A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Paixão, talento e fibra de carbono: a história de Horacio Pagani, o pai do Zonda

"Contratem esse cara. Assinado: Juan Manuel Fangio.” Era mais ou menos isso o que estava escrito na carta de recomendação de Horácio Pagani quando ele saiu da Argentina e foi para a Itália atrás do sonho de fabricar carros. Foi o lendário pentacampeão mundial de Fórmula 1 quem indicou o jovem Pagani para a Ferrari e para a Lamborghini, e foi assim que a carreira do argentino na indústria dos superesportivos começou. Horacio Pagani nasceu no dia 10 de novembro de 1955, e completou 60 anos de idade na última terça-feira. Por isso, apesar do atraso, resolvemos homenageá-lo contando sua história. Horacio Pagani era filho de um padeiro argentino. Ele não teve uma infância exatamente rica como diversos ícones da indústria automotiva, mas o que ele tinha, e de sobra, era entusiasmo. Antes de completar dez anos de idade ele já era completamente doente por superesportivos, e sempre estava rabiscando carros de alto desempenho em qualquer papel que encontrasse. Não demorou para que ele

Matérias relacionadas

Honda fica na IndyCar, novo Subaru BRZ ganha teaser, Toyota pode lançar Yaris S e mais!

Dalmo Hernandes

Peugeot 806 Procar: a outra super minivan de corrida francesa

Dalmo Hernandes

Uma cafeteira para o painel do seu Fusca – e outros acessórios estranhos

Dalmo Hernandes