A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Vector, a mais incrível fabricante americana de supercarros que não existe mais

O mercado de supercarros é extremamente competitivo. E não estamos falando de uma competição entre os carros em si, mas da disputa das fabricantes pela preferência do consumidor. É mais fácil desenvolver, fabricar e vender um superesportivo se você tiver o apoio de uma fabricante de massa por trás, como é o caso da Lamborghini com a VW ou, até pouco tempo atrás, da Ferrari com a Fiat. Mesmo os que tentam fazê-lo de forma independente precisam de um bom respaldo e de um produto no mínimo excelente – como Horacio Pagani, que aprendeu tudo o que precisava aprender com a Lamborghini e, na hora de alçar voo por conta própria, conseguiu motores fornecidos pela Mercedes-AMG. Poucas fabricantes independentes conseguiram replicar o sucesso do Zonda. O americano Gerald "Jerry" Wiegert queria construir um superesportivo capaz de encarar, de igual para igual, os modelos da Ferrari, da Lamborghini e da Porsche. E ele queria fazê-lo desde o início da década de 1970, o que significa que seu

Matérias relacionadas

Bianco S: o esportivo com mecânica Volkswagen e cara de protótipo de corrida que brigou com o Puma

Dalmo Hernandes

A vodka mais cara do mundo, feita em homenagem ao Rali Monte Carlo de 1912, foi roubada e encontrada dias depois, vazia e amassada

Dalmo Hernandes

Games que marcaram a infância: Twisted Metal

Dalmo Hernandes