A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Volkswagen Polo e Virtus 2022 lançados no Brasil; Fiat, Citroën e Peugeot podem dividir concessionárias; Renault Kwid reestilizado já roda por aqui e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Volkswagen apresenta linha 2022 de Polo e Virtus

A dupla Polo e Virtus acaba de chegar à linha 2022 no Brasil. Os carros foram apresentados no fim do mês passado, e ainda não adotaram o facelift mostrado há alguns dias na Europa, focando-se em vez disso em mudanças nos equipamentos. E, no preço, evidentemente.

Ambos já estão disponíveis para configuração no site da Volkswagen. Os preços partem de R$ 66.120 para o Polo e R$ 83.120 no caso do Virtus – antes, eram R$ 64.130 e R$ 80.390, respectivamente.

Se por fora os carros permanecem iguais, por dentro há a central multimídia VW Play, desenvolvida no Brasil, que fez sua estreia no Volkswagen Nivus. Com tela de 10,1” sensível ao toque, o sistema traz nativamente aplicativos como iFood, Spotify e Waze, e vem de série nas versões Comfortline, Highline e GTS dos dois modelos.

Além disso, o Polo Comfortline 200 TSI recebeu chave presencial e botão de partida. Já o Virtus 1.6 MSI ganhou coluna de direção com ajuste de altura e, na variante automática, apoio de braço central para o motorista.

As novidades devem ajudar a dar mais fôlego à dupla até o final do ano, quando está prevista a chegada do Polo reestilizado ao Brasil – cujas mudanças visuais, inspiradas pelo Golf, também devem aparecer no Virtus.

Confira a seguir os preços de toda a linha:

Polo 1.0 MPI MT5 – R$ 66.120
Polo 1.6 MSI MT5 – R$ 77.120
Polo 1.6 MSI AT6 – R$ 78.180
Polo 200 TSI Comfortline AT6 – R$ 91.720
Polo 200 TSI Highline AT6 – R$ 98.490
Polo GTS 250 TSI AT6 – R$ 120.040

Virtus 1.6 MSI MT5 – R$ 83.120
Virtus 1.6 MST AT6 – R$ 90.090
Virtus Comfortline 1.0 TSI AT6 – R$ 96.000
Virtus Highline 1.0 TSI AT6 – R$ 109.740
Virtus GTS 1.4 TSI AT6 – R$ 125.950

 

Fiat, Citroën e Peugeot podem dividir concessionárias no Brasil

Com a formação do grupo Stellantis, as parcerias entre suas marcas devem alcançar um nível nunca antes visto. E isso também pode trazer efeitos ao Brasil.

Segundo o presidente da Stellantis para a América Latina, Antonio Filosa, o plano de integração das marcas do grupo está em curso, mesmo com o momento delicado entre crise e pandemia. Apesar das baixas no fornecimento de componentes eletrônicos, como semicondutores (essenciais para os sistemas eletrônicos dos carros modernos), a fusão entre FCA e PSA pode trazer novas formas de atingir a um maior público. E uma dessas formas pode ser o compartilhamento de concessionárias entre Fiat, Peugeot e Citroën em cidades mais afastadas dos grandes centros.

A economia em infraestrutura nesse cenário pode ser muito bem vinda, e também reforça a ideia de que modelos da Fiat, da Peugeot e da Citroën podem dividir também plataformas e componentes em um futuro não muito distante – afinal, o compartilhamento de concessionárias também significa dividir o atendimento pós venda, incluindo revisões. Se os carros das três marcas tiverem os mesmos componentes mecânicos, fica bem mais fácil atender a todos eles no mesmo espaço, com os mesmos profissionais e ferramentas. Alguém aí falou em Peugeot 208 com motor Fiat GSE?

 

Renault Kwid reestilizado já roda em testes pelo País

Depois de apresentar o novo Kwid reestilizado em praticamente todos os países onde o hatchback está presente, incluindo uma versão elétrica, parece que a Renault finalmente vai trazer o modelo para o Brasil. Já está na hora: lançado por aqui em 2017, o Kwid brasileiro completa em 2021 cinco anos de mercado.

Os colegas do Autos Segredos publicaram fotos do Kwid reestilizado rodando sob camuflagem. De acordo com a publicação, há pelo menos seis meses a Renault montava os primeiros protótipos do Kwid renovado por aqui.

As fotos apontam que o Kwid reestilizado no Brasil seguirá o design do modelo indiano, com faróis em dois níveis, apesar de terem sido registradas no Brasil imagens de um visual exclusivo, porém mais próximo do atual – que, aparentemente, foi descartado.

Outra novidade será o quadro de instrumentos totalmente digital, com o velocímetro/computador de bordo no centro e mostradores circulares nas extremidades (conta-giros, marcador de combustível e nível da temperatura). Também haverá uma nova central multimídia e mudanças nos acabamentos estéticos.

Conforme apuração da Quatro Rodas, além das mudanças no visual o Kwid também terá o novo motor 1.0 SCe usado pelo Sandero 1.0, com comando de válvulas variável. Com isso, deverá ter 79 cv com gasolina e 82 cv com etanol – um bom acréscimo ante os 66 cv/72cv do motor atual, que não tem o variador de fase. E, seguindo a legislação, o novo Kwid contará com controles de tração e estabilidade de série. O câmbio deve ser manual de cinco marchas em todas as versões.

O novo Renault Kwid deve ser lançado no Brasil apenas em 2022, como modelo 2023.

