A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pergunta do dia

Qual foi a gambiarra mais curiosa (ou só bizarra mesmo) que você já viu em um carro?

Nesta semana, mais uma interação entre empresas e consumidores no Facebook viralizou na internet e, bem, no Facebook. Tudo começou com um pequeno vídeo do isotônico Gatorade (aquela bebida que foi feita para atletas, mas é mais consumida para curar aquela ressaca braba),  com a legenda “você não precisa de segundos para fazer algo fora do comum”.

Até aí, tudo normal. Até que um cara chamado Sergio Silva comentou o seguinte:

sergio

Ele não estava brincando. Um tópico publicado em 2015 no fórum do Clube do Nissan Sentra já dava a dica: a tampa do reservatório de água do Nissan Sentra da geração passada, fabricado até 2013, pode ser substituída tranquilamente pela tampa de uma garrafa de Gatorade. O encaixe é perfeito e, de acordo com diversos usuários do fórum, o custo de uma tampinha de Gatorade é virtualmente nulo, enquanto uma tampa do reservatório original do Sentra em autorizava custava entre R$ 140 e R$ 190.

O próprio tópico alerta que esta solução deve ser apenas temporária, pois o material da tampa não foi feito para suportar altas temperaturas (o que não impediu um dos membros de ficar com a tampinha por mais de um ano). No entanto, uma solução alternativa apontada foi comprar a tampa usada no Nissan Livina – nas concessionárias, ela custa entre R$ 13 e R$ 17 e, de acordo com funcionários da Nissan, é idêntica à do Sentra. Só é preta, em vez de amarela.

Sem tiacutetulo_zps4usbfjf0

O caso é que colocar uma tampa de isotônico no reservatório de água do radiador é uma gambiarra daquelas. Tanto que a Gatorade respondeu ao comentário de Sergio, dizendo que talvez não fosse uma boa ideia usar a tampinha ali. E marcou a página da Nissan.

video-gt

A fabricante, por sua vez, recomendou que Sergio fosse até uma concessionária para comprar uma tampa original. Ele respondeu dizendo que não o faria, pois a tampa do reservatório era cara demais e sua “solução técnica alternativa” estava se mostrando muito eficiente. Você pode conferir a conversa toda aqui.

O caso é que esta não foi a única gambiarra automotiva bizarra que a gente já viu. Ainda envolvendo radiadores: em 2013, no Rally dos Sertões, o piloto Jorge Wagenfuhr colocou um ovo no radiador de seu carro para conseguir concluir a prova.

“Essa prova destruiu o carro inteiro, a gente chegou com o veículo em pedaços”, contou Jorge ao site Webventure. “Chegamos a quebrar a ventoinha e depois furamos o radiador, que ficou vazando. A gente tinha que chegar até o apoio, então colocamos um ovo lá dentro. O ovo cozinha na água do radiador, endurece e tende a fechar até os menores buracos.”

27202321_g

Foto: Webventure

Ele conseguiu um ovo em uma das casas da cidade de Niquelândia, em Goiás, por onde passava o trajeto do rali. Com os furos do radiador tapados pelo ovo cozido, o carro conseguiu concluir a etapa e Jorge ainda ficou em quarto lugar.

Esta é uma gambiarra conhecida, que até já foi testada pelos Mythbusters (os Caçadores de Mitos). Funciona, mas a curtíssimo prazo – até você chegar em casa ou em uma oficina, por exemplo, pois não demora para que o ovo se desmanche ou se solte.

Mas mais esquisito que um ovo, só… cerveja. Mas aconteceu! e foi em março de 2014, durante o Rally Guanajuara Mexico. O piloto Belga Thierry Neuville, piloto da equipe Hyundai Motorsport do WRC, ganhou uma garrafa de 1,5 l da cerveja Corona depois de conseguir o terceiro lugar no último estágio — o chamado power stage — do Rally Mexico. Neuville não bebe, mas por sorte ele guardou a garrafa no carro antes de começar a jornada de 33 km de volta para a área de serviço — necessária para que ele e o navegador Nicolas Gilsoul pudessem subir ao pódio.

Depois de três ou quatro quilômetros de estrada, Neuville viu que a temperatura do motor estava alta demais, sinal de que algo estava errado. E tinha mesmo: o radiador tinha um buraco que acabou deixando vazar todo o fluido do sistema de arrefecimento do carro. A dupla então parou o carro na beira da estrada e removeu o para-choque do i20 para remendar o furo. O conserto foi bem rápido, mas logo surgiu outro problema: não havia mais líquido para o sistema de arrefecimento.

neuville-rally-mexico (1)

Mas havia cerveja, e os dois não pensaram duas vezes antes de despejá-la no radiador.

O carro só parou de novo na linha de chegada, bem a tempo de conseguir subir no pódio pela primeira vez no terceiro rali da equipe. E ganhar mais cerveja.

Está vendo? Algumas gambiarras funcionam muito bem, por mais bizarras ou mesmo erradas que soem. E é exatamente isto que a gente quer saber: qual foi a gambiarra automotiva mais criativa (ou bizarra mesmo) que você já viu… ou fez? Não precisa ter vergonha. A caixa de comentários é toda sua!

Matérias relacionadas

Qual foi o melhor comercial de carro que você já viu?

Dalmo Hernandes

Qual é o melhor carro turbo de fábrica de todos os tempos?

Gustavo Henrique Ruffo

Qual é o seu piloto favorito do cinema ou da TV?

Dalmo Hernandes