A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O fim das aulas de habilitação noturnas, Lamborghini revela primeira imagem do Aventador SVJ, Bugatti confirma detalhes do Divo e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Aulas noturnas de habilitação deixam de ser obrigatórias devido ao risco de assaltos

noticia_53169

Desde 2010 o processo de habilitação dos motoristas precisa obrigatoriamente ter 20% de aulas práticas no período noturno. A medida visa submeter os aprendizes às condições adversas de visibilidade noturna, tornando-os mais preparados para as situações reais de condução. Só que isso está prestes a mudar, e não será para melhor. As aulas deixarão de ser obrigatórias e passarão a ser optativas e o motivo é tão bizarro quanto revoltante: a falta de segurança no período.

A decisão partiu do Detran do Rio de Janeiro e foi motivada por um movimento de instrutores de trânsito da cidade do Rio de Janeiro contrários às aulas noturnas — que devem acontecer entre 18h e 22h — devido à vulnerabilidade a assaltos. Segundo o portal Uol, no Rio de Janeiro há até mesmo casos em que os carros são sequestrados e devolvidos somente após pagamento de resgate. Como a criminalidade local motivou o aumento dos preços dos seguros — que já são caros para as auto escolas devido ao risco de acidentes —, a maioria dos centros de formação não tem seus carros assegurados.

Anda de acordo com o Uol, o diretor do Denatran, Maurício Alves, afirmou que em breve será expedida uma deliberação para que as aulas noturnas se tornem facultativas no Brasil. Enquanto isso, o Projeto de Lei 2056/11 será votado para revogar definitivamente a  obrigatoriedade das aulas noturnas de direção em todo o país. Resumidamente, o governo está retirando a obrigatoriedade das aulas de direção noturnas porque ele próprio não consegue prover a segurança pública.

 

A primeira imagem oficial do Aventador SVJ

33845f40-lamborghini-aventador-svj--768x432

A Lamborghini já revelou muitas coisas sobre o Aventador SVJ, mas até agora só vimos o carro coberto por sua camuflagem multicolorida que mascara as nuances de sua carroceria geométrica. Agora a Lamborghini começou a fase de teasers, revelando partes do carro aos poucos. A primeira imagem mostra que sua cor de lançamento e os dutos de escoamento aerodinâmico da dianteira do carro, que certamente ajudaram na geração de downforce na dianteira.

Os vincos e ângulos parecem mais elaborados que no protótipo camuflado, mas também pode ser apenas um jogo de luz e sombra propositalmente editado para confundir. Ainda não há detalhes sobre o conjunto mecânico do SVJ; tudo o que se sabe até agora veio  de um documento supostamente vazado, publicado pela revista alemã Auto Motor und Sport. Segundo o documento, o Aventador SVJ terá 770 cv produzidos pelo V12 de 6,5 litros. A Lamborghini divulgou uma relação peso/potência de 1,98 kg/cv, mas ela aparentemente trata do cálculo feito com o peso seco do carro (isto é, sem fluidos).

O carro será apresentado ao público oficialmente no próximo dia 23, durante a Monterey Car Week, nos EUA.

 

Bugatti confirma detalhes do Divo

e2e57dad-bugatti-chiron-divo-1

Vejam só… exatamente como na semana passada Bugatti e Lamborghini divulgam seus teasers simultaneamente. Desta vez, a marca franco-teutônica divulgou quatro vídeos com membros do alto escalão da empresa falando sobre o carro. Não há nada muito novo nos vídeos, mas eles ao menos confirmam algumas de nossas expectativas.

 

No primeiro vídeo o CEO Stephan Winkelmann diz que o carro será leve e terá muita dowforce para ser ágil e capaz, e confirma que serão feitos apenas 40 a um preço de US$ 5 milhões cada. O segundo vídeo traz o diretor de design Achim Anscheidt comentando a origem do nome e os dois maiores feitos de Albert Divo, piloto da Bugatti que venceu duas vezes da Targa Florio. Nada de novo por aqui.

O terceiro vídeo responde uma dúvida que praticamente o mundo inteiro tinha em mente: o Divo será muito diferente do Chiron? Bem, considerando o que o chefe de design exterior, Frank Heyl disse em seus 15 segundos, sim. Heyl menciona a necessidade de manter o DNA da Bugatti, mas que, além disso, foi possível “exercitar a liberdade para criar uma linguagem de design completamente nova”. Parece que veremos um carro bem diferente do Chiron, não?

No quarto vídeo, o líder do projeto Pierre Rommelfanger, volta a ressaltar que o carro terá menos peso, mais downforce e “tempos de volta mais baixos”, o que significa que a Bugatti está, pela primeira vez desde seu retorno em 2004, falando em usar seu hipercarro em um circuito.

Por último, a Bugatti revelou um quinto vídeo há pouco mais de uma hora, que deixa bem claro que ele terá uma carroceria diferente do Chiron. Intitulado “Coachbuilding”, o vídeo diz que o Divo está “revivendo sua tradição na construção de carrocerias, iniciada por Jean Bugatti”.

Apesar de terem confirmado, o carro ainda é um mistério, mas já soa promissor. O lançamento está marcado para o dia seguinte à apresentação do Lamborghini SVJ, o próximo dia 24 de agosto, também em Monterey.

 

Citroën C4 Cactus poderá custar entre R$ 69.000 e R$ 99.000

SUV_C4_Cactus_01-1160x869

A Citroën já apresentou o Cactus à imprensa durante uma visita de jornalistas à fábrica da PSA em Porto Real/RJ, mas até agora o modelo não foi oficialmente lançado e tampouco teve seus preços revelados. O que sabemos é que a Citroën aposta alto no carro, depois de tratá-lo como o lançamento mais importante da história da marca no Brasil. Pudera: é o primeiro SUV de verdade que a Citroën está oferecendo por aqui para, finalmente, competir com os já estabelecidos EcoSport, Duster, Renegade e HR-V.

E eles deverão apostar forte em uma estratégia de preços atraentes, se os valores apurados pelo pessoal da revista AutoEsporte se confirmarem. De acordo com a publicação, o Citroën C4 Cactus deverá custar entre R$ 69.000 e R$ 99.000, o que o colocaria na porta de entrada do segmento, posicionado até mesmo abaixo do Peugeot 2008, que atualmente parte de R$ 72.000.

SUV_C4_Cactus_02

É possível, contudo, que os R$ 69.000 sejam um valor promocional para pré-venda ou para venda direta e que nas concessionárias o carro seja encontrado por um valor mais próximo do Peugeot 2008. O modelo de entrada usará o motor 1.6 16v de 122 cv e câmbio manual de cinco marchas, enquanto a versão de topo, que pode chegar perto dos R$ 100.000, terá o eficiente 1.6 THP de 173 cv combinado ao câmbio automático de seis marchas.

O lançamento do C4 Cactus deve acontecer ainda neste mês.

 

 

Matérias relacionadas

Uma série de TV sobre Ayrton Senna, VW planeja volta da Kombi, Volvo V40 fica mais barato no Brasil, Ferrari de Schumacher à venda e mais!

Leonardo Contesini

Semana Audi A3 no GT40: todos os modelos (incluindo S3, RS3 e Q3) anunciam na faixa até a próxima terça – veja o que já temos

Juliano Barata

Novo Focus RS pode ter tração integral, Renault mostra seu novo supercarro com Alain Prost, policial foge de blitz carregando fiscal no capô e mais

Leonardo Contesini