FlatOut!
Image default
Zero a 300

O novo Toyota Corolla Cross GR Sport, BMW X1 M Sport agora é versão de série, Nissa GT-R ganha um toque de nostalgia e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Toyota Corolla Cross GR Sport é revelado na Tailândia e pode vir ao Brasil

A Toyota não perdeu tempo e já apresentou uma nova versão para o Corolla Cross. Revelado na Tailândia, o Corolla Cross GR Sport mostra que a Toyota está levando a sério sua promessa de criar uma versão Gazoo Racing para cada modelo. No caso do Corolla Cross, naturalmente, não estamos falando de um SUV esportivo per se, mas sim de uma versão com inspiração esportiva.

O visual já razoavelmente agressivo do Corolla Cross ganha novos contornos na variante GR Sport, com para-choque dianteiro e grade exclusivos (com leve influência das picapes Hilux e Tundra, além do recém-renovado Land Cruiser) e acabamento externo com porções em preto, como a própria grade e o teto. O resultado é interessante e a cara da divisão GR, especialmente com pintura branca.

Não houve modificações no motor – que, na Tailândia, pode ser um 1.8 aspirado de 140 cv ou o mesmo conjunto híbrido do Corolla Cross brasileiro, composto por um motor 1.8 de ciclo Atkinson mais um motor elétrico para entregar 122 cv. Mas a Gazoo Racing colocou o dedo no projeto, ficando responsável pelo novo acerto da suspensão, que conta com amortecedores mais rígidos e barras estabilizadoras mais grossas.

Considerando o sucesso do Corolla Cross no Brasil, que só não é maior por conta das paralisações na indústria, é bem provável que a Toyota traga a versão GR Sport para o Brasil.

 

BMW X1 M Sport agora é versão fixa no Brasil

A BMW apresentou no ano passado o X1 M Sport, versão esportiva do crossover exclusiva para o mercado brasileiro e equipada com uma série de itens da divisão Motorsport. Na época, tratava-se de uma série limitada para celebrar os 25 anos da BMW no Brasil. Só que a recepção foi tão boa que a fabricante decidiu transformá-lo em versão fixa.

O X1 M Sport é equipado com suspensão mais baixa e amortecedores mais firmes, rodas de 19 polegadas com pneus 225/45 (run-flat), para-choques com faróis de neblina exclusivos e grade preto brilhante. Fora isso, ele tem kit aerodinâmico diferenciado, saída de escape dupla e pintura Branco Alpino, Preto Safira ou Cinza Mineral. No motor, nada muda: é o mesmo 2.0 turbo de 192 cv e 28,6 kgfm de torque, ligado ao mesmo câmbio automático de oito marchas – o bastante para ir de zero a 100 km/h em 7,7 segundos, com máxima de 225 km/h.

O BMW X1 M Sport só é possível por causa da produção nacional – a BMW pode, com isso, moldar seus modelos ao gosto do consumidor brasileiro. Para ter o crossover esportivo, é preciso desembolsar R$ 309.950.

 

Nissan GT-R 2022 é revelado no Japão e traz cores clássicas de volta

Para os padrões da indústria, o Nissan GT-R já é um ancião – em 2021, ele completa 14 anos. Mas ele ainda está em forma e, para a linha 2022, a Nissan decidiu dar a ele um toque de nostalgia.

Para isso, foram apresentadas duas versões especiais: Premium Edition T-Spec e Track Edition Engineered by Nismo T-Spec. Ambas somarão apenas 100 unidades, e os compradores serão selecionados por meio de um sorteio. Parece estranho para quase todo mundo, mas quem conhece as manias do mercado japonês sabe que, quando se trata de séries especiais de esportivos, as unidades costumam esgotar em poucas horas.

A versão Premium Edition T-Spec tem rodas exclusivas Rays que são mais largas e mais leves, além de suspensão retrabalhada e bancos com novas costuras. Já a versão Track Edition Engineered by Nismo T-Spec, além do nome gigantesco, recebe também teto e tampa do porta-malas em fibra de carbono.

Só que a novidade mais interessante para as novas versões está no catálogo de cores: ambas podem ser compradas na cor roxa “Midnight Purple” ou verde “Millenium Jade”. As duas tonalidades tornaram-se icônicas no Skyline GT-R e vestem muito bem seu sucessor espiritual.

O que não muda, obviamente, é a mecânica: o motor V6 VR38DETT permanece, bem como a transmissão de dupla embreagem e sete marchas. Na versão Premium ele desenvolve 570 cv e na Track Edition, 600 cv.

 

Land Rover Defender 90 ja pode ser encomendado por R$ 540.000

A Land Rover enfim resolveu trazer o Defender de duas portas – ou Defender 90 – para o Brasil. O SUV-que-já-foi-jipe custa R$ 539.950 na versão única SE, e já pode ser encomendado em regime de pré-venda.

Com o entre-eixos mais curto, o Defender 90 troca espaço interno por desenvoltura no off-road (ainda que dificilmente um SUV recheado de mais de R$ 500.000 vá ser usado longe do asfalto). O Defender 90 tem 4,58 metros de comprimento e 2,58 m de entre-eixos, enquanto a versão 110 tem 5,02 metros de comprimento e 3,02 m de entre-eixos.

O motor do Defender 90 é o mesmo 2.0 Ingenium P300 usado pelo Defender 110, com 300 cv e 40,1 kgfm de torque, ligado a um câmbio automático de seis marchas.

E o carro é igualmente bem equipado, com uma suíte completa de assistências ao motorista, o sistema Terrain Response 2 (que identifica o tipo de terreno sobre o qual o carro está rodando a todo momento, ajustando tração, suspensão, freios e aceleração de acordo), e também o sistema Active Dynamics, que ajusta a suspensão automaticamente de acordo com a situação.

 

Ford Transit volta no último trimestre deste ano

A Ford anunciou nesta terça-feira (14) que irá relançar a van Transit no Brasil neste último semestre de 2021. O modelo já havia sido confirmado pela fabricante no final do ano passado, e faz parte da reestruturação da marca no Brasil. Tanto que, para brigar de forma mais competitiva no mercado brasileiro, a Ford anunciou a criação de uma divisão de veículos comerciais, a Ford Pro.

O modelo, que já foi vendido no Brasil entre 2009 e 2014, será trazido agora do Uruguai, onde é montado com componentes importados da Turquia. Para contornar a questão da variação cambial — que motivou a  da Argentina, Uruguai e Brasil.

Apesar de ser importada e montada no Uruguai, esta versão que será oferecida no Brasil passou por um processo de desenvolvimento para o mercado local. De acordo com a Ford, as adaptações da Transit foram um processo de 20.000 horas de engenharia, 2.400 horas de testes e 1.000.000 de quilômetros para validar o modelo.

Os primeiros modelos a serem oferecidos no Brasil serão as versões de passageiros, que têm quatro versões — 14 ou 15 passageiros com chassi curto, e 17 ou 18 passageiros com chassi alongado. A versão de carga, com as laterais fechadas, chegam no começo de 2022, também com chassi curto ou longo — 10,7 m³ no modelo curto ou 12,4 m³ no modelo longo. Ainda não foram divulgadas as especificações técnicas desta nova Transit, mas considerando que o motor diesel atende as normas de emissões Euro 6, é muito provável que o motor seja o mesmo do modelo europeu, um 2.0 turbodiesel de 170 cv ou 213 cv, com câmbio manual de seis marchas ou automático de 10 marchas. (Leo Contesini)

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora