FlatOut!
Image default
Zero a 300

O visual do novo VW Polo 2022, um Subaru Impreza WRX STi de R$ 1,7 milhão, piloto de Kart é banido das pistas por 15 anos e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Volkswagen Polo 2022 aparece antes da hora em fotos vazadas

Mal foi revelado o primeiro teaser do Polo 2022, que trará a primeira grande reestilização do modelo, e já aparecem as primeiras fotos vazadas. Elas mostram o carro todo – frente, traseira, laterais e interior – e podemos ver que o Polo ficará mesmo mais parecido com o Golf.

Na frente, faróis mais afilados e com novo contorno são complementados por DRLs de LED e uma nova grade que, como no VW Taos, traz uma barra iluminada. É um estilo sofisticado, que deverá se fazer presente nas versões mais caras. Na traseira, as lanternas com extensões horizontais na tampa do porta-malas também são parecidíssimas com as peças do Golf. Nas laterais nada muda, exceto pelo desenho das novas rodas.

No interior, a única grande mudança é o novo volante, igual ao do Volkswagen Nivus – e, como de praxe, haverá novos acabamentos e revestimentos. No Brasil ainda teremos a nova central multimídia VW Play, desenvolvida no Brasil, que estreou também no Nivus e recentemente foi incluída no T-Cross.

O novo Polo fará sua estreia internacional amanhã (22), e deverá começar a ser vendido na Europa logo em seguida. No Brasil ele só chegará em 2022.

 

Subaru Impreza WRX 22B é leiloado pelo equivalente a R$ 1,74 milhão

É bem provável que o Subaru Impreza WRX STi 22B seja o mais emblemático da família. Com um motor exclusivo de 2,2 litros, o especial de homologação foi produzido em quantidade limitada apenas para permitir que a Subaru competisse no WRC e, como conta a famosa lenda, teve suas 400 unidades esgotadas em meia hora depois do lançamento.

O 22B era o único Impreza WRX STi que vinha de fábrica com o motor EJ22, uma encarnação mais potente e giradora do flat-4 turbo – tinha 280 cv declarados e cerca de 300 cv na prática. Também era o único, até então, com carroceria de duas portas e para-lamas alargados.

Isso deve ajudar a explicar como um exemplar foi vendido, no último dia 19, por nada menos que US$ 312.555 – o equivalente a R$ 1,74 milhão na cotação atual. Sem falar na coincidência do preço com o número “555”, marca de cigarros que patrocinava a Subaru no começo da década de 1990.

O carro estava anunciado em um leilão no site Bring a Trailer e, apesar do número relativamente alto no hodômetro (40.000 milhas, ou cerca de 64.000 km, bastante para colecionáveis como este), seu estado de conservação é absurdo. O carro foi importado para os EUA na condição de modelo de exibição – amparado pela lei do Show or Display – e, para trocar de mãos, precisará passar por uma vistoria feita pela NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) que certamente adicionará uma boa dose de burocracia ao processo. Nosso palpíte, porém, é que o novo dono não está nem aí para esse pequeno contratempo.

 

Piloto de kart que jogou para-choque em colega é banido das pistas por 15 anos

Foto: Vroom Kart

Dizem que o automobilismo é um esporte difícil e punitivo, que exige não apenas preparo físico, mas também habilidade ao volante e controle emocional. Quando as coisas ficam complicadas, perder o juízo pode ser a pior escolha. Como aconteceu com Luca Corberi, piloto italiano de kart que, depois de agredir um colega de pista, tomou da FIA uma suspensão de 15 anos.

Há cerca de seis meses, Luca corria no Campeonato Mundial de Kart, um toque em seu carro o tirou da pista. Nervoso, ele arrancou o para-choque do seu kart e o atirou na pista – errando o alvo, mas acertando outro piloto. E, depois que a corrida acabou, ele foi até os boxes, encontrou o rival e começou a bater nele. Tudo foi registrado em vídeo, claro:

Nesta semana foi que a FIA tomou uma decisão a respeito do incidente, e decidiu banir Corberi de qualquer competição sancionada pela organização pelos próximos 15 anos.

