FlatOut!
Image default
Guia de Compra

Variant II: tudo o que você precisa saber antes de comprar


No início da VW, existia só o Fusca: o VW tipo 1. Logo apareceria o tipo 2: o carro que conhecemos como Kombi. Por muito tempo, Heinz Nordhoff, o arquiteto do renascimento da empresa no pós-guerra, acreditava que só isso bastava. Mas nenhuma empresa consegue passar muito tempo sem diversificar. Em 1955, aparece o Karmann-Ghia, um carro esporte derivado do Fusca. Esses três carros baseados no Fusca são todos fabricados aqui no Brasil nos anos 1960, no início desta subsidiária muito importante para a matriz. Em 1961, aparecia o Tipo 3: uma carroceria maior, ainda baseada na sagrada mecânica do Fusca, mas com 1.600 cm³ de deslocamento. Com algumas diferenças de estilo e detalhe mecânico, o Tipo 3 veio ao Brasil, e o conhecemos como “Zé do Caixão” (sedã quatro-portas, notchback), TL (fastback) e Variant (perua). Lá nos idos de 1965, porém, Heinz Nordhoff teve que encarar o fato de que não conseguiria mais sobreviver somente com o Fusca, um carro com então quase 30 anos de idade. O