FlatOut!
Image default
Car Culture

2JZ-GTE: como e por que o motor do Toyota Supra se tornou uma lenda?


Não era segredo que o novo Toyota Supra seria um projeto conjunto entre a fabricante japonesa e os alemães da BMW. Era uma questão de necessidade: se fosse para trazer o Supra de volta, era a obrigação da Toyota fazê-lo com um motor de seis cilindros em linha. Como eles não tinham um seis-em-linha à disposição, e desenvolver um novo motor do zero apenas para um esportivo era algo fora de questão, então fazia sentido procurar uma das poucas fabricantes que mantém os seis-em-linha no mercado. É um tipo de colaboração comum, como comentamos neste post, e que poderá se tornar ainda mais frequente no futuro. Acontece que, desde que foi revelado, o Supra vem dividindo os entusiastas. Alguns entendem que é melhor ter um Supra com motor, estrutura e interior de BMW do que não ter Supra nenhum (algo que seria bem mais fácil para a Toyota, aliás); enquanto outros se mostraram decepcionados com a pouca semelhança entre o Supra A90 e seu antecessor, o icônico A80. E alguns – os mais tradiciona