A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Polícia descobre esquema de roubo de carros na fábrica da Jeep, Lexus LF-A Nürburgring à venda por US$ 7 milhões, Brian Johnson pode sair do AC/DC por causa do automobilismo e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Polícia deflagra esquema de furtos na fábrica da Jeep

jeep-renegade-na-fabrica

A polícia civil de Pernambuco “desmontou” um esquema de furto de veículos na fábrica da Jeep, em Goiana/PE. A quadrilha descobriu uma falha no sistema de controle da produção e a aproveitou para roubar modelos Renegade zero-quilômetro.

Segundo o portal G1, o golpe foi descoberto quando um despachante foi à Delegacia de Roubos e Furtos buscar informações sobre como registrar um carro que não havia sido cadastrado na fábrica. O policial ficou desconfiado da história contada pelo homem, que disse ter recebido o carro de um funcionário da fábrica sem nenhum cadastro no órgão de trânsito, nem nota fiscal.

Depois de investigar o caso, a polícia prendeu o receptador na semana passada, após encontrar os três carros estacionados em uma padaria em Recife. O homem de 33 anos era o receptador e responsável pelo cadastro e venda dos carros roubados. Ele comprou os carros por R$ 40.000 e pretendia revendê-los por R$ 70.000. Além dele, ainda estão envolvidos um ex-funcionário de 25 anos e um intermediário, de 29 anos. Ainda não se sabe quantos carros foram roubados, mas a fabricante, segundo o G1, percebeu que ao menos dez carros foram levados dessa forma.

 

Picape Mercedes pode estrear ainda neste ano

Captura de Tela 2016-03-15 às 12.50.13

Depois de completar sua linha de SUVs com o GLC coupé, a Mercedes-Benz pretende lançar sua primeira picape de luxo ainda neste ano. Mais exatamente no começo de outubro, segundo o site AutoExpress.

O modelo, que será baseado no chassi da Nissan Navara/Frontier, terá design, motores e acabamento desenvolvido pela própria Mercedes. A picape deverá usar motores de quatro e seis cilindros a diesel e a gasolina — possivelmente os 2.0 turbo e V6 de três litros que já equipam os demais modelos da marca alemã — combinados com câmbio manual ou automático e será oferecida em três versões voltadas para o público tradicional de picapes. Ainda não se sabe o nome da nova picape, mas os rumores falam em Classe X e Classe Z — e nosso palpite aleatório é Classe U.

 

Lexus LF-A Nürburgring Edition está à venda por 7 milhões de dólares

lexus-lfa-nurburgring-edition-02

Em 2012, quando o Lexus LF-A deixou de ser produzido, você só precicsava de US$ 445.000 (e uma boa rede de contatos) para comprar um dos 50 modelos da Nürburgring Edition. Além do preço US$ 70.000 mais elevado, o modelo também tinha 10 cv a mais, spoiler dianteiro maior, asa traseira fixa, suspensão recalibrada, câmbio sequencial de seis marchas e novas rodas e pneus. Tudo para fazer o LF-A reduzir seu próprio tempo em Nürburgring em 8,85 segundos.

lexus-lfa-nurburgring-edition-04

Quem não conseguiu juntar os US$ 445.000 na época — ou chegou tarde demais — precisa recorrer ao mercado de usados. O primeiro deles só apareceu agora — e um pouquinho mais caro que em 2012. Em apenas quatro anos, o valor do modelo foi catapultado para insanos US$ 7.166.810 — uma valorização de aproximadamente 1.500%.

 

O vendedor não deu muitos detalhes sobre o carro, limitando a descrição ao chassi, número 00275, e à quilometragem do supercarro, apenas 680 km. O carro também está autografado pelo CEO da Toyota, Akio Toyoda. E aí? Será que ele vale tudo isso? Ou você iria para o Bugatti Chiron, Koenigsegg Regera, Huayra BC e afins?

 

Brian Johnson perdeu audição devido ao automobilismo — e pode ser demitido do AC/DC

brian johnson

WTF? Por que cazzo o FlatOut está dando uma notícia do mundo musical. Bem, é que nós encaramos Brian Johnson como um grande gearhead que, por acaso, é vocalista de uma das bandas mais legais de todos os tempos. Quer dizer, ao menos por enquanto, porque seu emprego como frontman do AC/DC pode estar com os dias contados. E a culpa é dos carros.

Não, os caras da banda não estão bravos porque ele vem se dedicando a coisas mais interessantes como 24 Horas de Daytona ou seu próprio programa de carros na televisão. Tudo isso é encarado numa boa pela banda. O problema é que esse envolvimento com os carros acabou custando caro para Brian — e nem estamos falando em cifras. Sua constante participação em eventos automotivos, como Daytona e Goodwood, acabou afetando perigosamente a audição do músico. E como você sabe, quem não ouve, não consegue cantar ou compor ou gravar. A menos que você seja Ludwig Von Beethoven, o que não é o caso.

O próprio Johnson confirmou seus problemas auditivos durante uma entrevista em 2014 no famoso programa de rádio de Howard Stern: “Eu obviamente tenho alguma perda auditiva. Tenho alguma perda no ouvido esquerdo, e não foi por causa da música. Perdi por usar um carro de corridas por muito tempo sem protetor auricular. Ouvi meu tímpano estourar pois esqueci de colocar os protetores antes de colocar o capacete. Foi assim que aconteceu. A música não teve nada a ver com isso.”

Agora, sua perda supostamente se agravou e por isso os caras da banda podem estar prestes a quicar Johnson da função de vocalista, o que o teria deixado deprimido, pois sua perda auditiva “nem é assim tão severa”. A informação é do site Ultimate Classic Rock, que também afirmou que Angus Young está procurando vocalistas convidados para a turnê deste ano, e uma nova formação para os próximos anos. Bem, Brian, caso não queiram mais sua voz, ao menos você já sabe para onde correr. For those about to race, we salute you.

 

Bentley Continental GT é flagrado em testes

2018-bentley-continental-gt-spy-photo

A próxima geração do Bentley Continental GT já está sendo testada, e acabou flagrada mais uma vez pelo pessoal do WorldCarFans. O modelo mantém seu visual característico, com conjunto óptico duplo, porém ganhou curvas mais leves, notadamente inspiradas no conceito EXP 10 Speed 6.

2018-bentley-continental-gt-spy-photo-1

O modelo usa a nova plataforma MSB, que será compartilhada com a nova geração do Porsche Panamera. Por isso, espera-se que o carro perda um peso considerável em relação aos 2.320 kg da atual geração. O motor é um W12 biturbo de seis litros, possivelmente uma variação do motor que equipa o Bentayga, com 600 cv e 91,6 mkgf.

2018-bentley-continental-gt-spy-photo-2

A nova geração do Continental GT deve aparecer na segunda metade de 2017, e não será a versão de produção do EXP 10 Speed 6, que já foi confirmada pela marca. Antes dele teremos um SUV médio, posicionado abaixo do Bentayga e só então a versão de produção do EXP1 10 chegará às ruas, algo que deve acontecer em 2020.

Matérias relacionadas

Chevrolet Onix zera crash test, motociclistas são maioria das vítimas nas Marginais de SP, BMW M2 ganha facelift (que ninguém percebeu) e mais!

Leonardo Contesini

Jaguar lança o novo E-Pace (literalmente), Ferrari testa o “para-brisa” da Fórmula 1, Velozes e Furiosos pode ter até aventura espacial e mais!

Leonardo Contesini

Aceleramos no Velo Città: o único Sandero RS Amarelo Sirius do mundo

Juliano Barata