A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Paixão, talento e fibra de carbono: a história de Horacio Pagani, o pai do Zonda

"Contratem esse cara. Assinado: Juan Manuel Fangio.” Era mais ou menos isso o que estava escrito na carta de recomendação de Horácio Pagani quando ele saiu da Argentina e foi para a Itália atrás do sonho de fabricar carros. Foi o lendário pentacampeão mundial de Fórmula 1 quem indicou o jovem Pagani para a Ferrari e para a Lamborghini, e foi assim que a carreira do argentino na indústria dos superesportivos começou. Horacio Pagani nasceu no dia 10 de novembro de 1955, e completou 60 anos de idade na última terça-feira. Por isso, apesar do atraso, resolvemos homenageá-lo contando sua história. Horacio Pagani era filho de um padeiro argentino. Ele não teve uma infância exatamente rica como diversos ícones da indústria automotiva, mas o que ele tinha, e de sobra, era entusiasmo. Antes de completar dez anos de idade ele já era completamente doente por superesportivos, e sempre estava rabiscando carros de alto desempenho em qualquer papel que encontrasse. Não demorou para que ele

Matérias relacionadas

Land Rover Defender: seus quase 70 anos de história chegaram ao fim

Dalmo Hernandes

Qual é o melhor programa de fim de ano para um entusiasta?

Dalmo Hernandes

BMW 635CSi: a história do primeiro campeão do DTM – que não venceu nenhuma corrida

Dalmo Hernandes