A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Você vai babar nos detalhes desta miniatura artesanal de um Hemi ‘Cuda

A maioria esmagadora dos colecionadores de miniaturas não aceita que elas sejam chamadas de “brinquedos”. Justo: miniaturas de qualidade, fiéis aos originas e bem acabadas, podem custar muito dinheiro — sem falar nas raridades que não se encontra mais à venda. Mas talvez nenhuma delas seja tão impressionante quanto este Plymouth Barracuda feito à mão.

Bem, sejamos honestos: na verdade a “carroceria” da miniatura é uma bolha pronta, feita de plástico. Mas depois que você ver todas as outras coisas que o cara por trás desta pequena obra de arte fez, isso não vai fazer a menor diferença.

cuda (1)

O equipamento usado

Partindo de um kit com a bolha de plástico e quatro rodas fabricado pela Revell, Bill Davis montou toda a estrutura de um Plymouth ‘Cuda modificado para arrancada. Isto inclui motor e transmissão, chassi, eixos, direção, suspensão e gaiola de proteção. O projeto ainda não está concluído — ainda faltam a pintura da carroceria e o interior do ‘Cuda. Mas o que foi feito até agora vai te deixar boquiaberto. Nos acompanhe!

Estas foram as peças que deram início ao projeto: uma bolha e quatro pneus.

cuda (4)

Usando uma furadeira de mesa e um torno mecânico, Davis começou a dar forma aos primeiros componentes de metal. E ele escolheu logo de cara os cabeçotes e tampas de válvulas do V8.

cuda (2)

Esta foto permite que você tenha uma ideia da escala do projeto:

cuda (12)

O próximo passo foi o bloco. Note os detalhes usinados da parte frontal.

cuda (22)

Motor e cabeçotes montados.

cuda (26)

O passo seguinte foi começar a moldar os coletores de admissão e escape e os dois turbocompressores, além de algumas partes móveis como as polias, além dos cabos das velas e do alternador. Note também o distribuidor e as flautas de combustível. Sinceramente, esta réplica em miniatura do V8 sozinha já é incrível (e ficaria ótima na minha escrivaninha). Mas este é só o começo do projeto.

cuda (53) cuda (34) cuda (50)

Depois de um teste para ver se o motor ficaria bem posicionado no cofre (que recebeu um novo capô de metal no lugar do de plástico), chegou a hora de encaixar a transmissão que também foi confeccionada em metal e recebeu até um trambulador, com direito a alavanca pistol grip. Se você tinha alguma dúvida da atenção aos detalhes neste projeto, ela foi exterminada neste momento, não é?

cuda (54)

Motor, transmissão, trambulador e alavanca de câmbio. Não ficou uma beleza?

cuda1 (25)

Os pneus de borracha ganharam rodas de metal, feitas sob medida.

cuda1 (47)

Com trem de força e rodas prontos e uma carroceria basicamente completa, Davis partiu para o chassi. Ele conta que esta foi a primeira vez em que ele projetou um chassi do zero, e que quando começou não sabia como ficaria. Usando latão, ele fez as longarinas e travessas que sustentarão o carro.

cuda1 (53) cuda1 (68)

O curioso é ver o modo como Davis trata sua miniatura como se fosse um carro de verdade, pela maneira com que ele explica os pormenores do projeto:

“Finalmente cheguei ao ponto onde acho que posso dar início ao chassi. Eu queria fazer um sistema de suspensão do tipo coilover porque achei que seria mais fácil de fabricar, mas com os coletores ao lado das tampas de válvulas não há espaço para a gaiola de proteção dianteira ficar onde precisa para acomodar os amortecedores. Por isto vou ser meio que forçado a partir para uma suspensão do tipo A-arm, que eu até acho mais bonita. Meu plano original é fazer uma suspensão totalmente funcional.”

Antes disso, e depois de todos os suportes do motor e da transmissão, Davis começou a trabalhar em um dos componentes mais impressionantes de seu projeto: o diferencial traseiro. Ele poderia ter moldado apenas a carcaça do diferencial e colocado por cima do cardã, mas decidiu fabricar um mini-diferencial totalmente funcional, com carcaça de latão e engrenagens de alumínio — tudo feito à mão:

cuda1 (84)cuda1 (88)cuda1 (97)cuda1 (98) cuda1 (107)

Agora sim: a suspensão — uma miniatura fiel de um sistema de eixo rígido na traseira, e os braços de controle em forma de A com molas e amortecedores funcionais e realistas na dianteira e na traseira. Detalhe para os discos dos freios nas quatro rodas:

cuda2 (25)

As rodas esterçavam, mas ainda era preciso um sistema de direção do tipo pinhão e cremalheira, que Davis fez questão de tornar totalmente funcional, apesar do espaço reduzido pelo tamanho do motor. O nível de detalhes impressiona mais uma vez: olha só estas coifas em miniatura!

cuda2 (28) cuda2 (34) cuda2 (41)

O assoalho de latão deixou o ‘Cuda com aspecto de show car, e recebeu uma gaiola de proteção. Com o “chassi rolante” pronto, Davis realizou algumas modificações na carroceria — portas suicidas com dobradiças de latão, tampa do porta-malas também de latão e para-choques.

cuda2 (42) cuda2 (67) cuda2 (43) cuda2 (52)

A essa altura, foi a hora de trabalhar nos detalhes, como o radiador, filtros de ar cônicos, abraçadeiras na tubulação e alguns componentes visuais do escapamento.

cuda2 (1) cuda2 (72) cuda2 (8)

Desde o início do projeto, foram dois anos de muito trabalho, cálculos — principalmente para acertar as medidas do chassi — e muita atenção a todos os detalhes. O tópico no fórum ModelCarsMag.com foi criado em agosto de 2012, e já recebeu mais de 1.400 respostas ao longo dos meses em que foi atualizado. Contudo, isto é tudo o que temos: Bill parou de atualizar seu tópico em outubro passado e até agora não apareceu, apesar dos apelos dos outros membros.

Vamos ficar atentos e certamente você saberá quando o ‘Cuda de Bill ficar pronto — pode apostar que estamos tão ansiosos quanto você. É um trabalho ainda em progresso, mas temos certeza de que vai valer cada minuto da espera.

[ ModelCarsMag.com ]

Matérias relacionadas

Porsche 911 RS 3.5 Red Evolution: 940 kg de pura selvageria e um motor aspirado de 365 cv!

Dalmo Hernandes

Techno Classica 2017: o que rolou no maior evento de clássicos da Alemanha

Dalmo Hernandes

Bob Marley já teve um Land Rover Defender – e ele acaba de ser restaurado depois de três décadas abandonado

Dalmo Hernandes