A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos História

Os 60 anos do DS, o carro que redefiniu a Citroën – e os carros franceses

No dia 5 de outubro de 1955, em Paris, começava a história de um grande carro. Faz um pouco mais de 60 anos — mais precisamente, 60 anos e 9 dias —, mas a gente acha que ainda dá tempo de contar aqui no FlatOut um pouco sobre o Citroën DS, um dos maiores clássicos não apenas de sua fabricante, mas de toda a história do automóvel. Pensando bem, talvez este pequeno atraso até combine um pouco com o espírito do Citroën DS. Dizemos isto porque, apesar de ser um verdadeiro clássico, ele não era muito veloz: nunca teve motores de mais de quatro cilindros, e a versão mais potente fabricada (a última, de 1973) tinha 141 cv em seu motor 2.3 com injeção eletronica. No entanto, dá para dizer com toda a certeza que o DS é uma prova de que ser rápido não é a única coisa que transforma um automóvel em uma lenda. E, de qualquer forma, nada impediu o DS de fazer sucesso até mesmo nos ralis! Há algum tempo, contamos no site a história do Citroën Traction Avant, e dissemos que ele foi

Matérias relacionadas

Os carros mais sensacionais da ficção científica – parte 1

Dalmo Hernandes

Ayrton Senna, do coração – por Emerson Fittipaldi

Juliano Barata

Trailers e motorhomes: como surgiram as casas sobre rodas?

Dalmo Hernandes