FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos

Redline: como foi feito o primeiro “Velozes e Furiosos” antes de ser “Velozes e Furiosos”?

Um jovem policial, subindo na carreira, doido por uma promoção, resolve se infiltrar à paisana no submundo das corridas de rua de Los Angeles para prender uma gangue de assaltantes de caminhões. Talvez Rob Cohen, diretor de Redline, não soubesse que estava falando a sinopse daquele que se tornaria um dos filmes de carros mais assistidos de todos os tempos e que daria origem a uma franquia que já se estende por quinze anos e irá chegar às duas décadas. "Mas que cazzo de filme é este, FlatOut?", você deve estar se perguntando. Porque você talvez até tenha assistido a um filme chamado Redline, lançado em 2007 — e, se você o fez, nossos pêsames, porque era um filme muito ruim, e um verdadeiro fracasso, custando US$ 26 milhões para ser produzido e rendendo apenas US$ 8 milhões em bilheteria. Mas não é deste Redline que estamos falando. O que acontece é que Redline também era o título de trabalho de um certo "Velozes e Furios