A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Pick-up, perua, quatro portas: as variações de carroceria do Fusca que não existiram oficialmente

É difícil transmitir em palavras o quanto o Volkswagen Fusca é um carro emblemático na história automotiva mundial. Ele é um carro popular e querido em praticamente todos os países em que foi vendido, e conseguiu sobreviver por mais de seis décadas seguindo a mesma fórmula anacrônica graças a seu carisma, sua robustez e seu visual simpático que praticamente não mudou em seus 65 anos de fabricação, de 1938 a 2003. Na verdade a silhueta do Fusca é grande parte da razão para sua popularidade. O perfil arredondado, que lembra o de um besouro (como é apelidado em vários idiomas ao redor do mundo), é inconfundível e imediatamente reconhecido por qualquer um que já tenha visto um Fusca na vida. De fábrica ele só teve duas versões de carroceria: sedã dois-volumes de duas portas e conversível, e as reestilizações promovidas pela Volks jamais mexeram nisto. Mudavam as lentes dos faróis, o formato das lanternas, o desenho

Matérias relacionadas

Quase de brinquedo: este é o menor carro do mundo legalizado para as ruas

Dalmo Hernandes

Indian Motorcycle deixa o Brasil – veja as motos que acabamos de perder

Dalmo Hernandes

Challenge Stradale, Scuderia, Speciale: as Ferrari de pista que vieram antes da 488 Pista

Dalmo Hernandes