A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Renault Megane RS “vaza” antes do lançamento, Passat terá versão GT de 280 cv, Toyota Supra não terá câmbio manual e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Renault Megane RS aparece antes do lançamento oficial

20638265_2020622644630431_7277243488255799088_n

Ainda falta um mês para o lançamento do novo Megane RS, mas como sempre, já podemos vê-lo sem camuflagem graças ao “vazamento” das primeiras fotos do carro na página Virtuel.Car do Facebook. Aparentemente as fotos foram tiradas dentro da fábrica da Renault, uma vez que podemos ver um protótipo camuflado “vazando” pelo efeito de desfoque aplicado ao ambiente das fotos.

20707917_2020622611297101_1586401097141051091_n

O carro já foi até exibido ao público durante os treinos do GP de Mônaco neste ano, mas até agora não havíamos visto nenhuma foto dele totalmente sem disfarces, mostrando seus detalhes sem nenhum impedimento como nestas fotos. À primeira vista, o que chama a atenção é que ele felizmente manteve os faróis de neblina no formato do logotipo da Renault Sport.

 

20638362_2020622601297102_6646254846393919174_n

Também fica claro que ele tem para-lamas mais largos que os demais Megane, e a foto acima mostra que há um respiro entre o arco da roda e a porta dianteira, provavelmente para reduzir a turbulência na caixa de roda e otimizar o resfriamento dos freios. Na traseira os respiros também aparecem, porém nos para-choques, ao lado do difusor traseiro que emoldura a saída trapezoidal de escape (que aparentemente é dividida em duas partes internamente).

Infelizmente não foi desta vez que a Renault revelaram os detalhes mecânicos, mas é quase certo que ele usará um 2.0 turbo de 300 cv.

 

Passat ganhará versão GT com 280 cv… mas só nos EUA

volkswagen-passat-gt

Talvez você lembre que a Volkswagen apresentou um conceito esportivo para o Passat no ano passado (falamos dele aqui), mas ainda não havia confirmação alguma sobre sua produção. Pois bem, agora o site Digital Trends diz que um representante da Volkswagen confirmou que o Passat GT será finalmente lançado em 2018.

161105-vw-passat-gt-379-copy-1

Segundo a fonte do Digital Trends, o modelo de produção será pouco alterado em relação ao conceito, e será lançado em 2018 com o motor 3.0 VR6 aspirado de 280 cv e 35,6 mkgf — exatamente a mesma configuração da versão de topo oferecida nos EUA. Para não banalizar a sigla GT, como certa subsidiária andou fazendo recentemente, a Volkswagen americana irá modificar a suspensão com molas mais rígidas, amortecedores com mais carga, altura de rodagem mais baixa e rodas de maior diâmetro, bem como um visual exclusivo no interior. A tração será dianteira e o câmbio será o DSG de embreagem dupla e sete marchas.

161105-vw-passat-gt-628-copy-1

A apresentação ao público deverá acontecer em dezembro, mas o modelo ficará restrito aos EUA, uma vez que o Passat vendido por lá ainda é baseado na geração anterior do sedã, diferentemente do modelo oferecido no Brasil e na Europa, já baseados na plataforma MQB.

 

Mercedes-AMG está trabalhando em um seis-em-linha de 450 cv para série “53”

zmerccoupe-000

No ano passado a Mercedes anunciou que iria voltar a produzir motores de seis cilindros em linha, e apresentou a família M256, que consistia de uma dupla de motores de três litros, um movido a diesel e outro a gasolina. Foi o primeiro seis-em-linha produzido desde o fim dos anos 1990, quando o clássico M104 foi aposentado em favor dos menos lembrados M112 V6. E apesar de ele ter sido projetado para receber um motor auxiliar elétrico e um turbo elétrico, é claro que a AMG irá colocar suas mãos neste novo powertrain.

Segundo o site Automotive News, o novo seis-em-linha será a base da nova família “53” da AMG, que será lançada com a próxima geração do CLS e também irá incluir os modelos cupê e conversível da Classe E, que não terão versões 63 com o motor V8 biturbo de quatro litros.

