A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Mercado e Indústria

O Jeep Renegade está chegando: veja a lista de equipamentos e fotos de todas as versões

Em meio a uma montanha de lançamentos mundiais prontos para estrear em Genebra, o mercado brasileiro também tem suas estreias locais. A primeira delas foi a linha 2015 do Volkswagen Jetta, que ganhou uma versão de entrada, uma maquiagem leve para ficar em dia e uma suspensão mais moderna. Não era exatamente algo que os brasileiros estavam aguardando ansiosamente — a espera é pelo Jetta nacional com motor 1.4 TSI, mas essa é uma outra história.

O lançamento que promete fazer barulho de verdade neste primeiro semestre é o Jeep Renegade, o primeiro modelo nacional da marca. Ele já está sendo produzido na nova fábrica da Fiat-Chrysler em Pernambuco e chegará às lojas entre março e abril. A espera é justificada: o Renegade promete ser um rival de peso para Duster e EcoSport, os queridinhos do segmento, mas não apenas por uma questão de preço, status ou pelo visual descolado, e sim por sua estirpe genuinamente off-roader — e isso não é exagero.

Nos últimos anos a Jeep tentou expandir sua participação no mercado de crossovers com o Compass, um rival para o Honda CR-V e Hyundai Tucson/iX 35. Mas com um visual sem grandes novidades (ele era a cara do Grand Cherokee) e um conjunto mecânico apático para um Jeep — um 2.0 de 156 cv combinado a um câmbio CVT ligado apenas às rodas dianteiras do crossover de 1.400 kg — ele conseguiu números apenas razoáveis de desempenho e de vendas no Brasil e nos EUA.

Unknown-13

Com a chegada da Fiat, ou melhor dizendo, com a compra da Chrysler pela Fiat, a Jeep assumiu uma nova postura para o futuro, bem mais fiel às suas raízes fora-de-estrada. É por isso que o Renegade promete ser mais que um jipinho urbano e altinho para mulheres urbanas que querem um carro altinho: apesar da plataforma compartilhada com a Fiat — batizada Smal-Wide 4X4 — ele terá tração integral com reduzida, ângulos de ataque e saída dignos de um bom off-roader e, pasme, até motores diesel. Veja a seguir tudo o que sabemos sobre ele até agora.

 

Unknown-1

 

Motor e câmbio

O Renegade nacional será oferecido em três versões: Sport, Longitude e Trailhawk. As duas primeiras serão equipadas com o motor 1.8 EVO Flex de 132 cv e 18,9 mkgf, que poderá ser combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis marchas, sempre conectados às rodas dianteiras; ou com o motor 2.0 turbodiesel de 170 cv combinado a um câmbio automático de nove marchas com relação reduzida e conectado permanentemente às quatro rodas. Este último será a única opção de motorização da versão Trailhawk.

Unknown-15

Nas versões diesel o Renegade terá primeira marcha reduzida, tração 4×4 (permanente na Trailhawk) e sistema Selec-Terrain com ajustes de terreno e controle de descidas. A reduzida — aqui obtida por uma relação mais curta da caixa de nove marchas fornecida pela ZF, e não por uma caixa auxiliar — e a tração 4×4 são requisitos das leis brasileiras para homologar um veículo com motor a diesel. Na Trailhawk o sistema Selec-Terrain terá cinco variações, em vez de apenas quatro como no Sport e no Longitude. Nas versões inferiores, os modos são Automático, Neve, Areia e Lama, e no Traihawk há também o modo “Rock”, para terrenos rochosos.

renegade-jeep (12)

Na versão Trailhawk o câmbio tem diferencial encurtado — a relação passa de 3,734:1 para 4,334:1 — que permite uma redução total de 20:1 para subidas mais severas (chamada “rock climbing” pela Jeep, algo como “escala-rochas”) quando combinado com a primeira marcha com relação reduzida de 4,71:1.

 

Versões e equipamentos

Renegade Sport

sport

O modelo de entrada será o Sport Flex, que deverá partir de R$ 68.000 com motor 1.8 e câmbio manual. Por esse preço ele vem equipado com ar-condicionado, direção com assistência elétrica, travas e vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores com ajuste elétrico, sistema de áudio com seis alto-falantes, conexões Bluetooth e USB, leitura de mp3 e controles no volante, faróis de neblina, luzes diurnas, maçanetas e retrovisores externos pretos, cruise-control e limitador de velocidade, sensor de estacionamento traseiro e espelho de cortesia com iluminação.

O pacote de segurança inclui os obrigatórios airbags frontais e ABS com EBD e BAS, controle de estabilidade, controle eletrônico de rolagem da carroceria (ERM), assistente de partida em rampas (HSA), ISOFIX para cadeiras infantis, sistema de alerta de frenagem de emergência e controle de oscilação de reboque (TSC). As rodas de 16 polegadas são de liga leve e calçam pneus 215/85.

