A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
FlatOut

O novo McLaren Speedtail, Volkswagen T-Cross apresentado no Brasil, a picape de quase 1.000 cv de Ken Block e o melhor da semana no FlatOut!

Passou a semana limpando as fotos e memes dos seus grupos de Whatsapp antes que seu celular explodisse? Ficou fazendo campanha online e por isso não teve tempo de visitar seu site de carros favorito? Não se preocupe: aqui está nosso resumo com tudo o que rolou de mais importante na última semana, assim você não fica destracionando por aí!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Volkswagen apresenta T-Cross no Brasil

volkswagen-t-cross-brasil

 

O outro grande destaque desta semana foi o Volkswagen T-Cross, que finalmente foi revelado depois de meses de teasers, avaliações de protótipos, rumores e boatos e projeções especulativas. O modelo será oferecido na América do Sul, na Europa e na Ásia, porém o modelo latino será diferente dos demais. Somente o T-Cross brasileiro tem entre-eixos de 2,65 metros como o Volkswagen Virtus (os demais usam o entre-eixos de 2,56 do Polo) e também por ter para-choques próprios, estilizados segundo a opinião de clientes potenciais em clínicas de estilo, e o motor 1.4 TSI de 150 cv.

A versão de entrada, contudo, será equipada com o motor 1.0 TSI de 128 cv combinado a um câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis marchas da Aisin, enquanto o modelo 1.4 TSI de 150 cv será combinado somente à caixa automática. Independentemente da configuração, o T-Cross terá apenas tração dianteira.

volkswagen-t-cross-brasil (1)

O interior do T-Cross brasileiro também será diferente do europeu: a arquitetura básica é a mesma do Polo, e ele também terá o quadro de instrumentos digital, mas seu volante será o mesmo do Polo e do Up, em vez de exclusivo do T-Cross como na Europa. A versão brasileira também terá iluminação ambiente interna (como no novo Jetta); teto solar panorâmico — que, segundo a Volks, é o maior da categoria —; bem como saídas de ar e um par de portas USB para os passageiros do banco de trás.

volkswagen-t-cross-brasil (2)

Os preços ainda não foram divulgados, mas acredita-se que ele custará entre R$ 90.000 e R$ 120.000. Teremos mais informações durante o Salão do Automóvel, onde ele será apresentado ao público.

 

McLaren revela Speedtail, o sucessor do F1

Speedtail-side

A grande novidade da semana foi o McLaren Speedtail, o sucessor espiritual do McLaren F1 segundo a própria fabricante. Como o F1, o Speedtail também tem um cockpit avançado, dianteira baixa e configuração de três bancos em delta, com o motorista em posição centralizada à frente e os dois bancos dos passageiros mais recuados, em cada lado do motorista.

mclaren-speedtail-10-1540503424

O hipercarro tem uma carroceria fluida e sem apêndices aerodinâmicos, usando apenas sua superfície para trabalhar o fluxo do ar por meio de dutos e vincos, bem como um spoiler traseiro ativo formado por um recorte flexível da fibra de carbono que forma a carroceria. Seu método de construção, aliás, permite um espaçamento de apenas 1 mm entre os painéis o que contribui para a redução do arrasto aerodinâmico do carro, auxiliando-o a atingir os 403 km/h — que fazem dele o carro mais rápido da história da McLaren.

side-shot-Speedtail

A motorização ainda não foi revelada — a McLaren se limitou a dizer que ele usa um powertrain híbrido de 1.035 cv, que fazem dele também o carro mais potente da história da marca. É provável que ele seja equipado com o mesmo V8 biturbo de quatro litros e 800 cv do Senna, combinado a uma versão atualizada do motor elétrico do P1. Veja o post completo aqui.

 

Ferrari Purosangue flagrada em testes

A Ferrari Purosangue foi flagrada em testes na fábrica pelo canal SupercarNews. Ela ainda está usando a carroceria da GTC4Lusso, mas é possível ver a suspensão mais elevada pelos vãos entre os pneus e os para-lamas. O fato de a GTC estar sendo usada como mula de testes vai ao encontro do que fontes ligadas à Ferrari já disseram anteriormente à imprensa europeia sobre a Purosangue usar um sistema de tração nas quatro rodas semelhante ao do grã-turismo da marca.

