A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O acidente de Romain Grosjean, Ram 1500 terá motor V8 de 400 cv no Brasil, Honda pode fazer novo S2000 e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Romain Grosjean sofre acidente impressionante no Grande Prêmio do Bahrein

O Grande Prêmio do Bahrein, realizado no último domingo, foi marcado por um dos acidentes mais impressionantes dos últimos anos. Logo na metade da primeira volta, Romain Grosjean, da Haas, tocou o carro de Daniil Kvyat, da AlphaTauri. Kvyat seguiu seu caminho, mas perdeu o controle do carro e bateu contra a proteção lateral da pista. O carro explodiu na hora, partindo-se ao meio. A porção traseira foi atirada de volta na pista, enquanto a porção dianteira, com o habitáculo, atravessou a barreira e consumiu-se em chamas.

Romain Grosjean, incrivelmente, saiu andando de dentro do carro após cerca de 30 segundos. Os fiscais de prova o aguardavam e ele foi encaminhado para receber atendimento médico. O piloto sofreu queimaduras nas mãos e nos pés e, inicialmente, suspeitava-se de ao menos uma costela quebrada. Horas depois, a assessoria de imprensa de Grosjean confirmou que o piloto não sofreu nenhuma fratura. Sem dúvida trata-se de uma evidência da evolução da segurança nos carros de Fórmula 1 modernos.

Ao longo do domingo, mais informações foram divulgadas. Grosjean estava a 220 km/h e sofreu um impacto de 53G no momento do acidente. Em um vídeo enviado do hospital, o piloto disse que deve sua vida ao halo – o que deve, por fim, acabar com qualquer dúvida quanto à eficácia do dispositivo.

Após o acidente, a corrida foi interrompida para a reconstrução da barreira, que levou três horas.

 

Pietro Fittipaldi substituirá Grosjean no Grande Prêmio de Sakhir

A próxima corrida da temporada também acontecerá no Circuito do Bahrein – o GP de Sakhir, marcado para o dia 6 de dezembro. E a Haas anunciou na manhã desta segunda-feira (30) que o brasileiro Pietro Fittipaldi, neto de Emerson Fittipaldi, substituirá Grosjean na prova.

Ja faz três anos que a Fórmula 1 não conta com um piloto brasileiro – desde que Felipe Massa deixou a Williams em 2017. Atualmente Pietro Fittipaldi é um dos reservas de Grosjean na Haas. Ele declarou que, embora estas não sejam as circunstâncias ideais para uma estreia, é grato pela confiança da equipe e está empolgado.

“Antes de tudo, estou feliz por Romain estar a salvo e bem”, disse Pietro. “Felizmente os ferimentos foram relativamente pequenos, considerando a gravidade do acidente. Obviamente não é a condição ideal para ter minha primeira oportunidade de competir na Fórmula 1, mas sou extremamente grato ao Gene Haas e ao Gunther Steiner pela confiança de me colocarem no carro neste fim de semana. Vou dar o máximo, começando pelo treino livre de sexta-feira no Barhein”, completou.

 

 

Honda pode estar trabalhando em um novo S2000

Mostrando que 2020 não tem apenas notícias ruins, a Forbes diz que a Honda pode estar trabalhando em um novo S2000. O roadster lançado em 1999 é considerado um dos esportivos mais fantásticos de todos os tempos – além de belíssimo, era relativamente leve, muitíssimo bem acertado, e tinha o lendário motor F20 debaixo do capô, que era capaz de girar a mais de 9.000 rpm.

O S2000 saiu de linha em 2009, e desde então os fãs do carro (que vendeu 70.000 unidades nos EUA em dez anos, número muito expressivo para um esportivo de nicho) clamam por uma segunda geração. Citando fontes ligadas à marca, a Forbes diz que a Honda planeja seriamente o lançamento de um novo S2000 em 2024, a tempo do aniversário de 25 anos do roadster.

O carro deve proporções semelhantes às do S2000 original, mas com a linguagem de design atual da Honda. Já o motor deve ser o 2.0 turbo do Civic Type R, acertado para entregar mais potência – fala-se em pelo menos 350 cv. Além disso, sua estrutura deverá usar fibra de carbono e alumínio, a fim de manter o peso abaixo dos 1.300 kg.

Embora a ideia de um Honda S2000 seja extremamente atraente, é de se imaginar que alguns torcerão o nariz pelo uso de um motor turbo – que decididamente não chegará às 9.000 rpm como o original. Por outro lado, as fontes dizem que não haverá tecnologia híbrida no carro. E, evidentemente, o câmbio será o mesmo do Civic – manual de seis marchas – adaptado para tração traseira.

