FlatOut!
Image default
História

A tradição de picapes brasileiras da GM


  É normalmente aceito que nossa indústria nacional começou ao redor de 1956, com os incentivos estatais do governo por meio do GEIA, o Grupo Executivo da Indústria Automobilística. Criado a partir do plano de metas de Juscelino Kubitschek, auxiliou na entrada de diversas fábricas do setor automobilístico no Brasil, principalmente no ABC Paulista. Com este incentivo, tivemos um boom: incluindo a Volkswagen, Ford, a Fábrica Nacional de Motores, General Motors, International Harvester, Karmann-Ghia, Mercedes-Benz, Scania, Simca, Toyota, Vemag, e a Willys-Overland do Brasil. O governo procurou auxiliar a iniciativa privada, nacional e estrangeira, com estímulos fiscais, cambiais, creditícios e comerciais. Enquanto os investimentos estrangeiros deveriam ser encaminhados principalmente para a fabricação de veículos, caberia às empresas nacionais o subsetor de autopeças. Foi um me