Antes mesmo da divulgação da sentença, Corberi já tinha se manifestado na redes sociais, pedindo desculpas ao piloto agredido. Ele também anunciou que deixará para trás a carreira de piloto para sempre – o que, na prática, torna a punição da FIA uma mera formalidade. Mas fica a lição: mantenha o decoro na pista, não jogue pedaços do seu carro nos outros pilotos e, por tudo que é mais sagrado, não vá arrumar briga depois que a corrida terminou. Dá para resolver essas coisas de forma mais civilizada.

 

McLaren vende sua sede em Woking (mas vai continuar lá)

Em busca de um respaldo financeiro mais garantido nesses tempos de crise, a McLaren decidiu vender seu QG em Woking, no Reino Unido. Mas calma: a empresa vai continuar usando as instalações para desenvolver e produzir seus carros – na prática, nada vai mudar.

O complexo, construído em 2004, foi vendido para uma empresa imobiliária nova-iorquina chamada GNL por £ 170 milhões – o equivalente a mais de 1,3 bilhão. E a própria GNL agora vai receber um aluguel da McLaren por 20 anos.

Parece loucura – você venderia sua casa para ficar morando nela de aluguel? Acontece que, para uma empresa como a McLaren, é mais interessante apenas assinar um contrato de longo prazo e usufruir da estrutura, deixando os gastos com manutenção da propriedade com a GNL. Ambas as partes estão satisfeitas com o negócio.

 

F8XX: Ferrari F8 Tributo é a mais nova “vítima” da Mansory

Se você curte carros, deve saber que cada novo projeto da Mansory é motivo de uma nova polêmica. A preparadora alemã não é famosa por sua discrição, e sempre que um carro novo é modificado por eles, o público se divide – geralmente entre os que não curtem muito e os que odeiam.

A F8 Tributo modificada pela Mansory, batizada F88XX, não é exceção. A Mansory fez alterações radicais na carroceria, com uma nova dianteira, uma nova traseira e aparatos aerodinâmicos redesenhados – incluindo duas pequenas asas na traseira (inspiradas pela FXX-K, segundo a empresa), para-choque dianteiro com uma gigantesca entrada de ar e um difusor bastante complexo na traseira. Tudo com acabamento verde cintilante “Catania Green”, dourado e fibra de carbono exposta.

Honestamente, a Mansory já fez coisas bem mais exageradas. Além disso, eles fuçaram no motor: agora, o V8 biturbo de 3,9 litros entrega 880 cv e 99,9 kgfm de torque – um aumento de 160 cv e 21,4 kgfm. Com o câmbio de dupla embreagem e sete marchas, ela vai de zero a 100 km/h em 2,6 segundos, ou 0,3 segundo a menos que a original. Além disso, a velocidade máxima aumentou de 340 km/h para 354 km/h.

 

Volkswagen interrompe produção do Gol em Taubaté para receber Polo Track

O Polo Track, nova versão de entrada do modelo, deve começar a ser fabricado em breve. E a Volkswagen já se prepara: a linha de produção em Taubaté (SP) terá as atividades interrompidas, com férias coletivas aos funcionários, a fim de que o ferramental seja preparado para a plataforma MQB.

O Polo Track deverá continuar com o visual atual, enquanto o restante da linha 2022, também produzida em Taubaté, adotará o facelift a ser revelado amanhã (22). Além do Polo, outros carros que usam a MQB – T-Cross, Nivus e Virtus – eventualmente poderão ser fabricados no local.

Fala-se também em um novo modelo – o possível sucessor do Gol, chamado internamente de VW246, que está previsto para daqui a no mínimo dois anos. Ele deverá trazer a nova plataforma e vir de série com controles eletrônicos de tração e estabilidade, itens que se tornarão obrigatórios em todos os carros novos no Brasil a partir de 2024.

 

 

 

 

 

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora