FlatOut!
Image default
Zero a 300

A carroceria da picape Maverick, Porsche 911 GT3 Cup aparece camuflado, indústria pode parar por falta de matéria-prima e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Ford Maverick tem fotos da carroceria vazadas

Como um dos lançamentos mais importantes dos próximos tempos, a Ford Maverick é objeto de bastante especulação. Mas, por mais que a Ford se esforce para esconder a picape do Bronco Sport, era inevitável que vazassem as primeiras fotos.

Publicadas pelos colegas do Motor1.com, as imagens mostram a carroceria nua da Maverick – o chamado “body in white”. Embora ela não revele detalhes do visual, como o design dos faróis e lanternas ou dos para-choques, mas agora já temos uma noção excelente da silhueta e das proporções. A dianteira, ao que parece, seguirá os moldes do Bronco Sport (com quem a Maverick dividirá sua plataforma). Já a silhueta é mais próxima de uma picape tradicional, com formas mais retilíneas, sem o jeitão de automóvel que se vê na Fiat Toro ou na Renault Duster Oroch, por exemplo.

As imagens também revelam elementos como a tampa da caçamba, mostrando que as imagens de registro divulgadas nos últimos meses eram autênticas; e a caçamba em si – cujo espaço não parece tão generoso e, segundo o pessoal do site RideApart.com, não parece ter espaço para levar uma motocicleta. Dimensões, volume da caçamba, carga útil e capacidade de reboque são dados que ainda não existem. Porém, é dada como certa a adoção de tração 4×4 e a chegada de uma versão com capacidade off-road razoável.

Temos certeza de que, a partir de agora, novos detalhes sobre a Ford Maverick serão descobertos e divulgados regularmente. A picape deve estrear entre o fim de 2021 e o início de 2022.

 

Porsche mostra fotos do novo 911 GT3 Cup

A Porsche revelou ontem (7) algumas fotos do novo 911 GT3 Cup, primeiro carro de corrida baseado na geração 992 do nine-eleven.

O carro começou a ser desenvolvido em meados de 2018, e já está praticamente pronto para a temporada 2021 do campeonato FIA GT3, precisando apenas dos ajustes finais. De todo modo, a Porsche decidiu fotografá-lo ainda com camuflagem.

Dados de desempenho também vão ficar para depois, mas entende-se que o carro manterá o motor 4.0 naturalmente aspirado – certamente com algumas melhorias, mas com potência no mesmo patamar de 460 cv.

Um detalhe interessante do carro está na própria camuflagem. Embora, à primeira vista, pareça apenas um esquema de camuflagem normal, com o padrão preto e branco de sempre, na verdade o disfarce esconde diversos traçados de circuitos famosos.

E está até rolando um quiz na página da Porsche Motorsports onde você pode ver se consegue adivinhar qual o nome de cada traçado que aparece na camuflagem.

 

Anfavea diz que produção nacional pode ser paralisada por falta de matéria-prima

Enquanto as vendas de carros no Brasil retornam ao patamar pré-pandemia, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) faz um alerta: a produção pode ser paralisada por falta de matéria-prima.

A produção de automóveis no Brasil já está sendo afetada pela falta de materiais e insumos. Segundo a Anfavea, foram fabricados 238.200 carros e comerciais leves no Brasil em novembro, o que representa um aumento de apenas 0,7% em relação a outubro. Isto quer dizer que a produção não está acompanhando a demanda – as vendas de novembro tiveram um aumento de mais de 4% em relação ao mês anterior. Além disso, a associação afirma que o estoque atual nas concessionárias de todo o País é de 120.000 veículos, número suficiente para apenas 16 dias de vendas.

A Anfavea afirma que esta falta de matéria-prima – não apenas aço, mas também borracha e plástico – é reflexo da pandemia, que trouxe uma queda na disponibilidade de matéria prima principalmente em abril, maio e junho. A retomada do mercado e da indústria nos meses seguintes não levou em consideração a redução na quantidade de matéria-prima disponível, e agora a indústria sente os impactos. Estes podem ser ainda agravados pela iminente segunda onda da pandemia, que novamente afetará o ritmo de trabalho dos fornecedores.

 

Audi RS e-tron GT chega ao Brasil em 2021

A Audi confirmou a chegada do RS e-tron GT ao Brasil no ano que vem. A versão normal já estava confirmada, mas agora sabemos que o elétrico mais potente da marca também será vendido por aqui.

Quem deu a notícia foi o próprio Johannes Roscheck, presidente da Audi do Brasil, durante uma apresentação da linha RS.

O RS e-tron GT ainda não teve suas especificações técnicas divulgadas. A Audi, porém, dá alguns detalhes interessantes. Como o e-tron GT normal, a versão RS terá dois motores, mas o traseiro será mais potente para garantir uma condução mais esportiva. O conjunto tem “cerca de 700 cv” e é capaz de ir de zero a 100 km/h “bem abaixo dos quatro segundos”. É uma declaração modesta, no mínimo: o Porsche Taycan Turbo, que tem potência máxima de 761 cv e cede sua arquitetura ao e-tron GT, vai de zero a 100 km/h em 2,8 segundos. O piloto brasileiro Lucas Di Grassi, que é embaixador da Audi no Brasil, já testou o carro e afirma que o zero a 200 km/h é cumprido entre 10 e 11 segundos.

 

Mitsubishi diz que pode voltar a fazer esportivos – com um porém

Os fãs da Mitsubishi sofrem – a fabricante japonesa que já teve esportivos lendários em sua linha, como o Eclipse, o 3000GT e o Lancer Evolution, assumiu há algum tempo uma postura bem careta. Eles chegaram a explicar, em 2019, seus motivos para abandonar o segmento de esportivos: o foco a partir dali seriam SUVs, crossovers e modelos eletrificados, muito mais lucrativos e eficientes que esportivos. Como a situação financeira da Mitsubishi – que é entendida como o elo mais fraco da aliança com Renault e Nissan – não é das melhores há alguns anos, a gente até compreende.

Mas parece que a marca dos três diamantes pode estar mudando de ideia. Em entrevista ao site australiano Motoring, Seiji Watanabe, diretor global de design da Mitsubishi, diz que gostaria muito de ver a fabricante voltar a fazer esportivos.

“Eu sinto que, no futuro, a Mitsubishi quer focar-se mais no desempenho. Este é um ponto de partida”, disse Watanabe, referindo-se ao Eclipse Cross. “É só uma opinião pessoal, claro – não dá para comentar detalhes do futuro. Mas, para mim, o alto desempenho é ideia mais forte dentro da Mitsubishi.”

É bom ler isto, sem dúvida. Acontece que os planos não parecem caminhar em direção a um Evo XI ou um 3000GT renascido. Watanabe acredita que o sistema S-AWC da Mitsubishi – um conjunto híbrido plug-in com tração integral – pode ser a base para um “super SUV de alto desempenho”, com bastante potência e dinâmica bem acertada.

Não é o cenário ideal, mas é alguma coisa – um sinal de que a Mitsubishi talvez entenda que os entusiastas são importantes para a imagem de uma marca.

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora