A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

O fim do Shelby GT350, novo Pagani Huayra R terá motor naturalmente aspirado, JAC lança picape elétrica no Brasil e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Shelby GT350 é descontinuado na linha 2021

A Ford decidiu tirar o Mustang Shelby GT350 de linha, tanto na versão base quanto o GT350R. De acordo com a fabricante, a decisão abre caminho para novas variantes e reposiciona o GT500 como novo topo de linha do pony car.

O Shelby GT350 foi lançado em 2016, estrando um V8 naturalmente aspirado de 5,2 litros com virabrequim plano e 533 cv a 7.500 rpm – um motor girador atípico em um esportivo americano e, por isto mesmo, muito interessante a nosso ver. Por outro lado, o V8 supercharged de 770 cv do GT500 é bem melhor que qualquer prêmio de consolação.

 

No lugar do GT350, por enquanto, teremos o Mach 1, que chega no ano que vem e traz componentes aerodinâmicos muito parecidos, mas troca o motor girador pelo tradicional V8 de cinco litros e 480 cv do Mustang Bullitt. O Mach1, porém, é uma edição limitada, e a Ford garante que está preparando novidades para a linha.

 

JAC iEV330P: picape elétrica é lançada no Brasil por quase R$ 300.000

A onda das picapes elétricas começou a chegar ao Brasil: a JAC apresentou nesta semana a iEV330P. Além do nome nada sonoro, ela tem um motor elétrico de 150 cv e 33,6 kgfm de torque alimentado por uma bateria de fosfato de ferro-lítio de 67,2 kWh – o suficiente para garantir autonomia máxima de 320 km com uma carga.

De acordo com a fabricante, a picape foi pensada para clientes corporativos. Ou seja, empresas que querem reduzir as emissões de suas frotas e economizar combustível e manutenção – esta que, segundo a JAC, é mais barata nos motores elétricos do que nos motores a diesel tradicionalmente encontrados nas picapes, além de garantir um custo de rodagem por km até cinco vezes menor.

 

Até mesmo pelo preço a JAC mostra-se mais viável para empresas: ela custa R$ 289.890. O nível de equipamentos, em contrapartida, é itneressante: há quadro de instrumentos digital, central multimídia com tela de 7”, conexão por Bluetooth e porta USB, além de ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, DRLs de LED, sensor de estacionamento traseiro e câmera de ré.

 

Honda Biz ganha nova cor na linha 2021 por R$ 10.590

A Honda anunciou a linha 2021 da veterana Biz. A novidade é a nova cor Marrom Perolizado, que vem se juntar às já conhecidas Vermelho Perolizado, Branco Perolizado e Prata Metálico.

De resto, a moto continua igual: o motor de 9,2 cv a 7.500 não muda, nem o câmbio de quatro marchas semi-automático (que dispensa o manete de embreagem), e nem a oferta de equipamentos – painel digital blackout, tomada 12V e freios combinados não mudam.

A Honda Biz 2021 já pode ser comprada no site da Honda ou nas concessionárias da marca em todo o Brasil.

 

Pagani anuncia Huayra R com motor aspirado

O Pagani Huayra, como se pode ver, vai seguir os passos do Zonda e receber uma infinidade de versões edições especiais. Mas não vamos reclamar – longe disso. Especialmente porque a nova variante do supercarro, o Huayra R, terá um motor naturalmente aspirado desenvolvido especialmente para ele.

Fora isto, não foram divulgadas mais informações a respeito do carro. Durante uma conferência online voltada para designers automotivos, foi o próprio Horacio Pagani quem deu a notícia, dizendo o Huayra R será revelado no dia 12 de novembro. Fora uma imagem do aro de uma das rodas, gravada com o nome do carro, mais nada foi dito ou mostrado. Você pode conferir o anúncio e o teaser por volta dos 37:00 do vídeo acima.

O que nos intriga é a possibilidade de o novo motor ser um projeto totalmente inédito, sem relação com o V12 AMG usado pela Pagani há mais de 20 anos, e que no Huayra Imola – o mais potente de todos – chega aos 838 cv com a ajuda de dois turbos.

 

Toyota Hilux ganha versão preparada na Nova Zelândia

Embora a versão esportiva GR da Toyota Hilux esteja prevista para chegar só na próxima geração, a fabricante não está poupando esforços para tornar a picape atual mais atraente para os entusiastas – com o objetivo claro de enfrentar concorrentes como a Ranger Raptor.

O mais recente exemplo disto é a versão Mako da picape, que foi desenvolvida especialmente para a Nova Zelândia e traz elementos off-road bem radicais. Os para-choques são novos, sendo que o dianteiro é menor e elevado, feito de aço e acompanhado de uma proteção para o assoalho. Os para-lamas receberam alargadores de plástico preto, e a suspensão recebeu um kit da ARB para aumentar sua altura em 40 mm na dianteira e 50 mm na traseira.

O resultado é uma Hilux com postura muito mais agressiva, complementada por rodas de 18 polegadas pintdas de preto e pneus de uso misto com medidas 265/60. Os freios também trazem discos maiores, com 15 mm a mais no diâmetro, emprestados da SW4.

O interior recebeu modificações mais simples, limitando-se a um novo revestimento no volante e bancos com melhor apoio. Já a mecânica permanece igual – na Nova Zelândia, o motor usado é um turbodiesel de 2,8 litros e 204 cv. O V6 turbo de 3,3 litros e 270 cv deverá mesmo ficar para a próxima geração.

 

Stefano Domenicali será novo CEO da Fórmula 1 em 2021

O comando da Fórmula 1 passará por uma mudança no ano que vem: o CEO Chase Carey deixará o cargo, que será ocupado por Stefano Domenicali.

Para quem não lembra, entre 2008 e 2014 Domenicali foi o chefe de equipe da Scuderia Ferrari. Ele deixou a equipe de Fórmula 1 para, em 2015, assumir a posição de presidente e CEO da Lamborghini.

No início desta semana, a Lamborghini comunicou publicamente que Domenicali se afastaria da empresa para assumir “um novo e importante papel em 2021”. Pouco depois, veio o anúncio da Liberty Media, dona da Fórmula 1, dizendo que Domenicali será o novo CEO da categoria.

Segundo a organização, Domenicali tem a experiência necessária para tomar as rédeas da Fórmula 1 neste momento de reestruturação. O anúncio foi, em geral, bem recebido pelas equipes – ainda que, de acordo com alguns veículos de imprensa automobilística, exista certo ar de desconfiança por conta do passado de Domenicali com a equipe de Maranello – embora a Fórmula 1 garanta que, acima de tudo, a competência do novo CEO foi o fator determinante para sua escolha.

 

Matérias relacionadas

Barn find à venda: este Cadillac Coupe De Ville 1959 jamais foi restaurado

Dalmo Hernandes

Semana dos sedãs no GT40: anúncios na faixa até terça que vem!

Dalmo Hernandes

Porsche 911 GT2 RS quebra mais um recorde, Lamborghini confirma nome SVJ em Nürburgring, o ardente fim do Escort RS Cosworth de Ken Block e mais!

Leonardo Contesini