Unknown-7

Tanto na versão diesel quanto na versão flex a lista de opcionais é formada por três pacotes e teto solar panorâmico. Os pacotes são:

Áudio: sistema multimídia com touchscreen de cinco polegadas, conexões Bluetooth e USB, comandos por voz, navegação GPS, câmera de ré e oito alto falantes e subwoofer

Safety: inclui airbags laterais dianteiros, de cortina e de joelhos para o motorista, e sensor de pressão dos pneus.

Comfort: retrovisores externos com rebatimento elétrico, banco do passageiro dianteiro com porta-objetos sob o assento e encosto dobrável, tomada de 12 volts no porta-malas, tomada de 127 volts e lanterna removível.

 

Renegade Longitude

Unknown-16

O Renegade Longitude será a versão intermediária do crossover. Ainda não há preços divulgados, mas nossa aposta é que ela parta de R$ 75.000 e seja equipada apenas com câmbio automático de seis marchas na versão a gasolina.

De série ela traz os mesmos itens básicos da versão Sport e acrescenta à lista ar-condicionado digital de duas zonas, sistema multimídia com touchscreen de cinco polegadas, USB, Bluetooth, comandos de voz, borboletas para troca de marchas, câmera de ré, barras longitudinais no teto (tipo “rack”), maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, banco do passageiro com porta-objetos no assento e encosto dobrável, luz ambiente, e tomada de 12 volts no porta-malas. As rodas são de 17 polegadas e calçam pneus 215/60.

renegade-jeep (9)

Como o Sport, tanto a versão diesel quanto a versão flex têm os mesmos opcionais: rodas de liga leve de 18 polegadas com pneus 225/55, teto solar panorâmico e outros quatro pacotes de equipamentos:

Pacote com rodas de liga leve de 18 polegadas e bancos de couro

Safety: com airbags laterais dianteiros, de cortina e de joelhos para o motorista, e sensor de pressão dos pneus.

High Tech: com detector de pontos cegos, estacionamento semi-automático, sistema keyless, sensores de chuva e de luminosidade, retrovisor eletrocrômico, tomada de 127 volts, retrovisores com rebatimento elétrico e lanterna removível.

renegade-jeep (10)

 

Faixa “vermelha” do conta-giros é uma mancha de lama – um dos vários easter eggs do modelo

Pacote com bancos de couro, faróis de xenônio, banco do motorista com ajustes elétricos, display de sete polegadas reconfigurável no painel de instrumentos, e sistema multimídia com touchscreen de 6,5 polegadas, duas entradas USB, comando de voz e oito alto-falantes e subfwoofer.

 

Renegade Trailhawk

renegade-jeep (1)

O Renegade Trailhawk será a versão topo de linha e aquela que fará jus ao nome da marca. Ela será oferecida somente com a motorização diesel, e terá suspensão elevada e ângulos maiores de ataque, transpasse e saída. São 22 cm de vão livre do solo, e 31, 26 e 34 graus de ataque, transposição e saída, respectivamente. Como dito anteriormente, o Trailhawk usa relação mais curta do diferencial, ganchos de reboque (dois na frente e um atrás) e rodas de 17 polegadas com pneus off-road 215/60.

2015 Jeep Renegade Trailhawk

Unknown-10

A textura do porta-objetos é um mapa topográfico do deserto Moab, nos EUA

Ele também será o modelo mais caro do Renegade, mas terá uma lista de itens de série mais generosa, além de mais capacidade off-road. A lista inclui todos os equipamentos básicos do Longitude e acrescenta sistema multimídia com touchscreen de sete polegadas, barras longitudinais no teto, retrovisores externos na cor cinza, adesivos no capô, sensores de luminosidade e de chuva, interior exclusivo com detalhes em vermelho no painel e portas, retrovisor eletrocrômico, tração 4×4 permanente e controle de descida.

renegade-jeep (15)

Unknown-8 Unknown-6

 

Silhueta do Jeep Willys na borda do para-brisa e “face” da marca nas lanternas — os “easter eggs” estão por toda parte

 

A lista de opcionais ainda não foi divulgada, mas é certo que o Trailhawk terá teto solar panorâmico como os demais.

 

 

Matérias relacionadas

O que aconteceu com o Porsche Carrera GT e o Lamborghini Murciélago da Polícia Federal?

Dalmo Hernandes

Os cinco carros zero km que eu compraria em 2017

Leonardo Contesini

Os 15 carros mais econômicos do Brasil em 2016 – e os 15 mais beberrões, também

Dalmo Hernandes