A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Mercado e Indústria Motos Pensatas

Por que a Harley-Davidson perdeu o apelo entre os jovens? Como recuperá-lo?

Cabelos longos, óculos aviador, jeans e couro, botas, correntes e uma Harley-Davidson na garagem. Por muitos anos, décadas até, esta imagem era a síntese do cool – e um sonho para muitos jovens até bem pouco tempo atrás. Mas... não é mais o caso. A estética biker americana não surgiu com Easy Rider — foi o clássico que nasceu da cultura biker americana —, mas foi ele quem consolidou esta estética no imaginário popular de todo o mundo. Mas esse tempo acabou. Nos últimos anos a marca Harley-Davidson veio perdendo força, especialmente entre os mais jovens, com vendas caindo a cada ano e entrando em uma situação financeira delicada. Eu mesmo, hoje com 28 anos, já sonhei com uma Harley-Davidson – há uns dez anos ou talvez pouco mais, quando estava para tirar a carteira de motorista. Nunca assisti Easy Rider, mas naquela época já sabia do que se tratava – e já havia Sons of Anarchy para cumprir o papel. Mas os jovens da minha idade, e os que nasceram depois, já não enxerga

Matérias relacionadas

Esta é a única moto de rua da Ferrari que existe no mundo

Dalmo Hernandes

Os carros mais beberrões do Brasil em 2017

Dalmo Hernandes

Hayabusa vs Blackbird: o duelo das supermotos japonesas de 300 km/h – e suas consequências

Dalmo Hernandes