A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Os estranhos mas divertidos cupês derivados do Mini

Se Sir Alec Issigonis voltasse hoje do além, e visse os Mini modernos, certamente morreria uma segunda vez. Nada daquilo parece remotamente parecido com o carrinho que criou ao fim dos anos 1950, a pedido de seu chefe, para enfrentar uma crise de abastecimento de petróleo (a crise do canal de Suez), e “acabar com os malditos microcarros” como o BMW-Isetta. O carro que Issigonis criou era um reflexo de sua personalidade: ascético, simples, barato, sem nenhum enfeite supérfluo ou equipamento de luxo. Mas ao mesmo tempo, elegante em desenho e engenharia, sofisticado e tecnologicamente avançado, econômico em uso de material mas sem pobreza no desempenho. Apesar de morar em casa pequena e sem firulas, e ter hábitos simples, Issigonis era uma pessoa sofisticada, poderosa, um nobre inglês com título e tudo. Seu carro era um reflexo de Issigonis como pessoa.   O M

Matérias relacionadas

Getaway in Stockholm: como um dos primeiros virais automotivos da internet se tornou um clássico do underground

Dalmo Hernandes

A língua do P: explicamos o confuso sistema de nomenclatura da Porsche

Leonardo Contesini

Off-road no gelo: uma road trip de 4.000 km ao redor da Islândia com um Suzuki Jimny

Leonardo Contesini