A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Os temperamentais motores V6 da Itália

Objetivamente, não existe dúvida: os alemães e japoneses fazem os melhores carros do mundo. Mas “melhor” é um adjetivo raramente objetivo. Se fôssemos movidos apenas por lógica e pelo bem coletivo, pelo objetivamente melhor, estaríamos todos andando por aí em cubos eletroautônomos anônimos, quando não usássemos o transporte público, acéfalos drones antropomórficos entrando e saindo de lugares de trabalho sem conversar ou rir, numa supereficiente sociedade utópica perfeitamente funcional e sem pegadas carbônicas. Mas felizmente ser humano é mais que uma formiga, e prefere uma morte violenta numa grande bola de fogo global à uma vida assim. Somos seres pensantes e independentes, com um espírito livre, grande, que quer expandir os horizontes da mente e da vida. Eficiência é a lógica das máquinas, não de gente. Gente quer mais que isso. Gente quer música, poesia, arte, não apenas matemática. Fiat 130 coupé: est

Matérias relacionadas

Bugatti Veyron: o guia definitivo com todas as versões do supercarro

Dalmo Hernandes

Este Datsun 260Z de com um 2JZ de 1.000 cv é o jeito finlandês de fazer as coisas

Dalmo Hernandes

Porsche 935: quando o 911 venceu as 24 Horas de Le Mans

Dalmo Hernandes