A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Oldsmobile Jetfire: o primeiro carro turbo do mundo era americano

Enquanto entusiastas, todos nós temos preferências distintas. Há quem prefira, por uma razão ou outra, motores naturalmente aspirados, sem qualquer tipo de indução forçada – quem acha que, se um motor é potente, elástico ou torcudo, ele o deve ser por mérito próprio. Nada de "respirar por aparelhos". Mas também existem os que apreciam um bom motor turbinado – eficiência volumétrica e economia de combustível sendo dois de seus principais argumentos. Do ponto de vista puramente técnico e prático, há uma razão para que as fabricantes tenham adotado os turbocompressores em massa nas últimas duas décadas. Se antes os turbocompressores eram associados aos ícones japoneses, agora quase todos os esportivos mais tradicionais migraram para os turbocompressores. E mesmo os muscle cars, bastiões das polegadas cúbicas, ganharam versões turbinadas, no caso do Ford Mustang e do Chevrolet Camaro – o Dodge Challenger vem se mostrado o herói da resistência neste aspecto, com um bom e velho

Matérias relacionadas

Grupo C: a história da categoria mais icônica das 24 Horas de Le Mans

Dalmo Hernandes

Como o Gol era antes de se tornar o Gol que conhecemos há 40 anos?

Dalmo Hernandes

Esta Ford Transit com motor V6 biturbo de 550 cv foi a mula de testes do Jaguar XJ220

Dalmo Hernandes