FlatOut!
Image default
Project Cars

Project Cars #523: novos freios e o desempenho do Cerejinha nas pistas


Por Douglas Furlan, Project Cars #523

Olá, pessoal! Não disse que não demorava?

Bom, depois das duas etapas do rallye de regularidade em Interlagos (em junho e agosto de 2021) já tínhamos bastante informações e por onde começar algumas mudanças. A suspensão dianteira já estava toda montada no final de 2021, só faltava instalar. Terminamos a montagem e instalamos no carro em janeiro. Com a suspensão pivô temos agora a opção de regular a cambagem dianteira pela porca excêntrica. Montamos os freios a disco originais do Fusca mesmo, antes eram tambores 5×205 nas quatro rodas, poderíamos frear mais tarde agora e com isso baixar tempo na pista.

A carburação precisava ser alterada pois mesmo depois de alguns ajustes ainda estava dando excesso em baixa e falta em alta, o preparador Fabinho Calderani decidiu refazer os carburas (que tinha comprado com o kit 88mm e ele modificou algumas coisas mais já tinham feito algumas coisas erradas), ele mudou tudo a partir de uma carcaça sem preparação, colocamos Venturi de Chevette, 27mm e foi todo alterado para virar bijet, não sei explicar ao certo as modificações, mais sei que o carro mudou muito com essa nova configuração dos carburas Solex 34mm bijet.

Fevereiro chegando e fiz a inscrição pra andar no track in day em Interlagos, pra não ficar preso nos 2:40 do rallye, mudanças de suspensão dianteira e carburação mudaram bastante e baixamos 8 segundos, acreditem virei 2:30.6, que animal, ainda tem bastante coisas pra mudar, as vésperas desse texto chegou as novas tampas de válvulas, devido a um único respiro de óleo, estamos tendo problemas de pressão interna e está jogando óleo pra fora, sendo assim agora vamos resolver com respiros nas tampas.

No último rallye em agosto eu consegui dar apenas quatro voltas, uma das cornetas soltou do carburador e foi parar entre a correia do alternador e arrebentou, eu fiquei sem refrigeração e tive que parar, bom que não foi nada grave e consegui chegar aos boxes em segurança, pena não ter levado a correia poli-v reserva, foi só trocar depois e tudo resolvido.

Porém aconteceu uma coisa que foi uma mistura de sentimentos, eu tinha uma logo no capo do carro e na época que fiz eu pedi autorização para a empesa na Australia, porem, foi no meu antigo email não tinha mais essa autorização, em 11/08 foi aberta uma filial da empesa no Brasil, eu por gostar muito da marca fui atas para tentar expor o carro na loja, mas para minha surpresa e tristeza foi solicitado a remoção da marca do capo do carro, já que eu não tinha como provar a autorização, eu entendi a situação da empesa (sem curti muito) mas para não ter problemas foi retirado o logo e feito um novo, o da minha estética automotiva ( linkme.bio/douglas88furlan/ ), ficou bem bacana.

Aproveitei que tivemos que repintar parte do capo e foi feita uma lavagem detalhada, um novo polimento no carro com direito a vitrificação no teto e selante no restante, já que o carro também serve como vitrine da estética.

Agora estamos nos preparando pra andar dia 10/04 em Interlagos novamente e ver a evolução do carro, antes de ir vamos passar o carro no dino e ver quanto vem e afinar o motor certinho, uma das coisas que pensamos em fazer é trocar as rodas, pois essas que temos em uma réplica em alumínio muito espessa, sendo assim, muito pesada, uma opção é as rodas de Brasília que a Copa Fusca Speed 1600 usava em São Paulo, tala 5,5 e 7″, vamos decidir isso mais pra frente e mudar os freios traseiros também talvez essas rodas de Brasilia nas talas 6” e 8”, vamos ver.

Até logo pessoal, Jajá informo a potência, torque e as novas evoluções.

ESTE Gol GTS 1.8
PODE SER SEU!

Clique aqui e veja como