A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Eventos

Track Day In AIC: confira tudo o que rolou na última edição do evento em Curitiba

Bom, bonito e barato é clichê mas não da para falar outra coisa do track day no Autódromo Internacional de Curitiba. A pista recebe as principais categorias nacionais — Stock Car, Fórmula Truck, Campeonato Paranaense de Arrancada, Copa Turismo, Turismo — e já recebeu até as provas do WTCC.

Ok, não dá para falar que o autódromo é qualquer coisa, afinal, depois que Jacarépaguá foi demolido, ele é o segundo autódromo do Brasil com maior procura por realizações de provas oficiais. São 11 curvas, 980 metros de reta (a maior em um autódromo no Brasil), “S” de baixa, “S” de alta. É rápido e técnico como vocês podem conferir no vídeo deste Mitsubishi Lancer EVO que correu nesta última edição:

 

O Evento

_MG_3007

O track day teve início às 9:00 com a primeira sessão encerrada às 12:30, e apenas uma paralisação. A segunda sessão iniciou às 13:30 seguindo até 17:30. A cronometragem foi opcional, com um total de 31 carros cronometrados. O evento ainda contou com um curso de pilotagem que poderia ser pago à parte do track day com aulas teóricas, noções de mecânica, dinâmica e sessões de 12 voltas.

No total foram inscritos 183 carros, mas limitados a cerca de 45 por turno, o que resultou em 98 carros na pista — 43 na parte da manhã e 48 na parte da tarde. O restante teve que se conformar em não participar desta vez.

_MG_4068

Vocês leram certo: foram inscritos cento e oitenta e três carros! Mas por que a procura é tão grande?

O principal fator para atrair tanta gente é o custo. Além do autódromo ser completo e divertido, é um track day com um dos melhores custo/benefício hoje no Brasil. A inscrição sai R$ 250 por período e R$ 450 o período integral, e você anda em um autódromo no padrão FIA.

_MG_3378

Além do custo e do autódromo, o que faz o Track Day In ser tão divertido? Os participantes. E um bom exemplo disso está nestes dois carros que participaram do evento: o Fiesta Lasanha Racing e um Camaro ZL1 que foi preparado antes mesmo de ser importado para o Brasil.

 

Fiesta Lasanha Racing

4

 

O Fiesta, assim como uma lasanha, tem molho, massa e recheio. Ele pertence a três amigos — Alexandre Kossowski, Daniel Fanha e Lauro Santos — e foi comprado por R$ 1.500 com o motor Endura-E estourado. O Fiestinha ganhou uma roll cage, todas as buchas em P.U., coilover H&R, freios Willwood, barras de reforço inferior e superior, cinto de segurança Lico e volante Lotse.

_MG_3629

O motor agora é um Zetec 2.0 16v com taxa de compressão 14,8:1 para rodar com etanol, e tem coletor de escape 4×1 com cano de 2,5 polegadas. O acerto da injeção Hardware e suspensão ainda está pendente. O detalhe legal é que o carro foi feito todo ao estilo do it yourself, com exceção de algumas soldas.

 

Camaro ZL1

_MG_4092 copy

Quando cheguei ao autódromo e vi esse carro, confesso que pensei que era uma versão “SS” com algum kit especial. Mas essa impressão durou somente até eu ouvir o assovio do compressor mecânico rasgando a reta de Curitiba. No final do evento fui então conferir mais sobre o carro e conversando com o proprietário, Alex Morais, descobri mais alguns detalhes sobre o muscle de gravata.

_MG_4088

Além de ser um legítimo ZL1, antes de ser importado para o Brasil, o Camaro deu uma passadinha na preparadora Redline Motorsports onde recebeu polias novas para elevar a pressão do compressor para 0.6 bar, embreagem Centerforce DYAD e válvulas injetoras com maior vazão.

20140629_170301

 

Junto com as modificações feitas pela fábrica para criar um dos Camaro mais perfeitos da história, elevou a potência dos 588 cv originais para 747 cv. Alex teve um problema com aquecimento, mas o resolveu trocando o radiador e o reservatório de fluído de arrefecimento por versões maiores. A melhor volta dele nessa edição foi 1:36.758.

_MG_3043

O melhor tempo do dia ficou com José Ruette Filho com seu Nissan GT-R modificado (com potência mantida em segredo) com a marca de 1:28,497. A próxima edição está marcada para o dia 15 de agosto e você pode encontrar mais informações no site oficial do Track Day In.

_MG_2979

_MG_3344

Matérias relacionadas

3a Subida da Montanha de Campo Largo 2015: quebra de recordes e chuva marcam a prova!

Juliano Barata

Um Golf R de 540 cv e um Porsche 356 “Outlaw” biturbo – dois monstros alemães no SEMA 2018

Dalmo Hernandes

Hot Lap Limeira: confira os resultados, fotos e vídeos da 12ª edição do evento

Dalmo Hernandes