FlatOut!
Image default
Car Culture

Vida de Engenheiro: MAO e o Canavieiro


Chamar o projeto de automóvel de algo complexo e um baita de um eufemismo. Gente que projeta equipamentos eletrônicos como as telas inteligentes movidas a apps e rede wi-fi e/ou celular não chegam nem aos pés: todo carro tem telas deste tipo hoje, e que tem que interagir com todo tipo de celular. Praticamente todo campo do conhecimento humano tem aplicação em um automóvel, e hoje a especialização é imensa. Pegue qualquer componente de um automóvel, do ar-condicionado à palheta do limpador, do pneu ao filtro de ar: cada um desses componentes é um campo de pesquisa infinito, no qual uma pessoa pode passar a vida toda estudando, sem exaurir o poço. Muito da excelência do carro moderno se deu por progresso não do carro em si, mas sim por especialização extrema em cada uma dessas ciências. Foi por isso que a partir de 1970, muito dessa ciência foi transferida à fornecedores: cada um virando um especialista no assunto, e criando progresso que nunca existiria nos fabricantes de automóvel.