A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

NSU Motorenwerke: o elo perdido entre a Auto Union, a VW e a Audi

Nas últimas semanas, contamos aqui no FlatOut a história da Auto Union – ou melhor, das quatro partes que deram origem a ela: Horch, Wanderer, DKW e Audi. Também falamos sobre como a Audi acabou prevalecendo e, na década de 1960, comprada pela Volkswagen. Foi a compra da Audi que ajudou a Volks a fazer a transição do ar para a água no começo dos anos 1970 – o Volkswagen Passat, um dos primeiros carros da marca com um motor longitudinal de arrefecimento líquido na dianteira, era em essência um Audi 80 com emblema VW na grade e carroceria fastback. O motor em questão era um ancestral do conhecido Volkswagen AP, também desenvolvido pela Audi, e inspirado por um projeto da Mercedes-Benz (que, por um breve período, nos anos 1960, foi dona da marca das quatro argolas). Acontece que a Audi não foi a única responsável por introduzir novas tecnologias à linha da Volkswagen naquela época – houve outra marca, comprada pela Volkswagen em 1969, que pode ser entendida como o "elo perdido" ent

Matérias relacionadas

Imperial: quando a Chrysler teve sua própria marca de alto luxo

Dalmo Hernandes

Dacunha Jeg: o fora-de-série rival do Jeep Willys que (quase) todo mundo esqueceu

Dalmo Hernandes

Il Commendatore: a trajetória de Enzo Ferrari, dos Grand Prix aos carros mais rápidos do mundo – Parte 6

Dalmo Hernandes