A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Youabian Puma: uma alternativa de US$ 1 milhão aos Lamborghini e Ferrari – só que não…

O que um milionário fã de superesportivos faz quando se cansa de andar por aí de Ferrari ou Lamborghini? Ele compra um Youabian Puma, claro! Ao menos é o que diz o criador deste carro bizarro feito com motor V8 Chevrolet, teto e faróis de Volvo C70 e nome de fora-de-série brasileiro em seu site oficial. Bem, temos nossas dúvidas.

“Por que, FlatOut?”, talvez você pergunte. Bem, olhe para ele: o Youabian Puma é um conversível hardtop com capota automática, como vários esportivos — alguns bem conhecidos, como o Honda S2000, por exemplo. Só que ele tem suspensão elevada e enormes pneus de uso misto, além de um entre-eixos gigantesco para garantir que seus quatro ocupantes tenham bastante espaço.

youabian-puma (2)

Mais estranha que a concepção do Youabian Puma é a sua execução. Seu nome leva a crer que o Puma vem de algum lugar do oriente, mas na verdade o carro é uma criação do cirurgião plástico americano Kami Youabian, que vive em Los Angeles e levou sete anos para desenvolver o carro. Como ele foi apresentado no Salão de Los Angeles no ano passado, isso significa que começou a ser desenvolvido mais ou menos em 2006.

O Youabian Puma está ali, junto do Pontiac Azteck e do Mitsuoka Orochi como um dos carros mais, digamos… esteticamente discutíveis do mundo. Sua carroceria de fibra de vidro mede 6,15 metros de comprimento e 1,82 metros de altura, com um entre-eixos de 4,15 metros. As rodas de 20 polegadas ficam pequenas no meio dos pneus de 44 polegadas de diâmetro, e as proporções lembram um carro desenhado por uma criança.

youabian-puma (3)

 

A dianteira tem os faróis do Volvo C70 e é muito estreita, ladeada pelos pneus que ficam quase totalmente descobertos pelos para-lamas, o que dá ao carro a aparência de um buggy. O conversível sueco que também cedeu o teto com acionamento automático — incluindo todas as janelas. Já o resto da carroceria é feito de fibra de vidro e traz vincos aleatórios que, supostamente, fazem com que o carro lembre um felino pronto para dar o bote. Por isso o Dr. Kami Youabian decidiu chamar o carro de Puma — mesmo nome do fora-de-série brasileiro que fez 50 anos neste mês e também era feito de fibra de vidro (ou ainda é, se levarmos em consideração que o Puma ainda é fabricado na África do Sul).

youabian-puma (8)

O interior é bem mais discreto — o painel também veio do Volvo C70, mas teve seus mostradores convencionais substituídos por uma tela de LCD quadrada. Os bancos são forrados com couro branco e azul e bem, ao menos parecem confortáveis.

A suspensão é independente, com um sistema double wishbone na dianteira e amortecedores ajustáveis com molas helicoidais nos quatro cantos, e os freios são Willwood com discos perfurados e slotados.

youabian-puma (12)

Mecanicamente o Youabian Puma não guarda semelhança alguma com o nosso Puminha: seu motor é um V8 LS7, small block Chevrolet de 427 pol³ (sete litros) vindo de um Corvette Z06. Ao menos esta parte é uma unanimidade no bom sentido: acoplado a uma transmissão automática de seis velocidades, o motor de 511 cv a 6.200 rpm e 64,9 mkgf é capaz de levar o Puma aos 100 km/h em 5,9 segundos — ao menos este é o número oficial.

A Youabian diz que o Puma foi feito “com o feedback de muitas pessoas ricas ao redor do mundo que queriam algo diferente e único” e, no lançamento, disse que a empresa aceita encomendas. O preço não foi especificado, mas a companhia cita um custo de produção de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 2,62 milhões em conversão direta), o que nos leva a crer que, caso alguém decida que é melhor comprar um Youabian Puma do que um McLaren P1, a quantia será um pouco superior. O P1 custa US$ 1,15 milhão nos EUA, o equivalente a R$ 2,74 milhões.

youabian-puma (9)

As fotos de divulgação mostram quatro carros — o original azul, um vermelho, um amarelo e um cinza. Contudo, dá para ver que as cores foram alteradas no Photoshop, e tudo indica que o carro azul ainda seja o único — em todos os sentidos. Sem problemas: não era um carro único o que o Dr. Kami Youabian queria? E ele apareceu em público recentemente, com o vídeo de Shmee150 se espalhando pela internet nos últimos dias — possivelmente porque o Dr. Youabian não costuma aparecer em público com sua criação…

A história do Youabian Puma é parecida com a do The Homer, o carro do patriarca da família Simpson cuja história contamos aqui: assim como o Puma, o The Homer foi criado porque Homer Simpson queria um carro diferente do que havia nas ruas e pediu a opinião das pessoas sobre o que elas queriam em um carro. O resultado foi um carro monstruoso que custava caríssimo e levou sua fabricante à falência — embora, talvez, ele estivesse à frente de seu tempo.

E se o Youabian Puma também estiver à frente de seu tempo e, daqui a 25 anos todos os carros forem parecidos com ele? Melhor nem pensar.

 

Matérias relacionadas

Ford lança EcoSport sem estepe na traseira, Toyota Yaris ganha versão X-Way, Fiat Argo flagrado em versão “adventure” e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Quais são os carros mais icônicos da série Grand Theft Auto?

Dalmo Hernandes

Mergulhe no universo paralelo das máquinas de arcade soviéticas

Dalmo Hernandes