 

Ford terá Edge ST no Brasil, rival para o Jeep Compass e EcoSport sem estepe na traseira

Nesta semana a Ford confirmou a importação do Edge ST, e também anunciou o EcoSport sem estepe na traseira e o novo crossover Territory, que irá competir com o Jeep Compass. O Edge ST chegará em 2019 com o motor V6 biturbo de 2,7 litros e 335 cv combinado ao câmbio automático de oito marchas e um pacote de tecnologias semi-autônomas. Será o primeiro modelo da linha esportiva da Ford no Brasil, capaz de chegar de zero a 100 km/h em 5,9 segundos e à máxima de 250 km/h limitada eletronicamente.

2019-ford-edge-st-lead-yo-1537372537

Em 2019 também chega o EcoSport sem estepe, que agora está alinhado ao modelo oferecido na Europa e nos EUA, e perderá as versões 2.0 com tração dianteira, passando a usá-lo somente na versão Storm 4WD. As demais usarão todas o motor 1.5 Dragon, de três cilindros e 137 cv. Sem o estepe, para não diminuir o volume do porta-malas o modelo será equipado com pneus run-flat.

ford-territorry-br-2

A maior novidade, contudo, é o Territory, que será posicionado acima do EcoSport, competindo com o Tiguan e com o Jeep Compass, em um papel parecido com o do Ford Kuga na Argentina e Europa. O modelo foi desenvolvido na China pela Ford em parceria com a JMC Yusheng e tem 4,58 metros de comprimento, 1,93 metro de largura, 1,67 metro de altura e 2,71 metros de entre-eixos. Seu motor é o 1.5 EcoBoost de 163 cv (a versão turbo do 1.5 Dragon) que trabalha combinado ao câmbio automático de seis marchas.

 

 

Placas do Mercosul continuam a ser instaladas apesar da suspensão

xdetran-ve-corrida-para-trocar-placas-de-veiculos-pelo-modelo-mercosul.jpg.pagespeed.ic.3OAnfWw5ia

A liminar que suspendeu a substituição das placas do Mercosul foi acatada pelo Contran nesta semana e deveria ter interromper a instalação das novas placas nos lugares onde ela já foi adotada, caso do Rio de Janeiro. Contudo, segundo reportagem do portal G1, o Detran-RJ consultou o Denatran para saber como proceder diante da suspensão e a resposta, aparentemente, é continuar os emplacamentos normalmente. A orientação se baseia no fato de o Detran do Rio de Janeiro precisar suspender o emplacamento para voltar a adotar o sistema antigo, o que cessaria os emplacamentos no estado por alguns dias. Além disso, a liminar não determinou se as placas antigas devem voltar a ser usadas durante a suspensão. Diante disso, o Detran do RJ continua fazendo a substituição.

 

 

Pirelli apresenta pneus da Fórmula 1 para 2019

0

A Pirelli apresentou a gama de pneus para a temporada de 2019 da Fórmula 1. Eles usarão apenas três cores de identificação para cada corrida — branca para o duro, amarela para o médio e vermelho para o macio — porém com variações de cada composto de acordo com a corrida.

Os pneus duro, médio e macio irão variar de acordo com as diferentes características de cada pista. Por exemplo, o vermelho macio para a etapa de Mônaco será significativamente diferente do que o vermelho macio escolhido para as etapas de Silverstone, na Inglaterra, e Suzuka, no Japão. O número exato de compostos disponíveis, cobrindo do macio ao duro, será anunciado em dezembro deste ano, após homologação da Federação Internacional de Automobilismo.

Para a próxima temporada, antes de todas as etapas, a Pirelli revelará quais compostos exatos foram selecionados para comporem as seleções de duro, médio e macio, para o fim de semana. Este novo sistema torna mais simples para os fãs casuais identificarem a diferença entre os pneus utilizados pelos pilotos e, ainda, permite que torcedores com mais conhecimento da Fórmula 1 saibam quais compostos específicos estão sendo usados com mais detalhe. As cores dos pneus intermediários, verde, e para chuva, azul, do modelo Cinturato, por outro lado, permanecem as mesmas para o ano que vem.

