FlatOut!
Image default
Vídeo

Se você sempre imaginou como é ser atropelado, assista a estes vídeos


Sim! Porque temos dois vídeos onboard que mostram, do ponto de vista das vítimas, como é ser atingido em cheio por um carro — nos dois casos, enquanto se anda em um veículo de duas rodas: uma bicicleta e uma moto. E os dois são impressionantes.

O primeiro aconteceu no fim do mês passado e o vídeo foi colocado na internet na última terça-feira (8). O ciclista Patrick Knetemann, 34, pedalava por uma rua de Londres quando foi atingido por um VW Golf que, aparentemente, pretendia entrar em uma garagem do outro lado da rua. Ao atravessar a via, o carro entrou na frente do ciclista, que não teve tempo de frear ou desviar e acabou atingido em cheio.

A câmera que estava grudada no guidão registrou tudo — com o impacto, ela voou e filmou o para-brisa do Golf quebrado pelo impacto com Knetemann e o ciclista atirado no chão.

Knetemann contou ao The Telegraph que o motorista deixou o local em questão de segundos, sem prestar socorro. O ciclista foi atendido por um paramédico que passava pelo local e encaminhado ao hospital mais próximo com hematomas e ferimentos no discos cervicais do pescoço. Agora ele passa bem, mas precisará de três semanas para se recuperar totalmente.

A polícia usou o vídeo para investigar o caso, mas descobriu que o Golf estava usando placas falsas e estava registrado no nome do dono anterior. Sendo assim, o motorista ainda não foi identificado.

O segundo caso é ainda mais impressionante: um motociclista australiano estava parado atrás de um carro no cruzamento, quando o som de pneus cantando o fez olhar para trás. Ele só teve uma fração de segundo antes de um carro atingi-lo na traseira e arremessá-lo de sua moto.

Segundo a descrição do vídeo, o motorista do carro de trás é um p-plater — gíria australiana para uma pessoa que acabou de tirar a carteira e precisa colocar um adesivo quadrado branco com uma letra P vermelha no carro (daí o nome p-plater). A câmera no capacete do motociclista registrou o momento em que ele aterrissou no teto do carro que estava à sua frente.

Até aí a cena já é chocante, mas fica pior: o motorista do carro da frente não percebe que há um homem ferido no teto do seu carro e chega a arrancar antes de descer do carro. O motociclista provavelmente está ferido e se caísse, obviamente sua situação não melhoraria nem um pouco.

Nosso palpite é que o motorista do carro branco achou que tinha “apenas” sido atingido na traseira e sequer imaginava que havia alguém no teto do carro — preferimos deduzir que, se ele soubesse, sua primeira ação seria sair do carro e ajudar o motociclista. Porém, como o vídeo foi colocado na internet pelo próprio motociclista, acreditamos que ele esteja bem.

Só não podemos esquecer que, nos dois casos, poderia ter sido bem pior.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora