A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #113

Project Cars #113: os últimos acertos e a conclusão da preparação do meu Punto T-Jet

Fala, moçada! Finalmente volto a escrever aqui pra contar e comemorar o fim do projeto. Pois é… o carro está do jeito que planejei há dois anos e agora, para a alegria da minha mãe, não haverá mais peças entupindo a despensa lá de casa. Também poderei ser mais presente nos compromissos de finais de semana com minha namorada e não a buscarei mais em casa com as mãos sujas de graxa. Ah, e a conta! Me sobrará dinheiro para comprar dois pastéis de queijo e um caldo de cana! Só os amigos entusiastas e eu, obviamente, seremos os mais tristes por não surgirem novidades a todo momento. Mas durante todo esse tempo de execução, mudanças e surpresas no carro, tive muita curtição e a melhor fase de todas certamente está sendo essa última.

Com a nova turbina e tudo mais que era necessário para a instalação, faltava só fecharmos a data do chipday que estava organizando com o Overspeed. Não quis montar o carro muito antes do acerto pois as configurações eram bem diferentes: mudança de combustível, mistura, ponto e não arriscaria rodar com o carro assim. Duas semana antes do acerto, o carro foi para a Forbox, oficina especializada em turbinados, para fazer a montagem. Apesar do conjunto ser plug and play foi necessário algumas adaptações no retorno do óleo e entrada da linha de arrefecimento que deram dor de cabeça pro Coelho, dono da oficina. Mas com 27 anos de experiência foi fácil contornar o problema e o carro ficou pronto e muito bem montado em uma semana.

Foto 1

Ainda com a turbina original

Foto 2 Foto 3

Com tudo montado era só aguentar a ansiedade uma semana com o carro guardado na garagem aguardando a chegada do acerto em dinamômetro. A idéia era fazer alguns carros no mesmo dia para ratearmos os custos de viagem do Over, mas devido ao seu trabalho reconhecido várias pessoas ficaram sabendo e se interessaram. Foram quase 20 carros acertados por ele em três dias, entre Marea, Audi, Golf e T-Jets. E garanto que 100% dos donos saíram de lá satisfeitos e com um baita sorriso no rosto.

Voltando ao dia do acerto, com o carro em cima do rolo e depois de passar as especificações do carro para ele, pedi a ele apenas que tirasse em torno de 230cv de motor, acima disso o risco com miolo original é grande. A idéia era fazer um mapa com pico de pressão e caindo aos poucos. Na primeira puxada nessa configuração, ainda em fase de testes, veio um pico de 1,7 bar e 270 cv no motor! Isso sem pisar até o corte, pois tiramos o pé em 4.800 rpm quando vimos. Seguindo o conselho do Over, decidimos então fazer uma mapa com pressão fixa de 1 bar. Depois de algumas puxadas e ajustes finos vieram exatamente 200 cv e 27 mkgf de torque na roda, cerca dos 230 cv e 35 mkgf no motor que havia planejado.

Foto 4

No gráfico está escrito que os bicos são Deka 60lbs, mas são IWP Marelli Racing de 55lbs.

O carro se transformou por completo, apesar de ter um lag grande até as 2.800 rpm, a patada logo a seguir vem para compensar. E em alta tem um fôlego incrível que segue até o corte próximo aos 7.000 giros. Ainda não tive a chance de filmar o comportamento do carro para que vocês possam ter uma noção melhor do rendimento, mas abaixo segue um vídeo interno de uma das puxadas.

Antes que perguntem sobre o ponto mais crítico do projeto, o câmbio vai muito bem, sem sinais de fraqueza ou dando qualquer dor de cabeça. Sei de sua limitação e para preservá-lo não faço trocas no modo soviético, dando trancos e forçando reduções. O único ponto após a troca da turbina que está causando um pequeno contratempo são as partidas a frio. Como o carro costuma ficar três ou quatro dias parados, mesmo com a quantidade de gasolina no E85, quando vou liga-lo só funciona na terceira tentativa. Se o uso diariamente isso não ocorre. Mas isso será resolvido com adoção de um kit de partida a frio, tenho medo de no inverno este fator piorar bastante.

Foto 5

Fora isso o carro está fantástico em todos os aspectos, é muito bom ver o projeto que idealizei e construí nos mínimos detalhes recebendo elogios, arrancando sorrisos e com performance de carros de respeito. Para celebrar essa conquista, fizemos um vídeo no canal Need 2 Race contando um pouco sobre o que disse ao longo de todos os posts aqui. O canal surgiu da idéia de uns amigos em filmar nossa rotina, bem como o carro das pessoas mais próximas. Sigam lá e aguardem novas postagens, vai ter muito carro bacana!

No mais, agradeço à todos do FlatOut! (criadores e leitores) pela oportunidade de contar e deixar registrado meu projeto. Além dos amigos, família e namorada que com paciência e muitas vezes com a mão na massa mesmo, propiciaram que o carro chegasse nesse ponto. Valeu!

Foto 6

Por Henrique Oliveira, Project Cars #113

0pcdisclaimer2

 

 

Uma mensagem do FlatOut

Henrique, seu projeto é um dos raros Project Cars que envolvem carros novos, mas que definem exatamente essa “need for speed” que os entusiastas sentem. O T-Jet já é um belo pocket rocket de fábrica e você conseguiu deixá-lo ainda melhor com atenção e cuidado na hora de fazer os upgrades. Não temos dúvidas de que todo esse trabalho tornou o carro perfeito para o seu gosto e para sua vontade de acelerar. Parabéns!

Matérias relacionadas

Projektov Kars #134: completando a montagem do meu Lada Samara

Leonardo Contesini

Project Cars #359: a história da minha Chevrolet Marajó de R$ 400

Leonardo Contesini

Project Cars #455: Uma Volkswagen Caddy para o Bubble Gun Treffen

Leonardo Contesini