A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Zero a 300

V8 Quattro DTM: quando a Audi colocou uma limousine para vencer corridas

Quando o BMW M3 E30 começou a vencer no Campeonato Alemão de Carros de Turismo (Deutsche Tourenwagen Meisterschaft, ou simplesmente DTM), seu segredo era a combinação de motor girador, baixo peso e dinâmica acertada com precisão. O Mercedes-Benz 190E Cosworth tinha, bem, um motor Cosworth. No caso do Alfa Romeo 155 V6 Ti, o segredo estava no seu V6 com ronco de Fórmula 1; o Opel Calibra DTM tinha seu motor de 15.000 rpm. O que a Audi teve, então, para conquistar seus títulos nas temporadas de 1990 e 1991? A resposta é simples: uma limousine com motor V8 de mais de 400 cv e tração nas quatro rodas – seu sedã topo de linha, transformado em um carro de corrida vencedor. No início dos anos 1990, a Audi tinha motivos para comemorar. Títulos no WRC, o Campeoneto Mundial de Rali; e nos campeonatos de turismo americanos – Trans-Am e IMSA GTO  eram recentes, e a marca queria dar continuidade a esta sequência de conquistas. Você provavelmente vai lembrar do Audi 200 Quattro Trans-Am e

Matérias relacionadas

Governo anuncia novo acordo com caminhoneiros, mas manifestantes estão divididos sobre o fim da paralisação

Leonardo Contesini

BMW M5 quebra recorde de drifting, uma coleção de Porsche 964 a venda, SUVs já são segunda categoria mais vendida no Brasil e mais!

Leonardo Contesini

Toyota Supra aparece sem disfarces, Sébastien volta ao WRC pela Hyundai, o novo Caoa Chery Tiggo 5x turbo e mais!

Leonardo Contesini