A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

The Blue Lady: o que aconteceu com o Mustang Shelby 1967 de Jim Morrison

No dia 3 de julho de 1971 o mundo perdeu um dos maiores frontmen, cantores e poetas de todos os tempos: Jim Morrison, o líder do The Doors. Talvez as gerações mais novas lembrem de sua música por causa do mashup com Snoop Dogg — uma das canções mais populares da trilha sonora de Need for Speed Underground 2. OK, talvez estejamos subestimando o gosto musical do pessoal: quem nunca ouviu clássicos seminais como Light My Fire, Riders on the Storm, The End, Roadhouse Blues, L.A. Woman? E isto só para ficar nas mais conhecidas! Ao vivo do Doors em 1969, para deixar rolando enquanto lê a matéria Mas por que estamos falando do The Doors aqui no FlatOut? Bem, se você leu o título deste post, já sabe: Jim Morrison, o eterno Rei Lagarto, tinha um Shelby Mustang GT500 1967, comprado zero quilômetro, e o usou como se deve até 1969, quando o carro desapareceu. Ele até deu um nome para o Shelby: The Blue Lady. Dois anos depois, em 197

Matérias relacionadas

Quatro inovações da Lotus que você provavelmente não conhecia

Marco Antônio Oliveira

Bricklin SV-1: a história do desconhecido “DeLorean canadense”

Dalmo Hernandes

A incrível história do exército que foi de táxi para a guerra

Leonardo Contesini