FlatOut!
Image default
Car Culture

Quatro gerações do BMW M5 à venda juntas! Qual seu favorito?


O BMW M5 é uma instituição sobre rodas, um daqueles carros que criam um segmento e o dominam por anos a fio, ditando as regras e as direções do jogo. Antes dele houve outros sedãs com pegada esportiva — o clássico Maserati Quattroporte é um deles —, mas nenhum outro carro definiu o conceito de sedã esportivo tão bem quanto o modelo de estreia, o M5 E28 dos anos 1980.

Sendo assim, não precisamos explicar muito nossa surpresa ao descobrir que nada menos que seis exemplares das quatro primeiras gerações do BMW M5 serão leiloados juntos, no próximo sábado (6) durante o Classic Car Auctions no Reino Unido. Você só precisa de uma conta corrente arrebentando de tanto dinheiro e torcer para ninguém dar lances maiores do que você. Ah, e se você quiser, também tem um M535i na parada. Espia só os carros aí embaixo.

 

BMW M5 E28 1987

e21-14

A apresentação oficial do M5 aconteceu no Salão de Amsterdã de 1984. Ele foi antecipado pelo M535i, um Série 5 E12 com suspensão retrabalhada, motor mais forte e o toque de Midas da divisão Motorsports. Aliás, coleção nenhuma de M5 ficaria completa sem o M535i, mas o único à venda no Classic Car Auctions é um E28. Que não é a mesma coisa, infelizmente.

e21-11

Criado para manter a procura por modelos de alto desempenho da BMW, iniciada pelo 3.0 CSL, o M5 pode parecer um E28 comum, mas ele tinha não apenas o motor construído pela Motorsports. Era todinho feito pela divisão esportiva, a mão, usando apenas a plataforma da segunda geração. Primeiro, em Munique. Depois, em Garching.

e21-13

Seu motor, o M88/3, era, com melhorias, o mesmo usado no M1: um seis-cilindros 3.5 de 286 cv (no M1, ele gerava apenas 276 cv) a 6.500 rpm. O torque era de 34,7 mkgf a 4.500 rpm. Com 4,62 m de comprimento (4,80 m na versão de exportação para os EUA, com para-choques maiores), 2,62 m de entre-eixos, 1,70 m de largura e 1,42 m de altura, ele era o sedã mais rápido e veloz do mundo em sua época. Pesando 1.470 kg, ia de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e atingia a máxima de 245 km/h. Apenas 2.191 foram produzidos, até novembro de 1988.

O que está à venda é 1987 . Com seu dono atual há dois, ele tem 176 mil milhas rodadas (coisa de 283 mil km), ele tem histórico de revisões e manutenções e está, segundo o site de leilão, em ótimo estado, a não ser pelos cromados externos, em estado apenas razoável. Não tem preço de reserva, ou seja, se alguém der um lance de uma libra esterlina e ninguém cobrir, o cara leva.

 

BMW M5 E34 1994

E34-13

O M5 de segunda geração, o E34, também era produzido à mão em Garching. A produção de cada carro levava cerca de duas semanas. Ou era efetuada por um empregado só ou por um grupo de empregados. Começou a ser fabricado em setembro de 1988 e foi até 1995, com 12.254 unidades produzidas.

E34-3

Seu motor era o S38B36, outro seis canecos em linha, inicialmente com 3,5 litros e, no final, com 3,8 litros. A versão mais forte rendia 340 cv a 6.900 rpm, com torque de 40,8 mkgf a 4.750 rpm.

E34-1

O sedã tinha 4,72 m de comprimento, com 2,76 m de entre-eixos, 1,75 m de largura e 1,39 m de altura. Pesava 1.750 kg. Acelerava de 0 a 100 km/h em 5,9 s e atingia a máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

E34-6

Está em leilão uma unidade 1994, com 157 mil milhas (253,7 mil km). Quem tem medo de carro rodado foge da Classic Car Auctions, como se pode ver. A questão é que os modelos vendidos estão em ótimo estado. O histórico de manutenções também acompanha este modelo, que sofreu restauração há exatamente um ano.

 

BMW M5 E34 Touring 1993

E34-7

Considerada um dos modelos M mais raros do mundo, perdendo apenas para o M1 (456 unidades), a M5 Touring, quando é colocada à venda, merece até nota no Zero a 300. Sua produção começou em 1992 e não passou das 891 unidades. Foi o último M com fabricação artesanal.

E34-8

Muito parecida com o sedã em medidas e em desempenho, a que está à venda é 1993. Outra que rodou bem, com 214 mil milhas, ou 344,4 mil km, também traz seu histórico de manutenções e não está em tão bom estado quanto o sedã, com muitos itens considerados apenas bons. Mas nada que uma bela restauração não dê conta.

 

BMW M5 E39 2000

BMW-5

O M5 E39 não teve versão perua. Não de produção, pelo menos: um protótipo chegou a ser exibido à imprensa, mas não chegou às linhas de montagem por custos. O sedã foi produzido de modo industrial, o que explica suas 20.482 unidades fabricadas de 1998, ano em que foi apresentado, no Salão de Genebra, até 2003. Seja como for, ele faz parte do que muitos consideram o melhor Série 5 já fabricado, se não o melhor BMW da história. E o M5 não poderia decepcionar.

BMW-10

Seu motor V8 4.9 S62B50 era de tirar o chapéu. Tanto que também foi usado no Z8 e nos Ascari. Gerava 400 cv a 6.600 rpm e 51 mkgf a 3.800 rpm. Com 4,78 m de comprimento, entre-eixos de 2,83 m, 1,80 m de largura, 1,41 de altura e 1.826 kg, ele ia de 0 a 100 km/h em 5,2 s. A máxima você já conhece: 250 km/h.

BMW-1

A Classic Car Auctions quer vender uma unidade vermelho sangue 2000 com 80,1 mil milhas (129 mil km). Repintanda em setembro de 2014, com registro fotográfico do trabalho, ele também não tem reserva. Quando desistirem de dar lance, ele encontra novo dono. Seu estado geral é considerado ótimo. As únicas ressalvas são os bancos e o marcador de temperatura, que precisa de um upgrade da BMW para voltar ao normal.

 

BMW M5 E60 25th Anniversary 2010

e60-9

A 25th Anniversary é a versão mais rara de todos os M5. Ela também é a única a ter preço de reserva neste leilão: por menos de 28 mil libras ele não sai da garagem de seu dono.

Fabricado de 2005 a 2010, o M5 E60 é filho de Chris Bangle. Tem quem ame, tem quem odeie. Mas seu motor era unanimidade: um V10 5.0 girador, o S85, de 507 cv a 7.750 rpm e 53 mkgf a 6.100 rpm. Mesmo com 1.855 kg, ele levava só 4,7 s para ir de 0 a 100 km/h e uma velocidade máxima, sem limitador, de 330 km/h. Também foi considerado o sedã mais veloz e mais rápido do mundo em sua época.

e60-2

Havia uma versão perua para este M5. Curiosamente, ela tinha entre-eixos mais curto, de 2,88 m, era mais alta (1,51 m) e 100 kg mais pesada (1.955 kg).

A versão 25th Anniversary foi, como o nome diz, comemorativa dos 25 anos do M5. E só teve 25 unidades fabricadas, todas na cor Frozen Silver. O que está à venda é o número 7 dos 25, de 2010.

e60-3

Além do histórico de manutenção, ele também acompanha três jogos de chaves, folheto de vendas original e manual de instruções.

E então? Qual deles é seu favorito?

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora