A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Lançamentos Projetos Gringos

O Shelby Cobra voltará a ser fabricado exatamente como ele era em 1962 – incluindo o motor V8 260!

Recentemente você deve ter visto algo a respeito do primeiro Shelby Cobra de todos os tempos, o “CSX2000”. Ele nasceu em 1962, quando Carroll Shelby colocou um V8 Ford de 260 pol³ no roadster britânico AC Ace e criou uma lenda.

O carro original jamais deixou as mãos de Carroll Shelby, que o dirigiu até sua morte, em maio de 2012. Até que, em agosto de 2016, ele foi leiloado em Pebble Beach por US$ 13.750.000, ou quase R$ 45 milhões, tornando-se o quarto carro mais carro arrematado no evento – mesmo que jamais tenha sido restaurado, conservando o motor V8 260 original e até mesmo os rasgos nos bancos (pois, há muitos anos, Shelby havia dito que quem consertasse os bancos do seu carro seria demitido). Nada mais justo para um dos maiores ícones americanos.

Agora, aproveitando o embalo, a AC Cars decidiu que construirá uma série limitada de nove exemplares do Cobra exatamente iguais ao CSX2000. E isto inclui até mesmo o motor!

cobra-cobra (8)

A AC Cars ainda existe, agora chamada AC Heritage. Seu atual dono, Alan Lubinsky, comprou a empresa em 1996 e, desde então, até trabalhou junto com a Shelby, fornecendo componentes para a fabricação de novos exemplares do Cobra. Até hoje é possível comprar um Shelby Cobra novinho em folha, com motor V8 427, melhor isolamento acústico e opcionais como carroceria de fibra de carbono, rodas de 17 polegadas e outras modernidades.

O que a AC Cars está fazendo agora é, simplesmente, voltar ao passado. Usando todo o ferramental original, os caras vão construir nove exemplares idênticos ao carro que Carroll Shelby construiu em 1962. O carro se chamará AC Cobra Mk1 260 Legacy Edition.

cobra-cobra (6)

O projeto está sendo encabeçado por Lubinski e Steve Grey, responsável pela concessionária da AC Heritage em Weybridge, na Inglaterra. De acordo com a Autocar, que conversou com os caras, Grey é um dos maiores conhecedores da história da AC Cars e, atualmente, é dono de boa parte dos documentos, dos projetos e do ferramental da companhia na década de 1960.

Isto tornará possível construir os novos carros usando os moldes de madeira originais para a carroceria de alumínio e chassis do tipo escada, com as dimensões exatas do original projetado por John Tojeiro na década de 1950 – incluindo feixes de molas transversais na dianteira e eixo rígido na traseira. Nada de braços sobrepostos nos quatro cantos, como nos Cobra modernos.

cobra-cobra (1)

Todos terão volante do lado esquerdo, freios traseiros inboard e até mesmo motores V8 Ford de 260 pol³, e tudo será feito usando técnicas e materiais tradicionais. De acordo com Lubinski, conseguir um fornecedor novos motores foi uma das partes mais difíceis, pois se trata de um projeto bem antigo. Descolar nove motores de Mustang seria bem mais simples, mas o projeto perderia sua essência.

Os carros só estarão disponíveis em duas cores: azul e amarelo. Há uma boa razão para isto, também: quando Carroll Shelby levou o primeiro AC Cobra para os EUA, ele era azul. Depois do primeiro teste feito pela imprensa, o carro foi enviado de volta a Shelby, que o pintou de amarelo e o mandou para outra revista. Desse modo, todo mundo achou que ele já havia feito mais de um carro… o que era mentira, mas ajudou a construir a imagem da companhia.

3810076021_70db97095e_b

Os planos de Gray incluem começar a construir os carros ainda neste ano, e entregar os primeiros três exemplares no primeiro semestre de 2017. Cada um deles vai custar £ 500 mil, ou o equivalente a R$ 2,1 milhões, mais impostos. É um preço pequeno a se pagar por aquilo que será o mais próximo possível do Cobra original de Carroll Shelby, não concorda?

Fotos: AC Cars

Matérias relacionadas

Se meu Fusca falasse: as diferentes versões de Herbie no cinema

Dalmo Hernandes

Leilão bate recorde de vendas com mais de US$ 113 milhões — veja os carros mais caros

Dalmo Hernandes

O Honda Prelude de tração traseira (!) e motor Cosworth que arrepiou no Reino Unido

Dalmo Hernandes