A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #33

Project Cars #33: um imprevisto mecânico e uma mensagem secreta no meu Marea Turbo

E aí, pessoal? Tudo certo? Agora que já vimos os detalhes da preparação e outras modificações do Marea MTEC, vamos ver as mais novas aventuras e desventuras do PC#33.

Resolvi mexer um pouquinho no carro para dar um tapinha no som e instalar os alto-falantes novos, um kit Hertz 2 vias e 5″ para a dianteira e um par de coaxiais Morel 4″ na traseira.Eu havia comprado um kit Hertz para a traseira, mas a loja vendeu mesmo sem ter o produto em estoque. Eles mesmos detectaram o erro e sem eu precisar reclamar mandaram um kit Morel quase três vezes mais caro que o Hertz. Fica aqui a minha recomendação para a Audiologix.

 

Comecei a desmontar o som que estava no carro e me assustei com a instalação porca e a qualidade dos alto-falantes dianteiros. Quem instalou fez da pior forma possível conforme podem ver nas fotos. Alguém cortou abriu o chicote original e emendou os fios ali, e quem instalou os outros alto-falantes fez ainda pior puxando mais dois fios e deixando o fio velho no lugar. Um emaranhado desnecessário e perigoso ligando os alto-falantes.

Arranquei tudo, isolei, desmontei o conector original e usei os terminais dele para ligar tudo. Simples e eficiente. Uma coisa que achei interessante foi a mensagem de um dos donos do carro ao futuro comprador que encontrei no forro interno da porta. Se antes eu já tentava cuidar bem do carro, agora o farei com mais afinco.

WP_20141020_030

Minha instalação é provisória, mais tarde farei tudo certinho, eu só precisava me livrar daquele lixo que encontrei montado ali.

Agora chega de falar de som, e falemos de mecânica. Acabei de enviar as pinças Brembo à RG Brakes, e lá eles farão meu novo sistema de freios. Os discos dianteiros serão de 330mm x 30mm, com cartolas em alumínio e pistas parafusadas nas cartolas, na traseira por enquanto manterei os discos originais, mas futuramente entrarão discos de 305mm montados nas pinças originais.

Nesse momento o carro está na oficina Mechanics Competition, em Sepetiba/RJ, sob cuidados do Enrique, dono da oficina. Esse cara é referência aqui no RJ, já montou diversos carros que são diariamente moídos nas ruas sem quebrar. Essa fase foi adiantada, visto que meu motor começou a falhar e detectei zero de compressão no quarto cilindro. Como disse uma amiga Omegueira, meu Marea agora estava com dois cilindros a menos. As suspeitas recairam sobre a junta do cabeçote e um defeito que não é raro nos Marea Turbo e suas válvulas de escape refrigeradas a sódio: Elas quebram sem aviso, e foi exatamente isso que ocorreu no meu motor.

altAsw0TXZwqP7Lb_ydRJlPqH5bo0z10CYQaUYRYBfkGrrM

No meu caso, tive uma série de problemas com bombas de combustível. Comprei três bombas novas e as três apresentaram falha. Motor turbo na estrada com mistura pobre provoca a aposentadoria das já frágeis válvulas de escape originais Por conta disso usarei as válvulas de escape do motor 2.4, que são construídas numa liga bimetálica em inox e possuem mais resistência. Encontrei válvulas Mahle e as 10 já estão a caminho para substituir as originais. Essa é uma modificação comum, visto que as válvulas refrigeradas a sódio não costumam suportar grandes aumentos de potência.

O cabeçote está comigo,farei um pequeno trabalho nos dutos (o famoso “porting”) para melhorar o fluxo e em seguida a mandarei para a retífica Ret Tec,em Irajá. O cabeçote sairá de lá como novo e pronto para suportar a nova potência.

altAg_DRwAjEPEYjTFbdukyaYGX_Wzoqmu4xcG9jpVnTsS4

O bloco seguirá para uma retífica de confiança do Enrique em Campo Grande,e lá receberá os pistões Iasa forjados 82,5mm (primeira medida do Marea Turbo), que pedem 0,07mm de folga de montagem devido ao coeficiente de dilatação maior que os pistões convencionais, e também a última novidade do projeto: Bielas forjadas SCAT.

Os anéis de segmento e casquilhos serão da Metal Leve, todos de motor AP. Como é muito difícil achar esses componentes específicos para Marea, a solução é o uso das peças de AP, que servem perfeitamente com esse conjunto.

Ao abrir o motor,foram detectados arranhões nas bronzinas, e que a médio prazo poderiam me trazer problemas. Mas o virabrequim precisará apenas de polimento e permanecerá na medida original, os cilindros estavam em perfeito estado, mesmo com 115.000km o brunimento ainda existe.

Ainda na Mechanics o câmbio será aberto para montagem de um pino reforçado no diferencial e um conjunto de satélites e planetárias forjadas feitas pela Base Autocenter, o que vai garantir que a transmissão suporte mais 45kgfm de torque sem quebras.

WP_20150129_002

O conjunto de transmissão será fechado por um kit de embreagem Displatec em cerâmica,com acionamento original. Acabei abandonando a ideia do kit desinvertido do Tempra Turbo.

Estou negociando também a montagem da turbina,que será uma Borgwarner KKK K24 montada na carcaça-quente da Garrett TB2810 original,e me possibilita manter o coletor de escape original. Após a montagem da turbina reinstalarei o downpipe original, que atende plenamente ao setup desejado, instalarei o ressonador inox 2,5″ e farei um revetimento térmico com termotape e pintura para alta-temperatura na carcaça-quente da turbina, coletor de escape e downpipe até a entrada do catalisador. A K24 pode gerar 400cv, mas vai ficar na faixa de 280 a 300cv (mentira,com motor forjado a meta foi revista para 340cv), que serão devidamente alimentados por bicos Bosch Green Giants 42lbs e uma bomba Walbro interna,assim a turbina (ainda) vai trabalhar com uma boa margem e vai durar bem mais.

O motor nessa configuração passa a suportar 500cv tranquilamente, bastando para isso a troca da turbina, bicos, bomba de combustível e remapeamento da injeção. A brincadeira está ficando boa, o conjunto terá suspensão, freios, rodas e uma potência compatíveis com essa barca italiana mal-humorada…

Até o próximo post!

Por Diego Louro, Project Cars #33

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #343: a pintura e a instalação do motor 2.0 no Chevette 1979

Leonardo Contesini

Project Cars em dia terão descontos no AutoZ – e os leitores do FlatOut também (atenção: só até as 23:59 de hoje!)

Juliano Barata

A história do meu Fiat 147 “Racing” Turbo, o Project Cars #169

Leonardo Contesini