 

Ken Block apresenta a Hoonitruck, sua nova picape

1504f7dc-1977-ford-f150-hoonitruck-01

Depois dos Fiesta, dos Focus, dos Hoonicorn, do Escort RS Cossie e do RS200, Block decidiu criar uma picape, a Hoonitruck. O modelo é baseado na Ford F-150 dos anos 1970 — a mesma que tivemos aqui no Brasil — e, segundo Block, a escolha tem uma motivação pessoal: seu pai teve uma dessa e foi nela que Ken aprendeu a dirigir, na metade dos anos 1980. Claro, a Hoonitruck é um pouco diferente e um pouco mais potente que a F-150 do Sr. Block.

7371c94a-1977-ford-f150-hoonitruck-04

Começando pela carroceria: em vez do velho aço estampado, a nova carroceria é feita inteira de alumínio de graduação aeronáutica, com para-lamas alargados e uma asa traseira, e o cofre agora hospeda um motor menor, mas com quase cinco vezes mais potência: sai o V8 FE e entra o 3.5 V6 Coyote/EcoBoost com dois turbos, vindo direto do cofre do atual Ford GT — mas não da versão de rua, e sim da versão de pista, o que significa que ele tem 927 cv e 96,8 kgfm, que são enviados para as quatro rodas de 20 polegadas por meio de uma transmissão Sadev de seis marchas.

9dddb6d0-1977-ford-f150-hoonitruck-03

O projeto foi desenvolvido ao longo dos últimos dois anos e se tornou “um dos veículos mais ‘badass’” que Block já viu, segundo suas palavras. O carro irá estrear em Gymkhana Ten, que será exibido pelo Amazon Prime a partir de 7 de dezembro e pelo YouTube a partir de 17 de dezembro.

 

Audi R8 ganha facelift

2019-audi-r8

Você deve lembrar que, na ocasião do lançamento do R8 LMS em Paris, dissemos que o modelo de pista da Audi acabaria influenciando o facelift da versão de rua do supercarro. Pois bem, aí está: o R8 com seu novo visual inspirado no LMS.

2019-audi-r8-2

As mudanças são sutis, e passam pela grade central mais larga e com elementos verticais para separá-la das tomadas de ar laterais. Na traseira, ele tem um respiro para o cofre se estendendo por todo o painel e o difusor ficou mais pronunciado.

2019-audi-r8-1

Os detalhes decorativos externos agora são pintados de preto brilhante na versão básica e acabamento titânio fosco na versão Performance Quattro. O motor continua o mesmo V10 de 5,2 litros, porém agora com a potência aumentada em 50 cv, passando de 570 para 620 cv.

 

Caoa Chery Arrizo 5 chega em novembro por R$ 70.000

arrizo-5-4-

Depois de popularizar a Hyundai no Brasil, a Caoa, agora fundida com a Chery, pretende fazer o mesmo com os modelos da fabricante chinesa, começando pelo Tiggo 2, lançado em abril deste ano. Agora, a próxima aposta é o sedã médio Arrizo, que tem um porte semelhante ao do Honda Civic da geração anterior, porém será posicionado na faixa de preços dos sedãs médio-compactos como Volkswagen Virtus, Fiat Cronos e Honda City.

arrizo-5-1-

Com preços entre R$ 69.000 e R$ 79.000, o sedã será oferecido em duas versões, ambas equipadas com o novo motor 1.5 turbo flex de 150 cv, combinado a um câmbio CVT. A lista de série da versão de entrada, RX, inclui DRL, lanternas de LED, rodas de liga leve de 16 polegadas, controles de tração e estabilidade, ar-condicionado eletrônico, sistema multimídia com tela de 7 polegadas, câmera de ré e sensor de estacionamento e cruise control. A versão de topo RXL inclui airbags laterais, bancos de couro e teto solar. O modelo será apresentado ao público durante o Salão do Automóvel, que começa no próximo dia 8 de novembro, e terá suas vendas iniciadas logo em seguida.

 

Mercedes-AMG CLS53 chega ao Brasil por R$ 600.000

MerCLSBR-br

Lançado em janeiro nos EUA e Europa, a terceira geração do Mercedes CLS está desembarcando no Brasil em sua versão mais radical, a CLS 53 AMG. O modelo é equipado com o novo seis-em-linha turbo da marca, combinado a um motor elétrico de 48 volts e chega ao Brasil por R$ 599.900.

cls

O conjunto híbrido leve fornece 457 cv às quatro rodas por meio do câmbio automático 9G-Tronic e do sistema de tração nas quatro rodas 4Matic, que distribui o torque para as rodas dianteiras de acordo com a demanda por tração. Como explicamos neste post, o motor seis em linha usa um turbo elétrico, que tem o eixo de sua turbina ligado ao motor elétrico para mantê-lo girando em situações de baixa aceleração ou frenagem, minimizando o turbo lag. O sistema também substitui o alternador e motor de partida, além de fornecer potência e torque ao virabrequim (22 cv e 25,5 kgfm) e gerar energia para as baterias. Com isso, o conjunto leva o sedã-cupê aos 100 km/h em 4,5 segundos e à máxima de 250 km/h.