Parece até bom demais para ser verdade, o que automaticamente nos faz encarar os rumores com um grão de sal. Além disso, é importante frisr uma coisa: não será a primeira vez que um ícone do passado é revivido pela Honda, que trouxe de volta o NSX e não conseguiu conquistar o público com ele. Aguardemos.

 

Novo Audi A4 chega ao Brasil por R$ 230.000

A Audi lançou no Brasil a linha 2021 do Audi A4, recém-reestilizado. O sedã chega em três versões: Prestige, Prestige Plus e Performance Black. As duas primeiras usam o novo motor 2.0 turbo TFSI Ultra, com 190 cv e 32,6 kgfm de torque. A terceira, por sua vez, inclui um sistema híbrido leve de 48V para chegar aos 259 cv. O Audi A4 Performance Black é o único com tração nas quatro rodas, mas todos usam o mesmo câmbio S-Tronic de dupla embreagem e sete marchas. O novo Audi A4 custa R$ 229.990 na versão Prestige; R$ 259.990 na versão Prestige Plus; e R$ 304.990 na versão Performance Black. A seleção de equipamentos deverá ser revelada na semana que vem.

A reestilização deu ao Audi A4 um design mais limpo, com novos faróis, grade mais larga e lanternas com elementos internos redesenhados. Na lateral, o carro perdeu o vinco nas portas que ficava logo abaixo da linha dos vidros. O interior, por sua vez, recebeu uma nova central multimídia e mudanças discretas no acabamento.

A versão Prestige já oferece de série carregador por indução, entrada e partida sem chave, portas USB para os passageiros do banco traseiro, volante multifuncional revestido em couro, aletas para trocas de marcha, rodas de 18”, câmera de ré e monitoramento de pressão dos pneus. O teto solar elétrico é o único opcional.

O Audi A4 Prestige Plus acrescenta ar-condicionado automático de três zonas, bancos com ajustes elétricos, cruise control adaptativo, teto solar elétrico, alerta de saída de faixa, faróis full LED, navegador por GPS e quadro de instrumentos Virtual Cockpit Plus com tela full-HD de 12,3 polegadas. O único opcional é o head-up display.

Por fim, o A4 Performance Black tem acabamento interno em preto brilhante, bancos revestidos em couro e Alcantara, volante com base plana e park assist com sensor de estacionamento dianteiro e traseiro. Ele oferece mais opcionais: além do HUD, há também sistema de som Bang & Olufsen 3D, pacote Assistance City com sensor de pré-colisão traseiro e assistente de mudança de faixa, e faróis full LED Matrix HD.

O Audi A4 2021 já está nas concessionárias da marca. Está disponível nas cores Azul Navarra, Azul Turbo, Branco Geleira, Branco Íbis, Cinza Daytona, Cinza Quantum, Cinza Manhattan, Cinza Terra, Prata Florete, Preto Bilhante, Preto Mito e Vermelho Tango.

 

RAM 1500 será vendida no Brasil com motor V8 de 400 cv

A Ram prepara um lançamento bem interessante para o Brasil: a Ram 1500 com motor V8 Hemi, de 5,7 litros e 400 cv. Não é nenhum Hellcat – o que seria extremamente improvável – mas é uma demonstração de que o espírito entusiasta que as marcas americanas do grupo FCA tem nos EUA pode estar chegando ao Brasil.

De acordo com o Autos Segredos, a FCA dará uma prévia da picape nos próximos dias. Ela será vendida nas versões Rebel e Laramie, ambas com o mesmo motor de 400 cv e 57 kgfm, câmbio automático de oito marchas e tração 4×4. Ambas as versões diferenciam-se pelo tratamento estético, com a Laramie mais voltada ao luxo e a Rebel com caráter mais esportivo. O site também publicou uma foto, de fonte anônima, que mostra a Ram 1500 Rebel com placas verdes e camuflagem leve, ocultando o capô e o emblema.

Com o V8, a Ram 1500 se tornará automaticamente a picape mais potente vendida no Brasil – deixando a VW Amarok V6, com seus 258 cv, na segunda posição por uma diferença de 142 cv.

Com 5,91 metros de comprimento, 2,08 m de largura, 2,02 m de altura e entre-eixos de 3,67 m, a Ram 1500 é notavelmente maior que as picapes médias brasileiras. Apesar disto, seu peso bruto total não ultrapassa os 3.500 kg e, com isto, ela pode ser conduzida normalmente por portadores de CNH da categoria “B”.

Matérias relacionadas

BMW M1 é encontrado depois de 35 anos guardado, Richard Hammond fala sobre o Brasil, SUV Lambo será híbrido e mais!

Leonardo Contesini

Tucker Carioca: o projeto inacabado de Preston Tucker poderá finalmente se tornar realidade

Dalmo Hernandes

Por que você não deve apoiar os pés no painel de um carro em movimento

Dalmo Hernandes