O motor usa um turbo eletrônico, movido pelo sistema elétrico de 48 volts, instalado entre o motor e o câmbio, e segundo a Mercedes, terá torque e potência de V8 combinado à suavidade de um seis-em-linha tradicional. Nas versões não-esportivas o motor terá 410 cv, mas após o tratamento da AMG o seis-em-linha deverá produzir entre 430 cv e 450 cv — posicionando-se exatamente entre as linhas 43 (V6 biturbo de 380-400 cv) e 63 (V8 biturbo de 475 a 610 cv).

Nos modelos com o motor seis-em-linha, a única versão AMG será a 53, no caso AMG E53 Coupé/Cabriolet AMG CLS53 — que provavelmente deixará de ter o motor V8 e a versão CLS63 para não competir com o futuro AMG GT 4, o sedã do AMG GT.

 

Protótipo Acura em Nürburgring pode ser o novo NSX Type R

Durante o pool dos fabricantes em Nürburgring, o pessoal do Supercars From EU flagrou uma dupla de Acura NSX em testes com alguns sensores afixados à carroceria e ligados ao cofre do motor. Considerando que o carro acabou de ser lançado, nos parece um pouco cedo para uma revisão no powertrain, e é mais provável que seja o aguardado NSX Type R.

Os rumores sobre a versão mais radical do esportivo circulam desde que a versão de produção do NSX foi lançada, e dizem que Type R pode simplesmente abandonar os motores elétricos do eixo dianteiro para reduzir o peso do carro de 1.725 kg para algo na casa dos 1.500 kg. A diferença de potência supostamente será compensada pelo aumento na pressão de trabalho dos turbos do motor V6.

A ideia de tirar os motores elétricos dianteiros parece pouco provável, uma vez que um dos grandes trunfos do NSX é oferecer um layout semelhante ao do Porsche 918 Spyder (e todos os benefícios inerentes a ele) por uma fração de seu preço. Mais provável é que haja uma redução drástica no peso do carro, além de influência do modelo GT3 de corrida especialmente na aerodinâmica — ainda que estes protótipos não tenham nenhuma modificação na carroceria.

 

Documento vazado revela detalhes sobre o novo BMW Z4 e Toyota Supra

2016-Toyota-Supra-side-design

Um documento com códigos e versões dos modelos do grupo BMW publicado na internet pelo site SupraMKV, revela novos detalhes sobre os novos BMW Z4 e Toyota Supra. A primeira confirmação é que o roadster alemão se chamará realmente Z4. Mas o negócio não para por aí.

Captura de Tela 2017-08-09 às 12.06.03

Segundo a lista de modelos, ele também não terá versões M como seus antecessores (e como já havia sido dito pelos executivos da BMW). Em vez disso, sua versão de topo será o M40i, com tração traseira e câmbio manual, com opção de automático. Aliás, todos os modelos — incluindo o sDrive 20i e o sDrive30i, ambos equipados com o 2.0 turbo da BMW — poderão ser equipados com as duas opções de câmbio.

Captura de Tela 2017-08-09 às 12.06.40

O mesmo não acontecerá com o lado japonês desta história. O Supra usará os mesmos motores, aparentemente, (2.0 turbo no 20i e 30i, e 3.0 turbo no 40i), porém diferentemente do BMW o único câmbio oferecido será automático. Não é o que esperávamos do Supra, especialmente considerando que seu gêmeo alemão será oferecido com o câmbio, o que pode significar que trata-se apenas de uma opção de mercado, e não uma questão de viabilidade. Por outro lado, com os câmbios automáticos cada vez mais rápidos e precisos, ao menos ele deverá ser tão rápido quanto um manual.

 

 

Matérias relacionadas

Que tal dar uma olhada nas cores de carro mais populares nos últimos 65 anos?

Leonardo Contesini

Estes são os carros que fizeram nossos leitores gostarem de carros – parte 1

Dalmo Hernandes

Este Subaru Impreza WRX “hawk eye” preparado e customizado tem 440 cv e está à venda!

Dalmo Hernandes