A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Top

Uma breve história de (quase) todos os hot hatches da Opel/Vauxhall – parte 1

Não faz muito tempo que contamos aqui no FlatOut a história das linhas GSi e OPC, principais siglas esportivas da Opel, que acabaram dando origem a modelos apimentados de outras marcas do grupo, como Vauxhall e a própria Chevrolet. Quando fizemos aquele post, já planejávamos sua sequência: a inclusão da General Motors na série "Uma breve história de (quase) todos os hot hatches", representada principalmente pela Opel, sua divisão alemã – que foi responsável por praticamente todos os hot hatches da GM nas últimas décadas. É fácil entender o motivo: enquanto o mercado europeu possui mais carros compactos e práticos, nos Estados Unidos – onde a GM é representada pela Chevrolet, pela Buick e pela Cadillac – a preferência são cupês e sedãs maiores. Agora que a Opel e a Vauxhall pertencem à PSA Peugeot Citroën, não é absurdo pensar que os hot hatches da GM estão com os dias contados. Em sua memória, então, vamos começar a compilar aqui (quase) todos os hatchbacks nervosinh

Matérias relacionadas

O francês esquecido: o renascimento do Matra M630S depois de 40 anos

Leonardo Contesini

Os games de corrida para smartphones mais bacanas da atualidade – parte 2

Dalmo Hernandes

Super Leicht: a história do Mercedes-Benz SL – Parte 1

Leonardo Contesini