 

Kia Stonic pode, enfim, ser lançado no Brasil

No Salão do Automóvel de 2018 a Kia, em seu vistoso stand, exibia o crossover Stonic com a promessa de lançá-lo no Brasil dentro de pouco tempo. Muita coisa aconteceu desde então (muita coisa mesmo), a fabricante coreana perdeu o momentum no mercado, e quem veio foi o hatchback Rio – que chegou tarde, em um cenário de queda no segmento e, apesar de ser um bom produto, não vende nem perto do esperado. Em abril, o Kia Rio sequer figurou entre os 100 modelos mais vendios.

Para tentar corrigir essa situação, a Kia pode trazer o Stonic para o Brasil, de acordo com a Quatro Rodas. A publicação diz que a Kia já deu início ao processo de homologação do crossover em nosso País.

Mas o Stonic atual é diferente daquele que veio ao Salão de São Paulo. Reestilizado na linha 2021, ele mantém a plataforma e parte do interior do Kia Rio, porém tem visual mais retilíneo e moderno – e, mais importante, tecnologia híbrida.

Embora seja oferecido lá fora com outras configurações, somente a variante híbrida deve ser homologada no Brasil. Ela tem um motor 1.0 turbo três-cilindros – praticamente igual ao do Hyundai HB20 – mais um motor elétrico de 48V movido a bateria. O conjunto gera 120 cv, com torque que varia de acordo com o câmbio empregado: 17,5 kgfm com transmissão de dupla embreagem e sete marchas; ou 20,4 kgfm com câmbio manual de seis marchas.

O Kia Stonic está para o Kia Rio como o VW Nivus está para o Polo ou o Fiat Tuo/Domo/Pulse está para o Argo. Seu powertrain híbrido (escolhido, ao que parece, pelos incentivos fiscais na importação), porém, deve colocá-lo um patamar acima, falando em posicionamento no mercado. O que pode ser um problema.

Procurada pela revista, a Kia confirmou que o Stonic está em homologação, mas diz que não há data de lançamento prevista – ainda que o carro pudesse ficar pronto para nosso mercado “em questão de semanas”.

 

Messerschmitt traz seus minicarros para o século 21

Os minicarros de três rodas com motor de moto da alemã Messerschmitt, fabricante originalmente dedicada a aviões de combate, viraram objeto de culto na Europa tanto por sua praticidade no transporte urbano quanto por seu visual exótico. E agora eles estão de volta.

A Mersserschmitt-Werke, empresa dedicada a restaurar e manter exemplares antigos dos minicarros que tem os direitos sobre o projeto, decidiu lançar uma versão modernizada. Como os clássicos, eles atendem pelo sufixo KR (de Kabinenroller) e estão disponíveis em duas variantes: a elétrica KR-5000, e a KR-202 com motor a combustão.

Ambas são fiéis ao desenho original, mas diferem no powertrain. A KR-5000 é movida por um motor elétrico de 6,7 cv, movido por uma bateria de 1,4 kW. Já o KR-202 usa um motor monocilíndrico de 125 cm³ com injeção eletrônica e 7,3 cv. O desempenho e a autonomia das duas versões são iguais: velocidade máxima de 120 km/h e autonomia de 160 km com um tanque – mas a versão elétrica precisa de uma bateria extra, oferecida como opcional, para alcançar esses números.

Um detalhe interessante: apesar de mais modernos, os dois novos Messerschmitt KR pesam menos que o original. A versão a gasolina tem 220 kg, enquanto a elétrica, pasme, é mais leve: pesa 195 kg.

Os novos Messerschmitt estão disponíveis sob encomenda na Europa. O KR-202 a gasolina custa € 10.950 (pouco mais de R$ 69.000 em conversão direta) e o KR-5000 custa € 12.950 (R$ 82.000).

 

BMW apresenta linha 2022 de 118i e 218i Gran Coupé com novos equipamentos

A BMW anunciou nesta semana a chegada dos novos 118i e 218i Gran Coupé ao Brasil, na linha 2022. Por fora, os dois não mudam nada – afinal, lançados no fim de 2019, eles ainda são recentes. Mas, por dentro, agora oferecem o assistente pessoal BMW Intelligent Personal Assistant, que funciona com reconhecimento de voz para controlar diversas funções do carro, além de fornecer diversas informações sobre seu funcionamento.

Os carros também ganham a nova versão do BMW ConnectedDrive. A central multimídia, que tem conexão sem fio com Apple CarPlay e Android Auto, agora também pode fazer chamadas de emergência, acionar o serviço de concierge e integrar-se ao Amazon Alexa. É possível até mesmo conectá-la ao aplicativo My BMW para atualizar o software do carro sem precisar ir até uma concessionária.

Os dois carros continuam equipados com o motor 1.5 turbo três-cilindros de 140 cv, com câmbio de dupla embreagem e sete marchas. Mas o 118i ganha novas rodas, e o 218i Gran Coupé agora vem com revestimento em couro sintético Sensatec. Preços: R$ 259.590 para o hatchback e R$ 270.950 para o sedã.

Matérias relacionadas

Rallye Sport: os 50 anos da divisão RS da Ford – e seus modelos mais marcantes

Dalmo Hernandes

Volkswagen lança novo Gol duas-portas, todos os detalhes do Alfa Romeo Giulia QV, o assaltante de posto que “se queimou” e mais!

Leonardo Contesini

Ford GT70: o irmão menor do GT40 feito para disputar ralis

Dalmo Hernandes