Por dentro, o CLS53 foi um dos primeiros modelos a adotar o painel digital configurável com duas telas, e também ganhou bancos e volante esportivos da AMG com revestimento de couro preto contrastado pelas costuras vermelhas.

 

Exclusivo para assinantes

Encerramos a trajetória de Walter Owen Bentley com as duas últimas partes de sua história: as 24 Horas de Le Mans, os Bentley Boys e a quase-falência no segundo capítulo; e a compra da Bentley pela Rolls-Royce, a chegada à Aston Martin e seus últimos dias no capítulo final.

bentl-1 bentl-620x349

Leia aqui e aqui

Aproveitando os 50 anos do Ford Corcel, decidimos contar a história dos primos esportivos do sedã brasileiro: o Renault 12 Alpine, o Renault 12 Gordini, o Dacia 1310 e até mesmo o Renault 5 Turbo.

CORC-620x348

Leia aqui.

Atendendo a pedidos dos leitores, também contamos o nascimento, o auge e o declínio dos cinemas drive-in.

drivein-1-1-620x349

Leia aqui.

Falamos sobre o Alfa Romeo 147 GTA, um dos raros hot hatches equipados com motor V6:

alfa_romeo_147_gta_5-1-620x349

Leia aqui.

Contamos a história da equipe Jolly Club, que colocou o Fiat Uno para disputar o Grupo A do WRC.

4um37f6-1-620x349

Leia aqui.

E falamos um pouco sobre a tendência do banimento de carros previsto para um futuro próximo em algumas cidades.

IMG_1399.jpg.860x0_q70_crop-scale-620x349

Leia aqui.

 

Especiais do FlatOut

Contamos a história do Tour de Corse de 1986, que “matou” o Grupo B do WRC:

HenriToivonen_05-620x336

Leia aqui.

Contamos a história das picapes Silverado com motor de Corvette do Eddie Van Halen:

haen-620x349

Leia aqui.

Falamos sobre o Supra de rua mais rápido do mundo, com 1.800 cv:

41531903_251278912249484_1943746823715130505_n-620x349

Leia aqui.

Contamos a história do desconhecido Sinthesis 1970, um esportivo italiano com motor americano que foi feito pelo mesmo designer do De Tomaso Pantera.

544951-1000-0-620x311

Leia aqui.

E conhecemos um incrível Gol BX de 750 cv e tração quattro feito na África do Sul para disputar subidas de montanha:

19657364_1448329455227770_3100963358901894059_n-620x432

Leia aqui.

 

Novidades na Loja do FlatOut

Neste mês o FlatOut lançou três novos modelos de camisetas na FlatOut Official Gear. A Racecar Things, a Lasanha Racing e a If In Doubt FlatOut!

racecar-things-carrossel-1140x448

Nossos projetos automotivos frequentemente passeiam entre o mundo da ficção científica e o do terror – especialmente os dos anos 90, carros já com considerável volume de tecnologia embarcada! Clique para ver a camiseta.

lasanha-carrossel-1140x448

Se a Hoonigan tem alguns dos project cars mais insanos e bem feitos do mundo, Lasanheiros (como nós) estão sempre quebrados e encrencados com o seu projeto. Esta estampa traz uma forte dose de auto-ironia. Clique para ver a camiseta.

if-in-doubt-flatout-carrossel-1140x448

Tripla homenagem: a imortal frase do mestre dos ralis Colin McRae estampada em fonte inspirada na Porsche, com os clássicos racing stripes. Visual clean e elegante. Clique para ver a camiseta.

 

Matérias relacionadas

Empresas PME: novidades, lançamentos e descontos aos leitores do FlatOut!

Juliano Barata

A primeira corrida da minha vida: Lancer Cup!

Juliano Barata

Os cinco carros zero km que eu compraria em 2017

Leonardo Contesini