FlatOut!
Image default
Pensatas

Vida de engenheiro: propriedade intelectual e o caso dos farois


“Um homem sábio sempre permitirá que um tolo roube suas ideias sem gritar “Ladrão”. Se ele é sábio, ele não foi empobrecido com o roubo. Nem o tolo foi enriquecido. O ladrão nos lisonjeia roubando. Nós o lisonjeamos reclamando.” - Ben Hecht No início, era fácil: o automóvel era uma criação que vinha normalmente da cabeça de uma só pessoa. Veja por exemplo Henry Ford: durante um ano trabalhou em seu tempo livre fazendo seu próprio automóvel, o quadriciclo de 1899. Quando acabou, teve que quebrar a parece de sua garagem para sair com ele; como colocou uma porta no “buraco”, alguns gostam de dizer que no processo inventou a garagem. Mas é fácil ver o poder do intelecto e das mãos de gente assim. Mesmo com as facilidades tecnológicas, com o acesso de todos á ferramentas antes sofisticadíssimas como impressão 3D, quantas pessoas constroem carros em casa depois de u