mas deverá ficar bem acima dos R$ 490.000 cobrados pelo BMW M340i, atual versão mais potente do Série 3 à venda no Brasil.

 

Novo Ford Mondeo pode se tornar um SUV-cupê

Com presença tímida no Brasil nas décadas de 1990 e 2000, o Ford Mondeo é um modelos mais bem sucedidos da marca na Europa – onde está em sua quinta geração, que é um Ford Fusion com outro nome. Com o fim do Fusion, o futuro do Mondeo tornou-se um ponto de interrogação, mas isto não deve durar muito tempo.

De acordo com os britânicos da Auto Express, o próximo Mondeo será um crossover com teto fastback – um SUV-cupê. A ideia é não apenas substituir o sedã por um modelo mais rentável, mas também atrair os consumidores que comprariam uma C-Max ou B-Max, MPVs que a Ford tirou de linha recentemente também por baixas vendas.

Corroboram esta notícia fotos recentes de um crossover camuflado em testes na Europa. O veículo com o porte do Edge tem formas que lembram bastante o conceito Ford Evos, apresentado em 2011 – incluindo a posição dos faróis. Uma dica de que o novo Mondeo pode ser a versão de produção do Evos é o fato de a Ford ter registrado o nome “Mondeo Evos” no Reino Unido em 2020.

Matérias relacionadas

Yoshida Special 930: este é o verdadeiro Porsche que inspirou “Wangan Midnight”

Dalmo Hernandes

Personalização de fábrica: conheça as “custom shops” das fabricantes de esportivos e modelos de luxo

Leonardo Contesini

Um VW Logus Wolfsburg Edition modificado, bem conservado e honesto à venda

Dalmo Hernandes